23 Maio 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalBarreiroEstudo de Impacte Ambiental do Novo Terminal aprovado por PS e PSD

Estudo de Impacte Ambiental do Novo Terminal aprovado por PS e PSD

O Estudo de Impacte Ambiental sobre o novo Terminal de Contentores foi finalmente aprovado por maioria na Câmara do Barreiro. Os votos a favor do PS e PSD contrastaram com a abstenção da CDU. Agora a preocupação central passa para o planeamento das acessibilidades ao terminal

- PUB -

Durante a sessão de Câmara realizada ontem no Barreiro o executivo aprovou o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) sobre o projecto do Novo Terminal de Contentores, com votos a favor do PS e PSD e abstenção da CDU.

O EIA encontra-se em consulta pública até amanhã e tem gerado grande controvérsia dentro do concelho, com a participação activa da população em acções com a última Sessão Pública de Esclarecimentos realizada no dia 24 de Novembro.

Para o presidente da Câmara Municipal, Frederico Rosa, “este é mais um passo na direcção daquilo que consideramos um contributo extremamente importante para o desenvolvimento do Barreiro”, afirmou o autarca em declarações a O SETUBALENSE-DIÁRIO DA REGIÃO.

- PUB -

Entre os dois terminais que já existem na Área Metropolitana de Lisboa, “o novo Terminal de Contentores do Barreiro vai representar uma solução para constrangimentos futuros face à zona portuária de Lisboa, actualmente a atingir a sua capacidade máxima”, refere Frederico Rosa.

Após a não aprovação do projecto anterior, devido a factores que colocavam em causa a paisagem e sustentabilidade ambiental do Barreiro, com o terminal alocado em quase toda a frente ribeirinha da Avenida da Praia, uma das áreas nobre da cidade, “agora a aprovação deste projecto representa, sem dúvida, o culminar de um trabalho conjunto no sentido de retirar o projecto do terminal da frente ribeirinha e conseguir uma estruturação adequada dentro dos terrenos industriais do parque da Baía do Tejo”, destaca o presidente.

Acessibilidades são próximo foco da autarquia

- PUB -

Na próxima fase o autarca refere que a preocupação central será o enfoque nas acessibilidades ao terminal. “Haverá um novo Estudo de Impacto Ambiental, pedido pela IP – Infraestruturas de Portugal, no sentido de avaliar as acessibilidades ao terminal”, em foco estará o nível de ruído e “possíveis constrangimentos na circulação de trânsito, dentro de uma cidade urbana”, destaca Frederico Rosa.

Segundo o autarca, esta fase, de análise das acessibilidades, representará outra mais-valia, uma vez que, “será possível incluir alguns constrangimentos já existentes e para os quais vemos aqui uma janela de oportunidade na sua resolução”.

Perante a aprovação concelhia do EIA sobre o novo Terminal de Contentores, Frederico Rosa deixa ainda um voto de agradecimento a todos os que estiveram envolvidos na reformulação do projecto, como o vereador Rui Braga, que acompanhou de perto todo o processo, “no sentido de conseguir um modelo como o que temos actualmente, representativo de boas soluções para concelho”.

Para Frederico Rosa, terminar o ano com esta aprovação significa estar “a seguir um bom caminho e a dar os passos certos no desenvolvimento do Barreiro e cada vez mais próximos de avançar para a consulta pública internacional”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva
- PUB -