24 Fevereiro 2024, Sábado
- PUB -
InícioLocalBarreiroPS e PSD Barreiro assinam acordo para orçamento autárquico 2018-2019

PS e PSD Barreiro assinam acordo para orçamento autárquico 2018-2019

André Pinotes Batista, presidente da concelhia do PS e Luís Murilhas, presidente da concelhia do PSD Barreiro assinaram ontem (dia 29) um acordo orçamental para o concelho, a aplicar ao longo do próximo ano. Com a participação de Frederico Rosa, presidente da Câmara Municipal e Bruno Vitorino, vereador do PSD, foi apresentada uma visão voltada para o desenvolvimento do território e redução da carga fiscal

- PUB -

A partir de um plano orçamental previsto para 2018 e 2019, PS e PSD Barreiro prevêem trabalhar “em concertação” nas palavras de André Pinotes, presidente da concelhia do PS e “em parceria para o desenvolvimento”, no comentário do vereador do PSD, Bruno Vitorino, em prol do desenvolvimento do Barreiro. Foi com esta abordagem que assinaram, ontem, na Escola Superior de Tecnologia do Barreiro, o acordo bilateral para o orçamento a aplicar no concelho durante o próximo ano.

Com uma aposta clara na redução da carga fiscal, em firmar projectos de mobilidade e acessibilidades, e no desenvolvimento estruturante em áreas como a Quinta Braamcamp, ainda a aguardar o fecho de um projecto concreto, as duas concelhias, PS e PSD afirmaram a vontade de discutirem em conjunto soluções para um concelho que admitem precisar de um plano pro-activo.

“A génese desta iniciativa política parte da confiança mútua estabelecida ao longo do último ano”, defende André Pinotes. “Como é evidente existem momentos de divergência e convergência”salienta André Pinotes, mas, “no que diz respeito ás matérias em questão, desde a mobilidade e acessibilidade, ao desagravamento da carga fiscal, a melhores serviços públicos e mais equipamentos e a definição de uma estratégia de desenvolvimento económico, são pontos de comum acordo entre ambos os partidos”.

- PUB -

Um acordo que André Pinotes ressalva como, “uma acção da transparência existente na vida política do concelho”. Considerando que “era possível fazer tudo o que comporta este memorando com o PSD sem uma apresentação pública”, contudo, PS e PSD “preferem dar a cara pelas opiniões divergentes e convergentes, com transparência”.

Bruno Vitorino salientou que este acordo é “determinante” para a resolução de problemas em áreas sensíveis, como “um acordo de discussão e aplicação orçamental que partiu de uma iniciativa de ambos os partidos, que foi firmado ainda antes das eleições [autárquicas]”. Uma visão sobre a qual admite, “surgiu com naturalidade para viabilizar a gestão do concelho”.

Frederico Rosa, presidente da Câmara Municipal do Barreiro abordou que, ao longo deste ano, considerado “de aprendizagem”, surgiram questões “fundamentais”. Em primeiro lugar “quer em medidas concretas a discutir em reuniões de câmara, quer em medidas a aplicar no âmbito de outros eixos”. Um contexto onde ficaram claras “a baliza do que era importante e viável concretizar e a baliza de que não era possível comportar no orçamento do município, considerando fundamental nunca abandonar o acordo orçamental”.

- PUB -

Manter o orçamento previsto, aliás, é um ponto sobre o qual Frederico Rosa defere determinantemente, “não fale dizer que se vai fazer, se depois na prática isso não corresponde à realidade”. E foi dentro desta premissa que o presidente reforçou “os passos que foram possíveis dar na redução do IMI”. Uma matéria que o vereador Bruno Vitorino tinha assumido “que voltaria a abordar e sobre a qual nós [executivo] assumimos que se fosse possível iríamos concretizar”.

Quanto a medidas concretas de aplicação para o orçamento referente a 2018-2019, as concelhias PS e PSD e o executivo da Câmara Municipal remetem a discussão e apresentação para reunião extraordinária a realizar hoje (dia 30), pelas 21h00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Projectos como o destino concreto da Quinta Braamcamp e a viabilidade da ponte rodoviária Barreiro-Seixal, a criação da Agência para o Desenvolvimento, assim como a articulação de transportes públicos, no contexto do novo passe intermodal estabelecido para a Área Metropolitana de Lisboa, ficam deste modo a aguardar definições de acordo com a viabilidade orçamental.

- PUB -

Mais populares

Menino de sete anos morre após ser baleado em Setúbal

Neto e avó foram atingidos a tiro de caçadeira no Bairro da Bela Vista. Disparo veio de carro em andamento. Alvo seria o pai da criança

Criança baleada em Setúbal hospitalizada em estado crítico [actualizada]

Menino de 7 anos e avó foram atingidos por um tiro de caçadeira disparado de um carro em movimento

Imagens mostram momentos após menino e avó serem baleados no Bairro da Bela Vista (vídeo)

Homem é visto a empunhar uma caçadeira correndo em várias direcções até que entra numa viatura que sai depois do local
- PUB -