1 Agosto 2021, Domingo
- PUB -
Início Local Barreiro Autarquia do Barreiro esclarece atraso da obra na Rua Cárcamo Lobo

Autarquia do Barreiro esclarece atraso da obra na Rua Cárcamo Lobo

A Câmara Municipal admitiu que a obra que está a ser efectuada na Rua Cárcamo Lobo, no Barreiro, está com um “atraso significativo”, causado por dois factores, contudo prevê-se que as intervenções estejam concluídas no final do próximo mês.

- PUB -

Segundo o município, um dos motivos deve-se à “existência de condutas e ligações ilegais, que ainda estavam a permitir drenagem de esgoto doméstico para o Rio Tejo, para as quais houve necessidade de encontrar soluções alternativas”.

O outro tem a ver com as “condições climatéricas adversas, tornando os solos pouco consistentes à conclusão de diversas fases da obra”.

Actualmente estão concluídos os trabalhos da empreitada de infra-estruturas de abastecimento de água, estando a proceder-se à repavimentação dos passeios.

- PUB -

O município do Barreiro prevê a construção das últimas ligações da rede de abastecimento de água, por administração directa, entre o nº 42 e o nº 46 da Rua Cárcamo Lobo, para a próxima semana, caso as condições climatéricas o permitam.

“Dado o estado do tempo das últimas semanas, não tem sido possível dar o andamento previsto às obras de repavimentação rodoviária e à conclusão da rede de saneamento, pois ainda existem valas por tapar e colectores por executar na Rua D. José Cárcamo Lobo, cerca de 50m, junto à estação elevatória”, explica a autarquia.

Deste modo, prevê-se que a totalidade da obra esteja concluída no final de Maio, incluindo a sua repavimentação.

- PUB -

Pela demora, a Câmara Municipal “lamenta os incómodos causados aos residentes”, mas promete continuar a fazer “o melhor”, numa obra há muito necessária para a melhoria das redes de água e saneamento do concelho.

- PUB -

Mais populares

Moradores na Quinta da Amizade contestam fogos municipais, mas vereador Carlos Rabaçal promete valorização

Na calha pode estar a construção de 268 fogos. Os residentes temem densidade populacional e perderem conforto   Os moradores na Quinta da Amizade, na freguesia...

“Quero fazer esta época o jogo de despedida para depois assumir o cargo de treinador”

“Não me ofereço aos clubes e não peço favores a ninguém, se tiver que treinar será onde me queiram e onde acreditem em mim”, refere Paulo Catarino

Península de Setúbal com mais 29 mil pessoas e Litoral Alentejano perde pouco em dez anos

Censos de 2021 indicam que Palmela é o concelho da península que registou maior aumento da população residente. Odemira é o que mais cresce...
- PUB -