29 Novembro 2021, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalAlmadaAutarcas e população lutam contra fecho de único banco na Caparica e...

Autarcas e população lutam contra fecho de único banco na Caparica e Trafaria

Decisão da Caixa Geral de Depósitos motivou acção de protesto promovida pela junta à porta da dependência

 

- PUB -

É a única agência bancária existente nas freguesias de Caparica e Trafaria, concelho de Almada, e está sob o espectro do encerramento. O “anunciado” fecho da dependência da Caixa Geral de Depósitos (CGD), localizada na Rua Alfredo da Cunha, no Monte de Caparica, motivou, pela manhã de sexta-feira, 18, uma acção de protesto promovida pela Junta da União das Freguesias de Caparica e Trafaria. E a correr está uma petição a apelar à reversão da decisão da administração da instituição pública bancária, que já ultrapassou as 400 assinaturas.

Quem participou na concentração, realizada junto às instalações da agência pôde rubricar o abaixo-assinado, que pode ainda ser subscrito nas secretarias da Junta e outros pontos ou na Internet através de https://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT104413.

“A grande afluência de público, uma constante neste balcão, mostra que o serviço é necessário e, muito provavelmente, satisfaz até os critérios economicistas de quem não dá valor ao papel social da CGD para quem vive e trabalha numa área que vai muito além da Caparica”, defendeu a Junta da União das Freguesias de Caparica e Trafaria, num comunicado a apelar à população para que participasse no protesto de sexta-feira.

- PUB -

O fecho da agência “representará um grande prejuízo para a população da Caparica, sobretudo os mais idosos, mas também para os demais clientes, incluindo empresas e instituições”, salientou a autarquia no documento.

A decisão da CGD foi confirmada, adianta a junta, por “um responsável do banco público”, que adiantou que “a administração não tenciona recuar” na pretensão.

Na última semana, a presidente da Junta, Teresa Coelho, e o secretário, António Joaquim Oliveira, alertaram o responsável pela Direcção Comercial Sul, António Bernardes, em reunião realizada na sede da CGD, para o impacte do fecho da agência – “não restará qualquer representação física do banco público ou de outra instituição bancária nas freguesias de Caparica e Trafaria”. E deram conta do protesto da população.

- PUB -

A junta reforça que a decisão de encerrar agora a agência do Monte de Caparica virá “agravar ainda mais a situação criada com o fecho, de má fé, do serviço automático na Trafaria”. E explica: “Em Abril de 2016, perante o protesto popular, a CGD declarou por escrito que havia intenção de manter ali o serviço automático. Não foi preciso muito tempo para este compromisso ser rasgado, numa operação inqualificável que teve seguimento no quase abandono a que está votada a caixa multibanco.”

De resto, em assembleia de freguesia, na passada terça-feira, foi aprovada por unanimidade uma posição pela manutenção da agência.

Socialistas questionam ministro das Finanças

A situação também mereceu a atenção dos deputados do PS eleitos pelo círculo de Setúbal à Assemvleia da República. Os socialistas questionaram o ministro de Estado e das Finanças, João Leão, na quinta-feira, 17, sobre a decisão da CGD, numa tentativa de “obter informações sobre quais os critérios e os indicadores que possam fundamentar” o fecho da agência no Monte de Caparica, revelaram.

“A confirmar-se, esta é uma má notícia para as populações” locais, que “ainda ficarão sem a única agência da CGDno seu território”, considerou o deputado almadense Ivan Gonçalves. “Sabemos que entre os mais idosos continua a existir uma preferência substancial pelo recurso ao atendimento presencial”, sublinhou o socialista, sem deixar de frisar que “a rede de multibancos que abrange o território se tem mostrado insuficiente para fazer face às necessidades das populações”. A União das Freguesias de Caparica e Trafaria “tem uma população estimada superior a 25 mil habitantes, sendo que a referida agência serve também parte da população da União das Freguesias de Charneca de Caparica e Sobreda, que se estima em cerca de 45 mil habitantes”, remataram os socialistas.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -