7 Julho 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalAlcocheteMunicípio de Alcochete encerra ano de 2019 com saldo de gerência de...

Município de Alcochete encerra ano de 2019 com saldo de gerência de 8,5 milhões de euros

Autarquia reduziu dívida em 266 mil euros, incluindo o financiamento feito na Escola Básica do Valbom

 

- PUB -

 

A Câmara Municipal de Alcochete encerrou o exercício financeiro de 2019 com um saldo de gerência que ultrapassa os 8 milhões e 500 mil euros, refere a autarquia de gestão socialista. As contas, aprovadas na reunião de 27 de Maio, demonstraram ainda que o executivo municipal conseguiu reduzir o valor da dívida em mais de 266 mil euros, diminuindo o montante em falta para 7 milhões e 694 euros, “com a ressalva de estar incluído o financiamento de 1 milhão e 230 mil euros da requalificação e ampliação da Escola Básica do Valbom”.

Na mesma reunião, para além de apresentado o saldo de execução orçamental do ano passado, foi também aprovado “o mapa dos fluxos de caixa de 2019 e a 1ª revisão aos orçamentos da receita e da despesa e às grandes opções do plano (PPI e AMR) de 2020”, documentos estes “aprovados por maioria com a abstenção dos vereadores da CDU e do PSD”.

- PUB -

“Faz sentido não estarmos confinados àquilo que são as verbas disponíveis para utilizarmos no exercício das nossas funções quando temos um saldo de gerência” de mais de 8 milhões de euros, afirma o presidente do município, Fernando Pinto, acrescentando que “a Lei n.º 4-B/2020, de 6 de Abril, veio estabelecer o regime excepcional de cumprimento das medidas previstas no programa e isto permite ao órgão executivo integrar o saldo de gerência por via da respectiva revisão”, referindo que este tem vindo a crescer, pois em 2017 foi de mais de 4 milhões e 300 mil euros, enquanto que em 2018 “registou um acréscimo de 0,13%”.

No que diz respeito à execução, Fernando Pinto realça que “os resultados são francamente positivos”, com a receita a rondar os 101%, ou seja, mais de 18 milhões e 940 mil euros, enquanto que em relação “à despesa, o grau de execução é de 73,96%”, correspondendo a mais de 18 milhões e 929 mil euros. Nas actividades consideradas relevantes, o autarca diz que a taxa de execução atingiu os “90,65%”, na qual “estão incluídas as despesas de capital, nomeadamente as amortizações e outras despesas correntes à Amarsul, Simarsul e EDP”.

Os documentos vão ser, em seguida, “remetidos à Assembleia Municipal para ratificação”.

- PUB -

Presidente satisfeito com investimentos

De acordo com o presidente do município, as grandes obras realizadas em 2019, assim como os investimentos feitos, “tiveram o melhor resultado de sempre na história da autarquia” pois representam “um grau de execução de 39,83%, o que equivale, em termos de valores absolutos”, a mais de 3 milhões e 471 mil euros.

Estes valores assentam “em dois pilares essenciais: primeiro, reforçar as rubricas já existentes, mas com dotação insuficiente; segundo tem a ver com obras de valor significativo, nomeadamente a requalificação e a ampliação do estaleiro municipal, a requalificação do parque de merendas da Fonte da Senhora, a construção da vedação do furo de água do Batel (FR1), a requalificação do polidesportivo de São Francisco e do pavilhão municipal de Alcochete, a criação de um novo parque infantil e a aquisição de viaturas, entre outros”.

Festa de São João Batista comemorada à janela

Na impossibilidade de se poder comemorar “a tradicional festa de São João Batista, Santo padroeiro de Alcochete” presencialmente, devido ao facto “de se viverem tempos de maior recolhimento”, o município lançou o convite “à população das freguesias do concelho, assim como ao comércio local”, de “assinalarem o momento com o contributo possível, seja com uma bandeirola à janela, uma varanda enfeitada, uma montra com o altar do São João ou apenas com um pequeno manjerico à porta”. Para além disto, “também a representação simbólica das fogueiras pode ser assegurada com uma pequena luz/vela na janela”.

“De cariz popular, esta comemoração, profundamente enraizada na identidade local e celebrada a 24 de Junho, é um referente no calendário religioso e marca o início do Verão alcochetano na sua vertente convivial”, refere a autarquia em comunicado.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Pastelaria Abrantes fecha portas a poucos meses de fazer cem anos [actualizada]

Setubalenses têm recorrido às redes sociais para manifestar tristeza com a notícia, por se tratar de um espaço histórico

PSP deteve em flagrante homem a furtar catalisadores

Dono de uma das viaturas alertou a PSP, que conseguiu interceptar o indivíduo no local

Programa Festas Populares São Pedro Montijo 2022

Consulte o programa na íntegra das Festas Populares de São Pedro, que arrancam na terça-feira (28 de Junho)
- PUB -