31 Janeiro 2023, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalAlcácer do SalAutarcas pedem a ministro que olhe para as acessibilidades na região

Autarcas pedem a ministro que olhe para as acessibilidades na região

Presidentes das câmaras de Alcácer, Santiago, Grândola, Sines e Odemira reuniram com Pedro Nuno Santos

 

- PUB -

Os autarcas do Litoral Alentejano reuniram recentemente com o ministro Pedro Nuno Santos para sensibilizar o governante para a necessidade de investimento nas acessibilidades à região, revelou na passada quinta-feira o presidente da Câmara de Alcácer do Sal.

Vítor Proença, que preside também à Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral (CIMAL) falava na reunião do executivo municipal, informando a vereação do resultado da reunião dos autarcas da região com o ministro das Infra- -estruturas.

Nesse encontro, os eleitos dos cinco concelhos apresentaram ao governante os problemas das várias vias que carecem de investimento. No plano rodoviário, foram referidos, por exemplo, os casos da falta de bermas na Estrada Nacional 252, na zona da Comporta, e a urgência da criação, “no prazo de oito anos”, segundo frisou Vítor Proença, de uma auto-estrada entre Sines e Odemira, tendo em conta o isolamento do concelho mais a sul desta região.

- PUB -

Já no que toca à ferrovia, o autarca de Alcácer do Sal deixou bem claro que o transporte de passageiros é uma exigência em que os autarcas dos cinco municípios vão “continuar a insistir”. Alcácer quer voltar a ter comboios de passageiros. De acordo com Vítor Proença, o ministro mostra compreensão, mas não há soluções à vista. “Há acordo nos princípios, mas não há resposta”, refere o presidente da CIMAL.

Preço da água em Alcácer não aumenta

Na reunião de quinta-feira o executivo municipal decidiu, por unanimidade, manter as tarifas de água, saneamento e resíduos para 2023. O presidente da autarquia sublinhou que a decisão de não aumentar estas tarifas vai em contraciclo com a orientação nacional.

- PUB -

“Temos de ter noção que é uma decisão contrária áquilo que o Governo e a ERSAR [Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos] estão a exigir aos municípios, que é aumentar os preços”, vincou Vítor Proença.

O autarca comunista acrescentou que, com esta decisão, a cobertura das receitas relativamente às despesas com estes sistemas cai de 70% para menos de 65%. “O município, ao mentar este tarifário está a dar rendimento às pessoas, é uma forma de apoio social”, disse Vítor Proença.

Por parte da oposição, o vereador Gabriel Geraldo disse que o PS está “ao lado desta posição do executivo” e que, “neste período que atravessamos, é de salientar esta tomada de posição”.

Cruzamento junto à rodoviária vai dar lugar a rotunda

O cruzamento na Avenida José Saramago, junto ao terminal rodoviário e ao centro de saúde, vai ser transformado numa rotunda. Nesta última reunião de câmara foi aprovada a proposta com as especificações técnicas da intervenção. A obra vai custar 241 mil euros.

O presidente da câmara defendeu que se trata de uma “intervenção extraordinariamente importante” para “atenuar, regular, o trânsito e acautelar a segurança” numa zona onde “há pessoas que atravessam, para o terminal rodoviário, para o Minipreço e para os bairros próximos”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Sexta-feliz chega ao concelho para dar “mais tempo” aos funcionários

PartYard decidiu dar as tardes de sexta-feira aos trabalhadores para melhorar o seu rendimento

O sangue e o oxigénio dos Tribunais

Ninguém duvida que os oficiais de justiça são essenciais para a Administração da Justiça.

Autoeuropa anuncia unidade 1 milhão do T-Roc que vai rodar noutro continente

Número redondo foi anunciado pela direcção da fábrica de Palmela. Automóvel já tem destino traçado
- PUB -