9 Fevereiro 2023, Quinta-feira
- PUB -
InícioEmpresas“Vivemos o ano com os maiores desafios que já tivemos”

“Vivemos o ano com os maiores desafios que já tivemos”

Setcereal, marca referência no distrito na área de alimentação animal, alerta para o factor “incerteza” que está a afectar os mercados

 

- PUB -

Depois de dois anos muito difíceis devido à pandemia, agora fazem- -se as contas ao exercício de 2022, ano já menos influenciado por esse factor. Feitas as contas e num primeiro balanço os indicadores são animadores. “Apesar dos diversos desafios com que nos deparamos no decorrer deste ano não podemos deixar de considerar que o balanço é positivo”, destaca Joana Almeida, empresária e gestora comercial da Setcereal. “Os maiores desafios que tivemos”, acrescenta, “foram a manutenção dos postos de trabalho e a grande dificuldade de contratação de novos elementos para a equipa”. Numa análise ao mercado, Joana Almeida, refere, “sem dúvida”, que o sector da alimentação animal sofreu, “e muito”, com as incertezas que têm estado a afectar os mercados este ano. As principais matérias-primas utilizadas na produção dos alimentos para animais, frisa, “tiveram reduções de produção importantes e os preços aumentaram exponencialmente, em parte devido a factores directos, mas também devido à especulação”. Pese embora este cenário as previsões para 2023 não deixam de ser, no mínimo, optimistas, diz Joana Almeida. “O nosso objectivo principal para o ano que vai entrar é crescer pelo menos ao nível da inflação para não perdermos a competitividade”. A Setcereal possui quatro lojas abertas ao público – Azeitão, Fernão Ferro, Moita e Palmela, e distribuição própria para revenda, além da loja online “Zorba Pet”.

Um percurso baseado na sustentabilidade

A empresa apresentou-se ao mercado em 1994. Altura em que os alimentos para os animais de companhia começaram a surgir no mercado, a Setcereal começou com uma pequena loja e uma pequena distribuição, que não ia além de três concelhos da região. Para esse trabalho contava com dois empregados, um que fazia auto venda de pet foods e contava apenas com seis referências entre húmidos (latas) e secos (estúrdio e granulados em sacos) e uma única viatura, outro que estava na loja. Em 1996 passou a distribuir a marca Friskies da Nestlé, mudou de armazém e passou a ter uma capacidade de armazenagem de 100 paletes e dois vendedores para a península de Setúbal.

- PUB -

Em 2000 deu-se a mudança para as instalações onde se encontra hoje, no Pólo Industrial, Brejos dos Carreteiros, Quinta do Anjo, Palmela. Em 2006, a Seteceal abre portas em Fernão Ferro. Uma oportunidade que surgiu depois de um dos clientes da empresa ter encerrado a sua actividade. Assumiu a posse por arrendamento, onde inicialmente se vendia muitos produtos de drogaria, ferragens, ferramenta, adubos e fitofarmacêuticos, após alguns meses estava a funcionar com todos os tipos de produtos que trabalha atualmente. Quatro anos depois, em 2010, com a crescente procura, sentiu a necessidade de expandir o negócio pela zona de Azeitão, e assim implantar-se mais no distrito foi quando surgiu a possibilidade de uma parceria nos viveiros de plantas Matéria Verde, produtos para animais de companhia e para animais de quinta.

Um pouco mais tarde, em 2016, quando se dá a insolvência da centenária Casa Lanchinha, na Moita, aproveitando as suas infra-estruturas e ramo de negócio abre as portas como Setcereal na Zona Industrial Quinta da Machada. Hoje, a empresa, fora as inúmeras marcas que comercializa, tem a representação da grande marca alemã Happy Dog e Happy Cat, para cinco distritos, contando com uma frota de dez viaturas que percorrem mais de 40.000 Kms por mês. Tem uma capacidade de armazenagem de mais de 5000 paletes. Conta com a colaboração de cerca de 40 funcionários, 1900 clientes de revenda e mais de 8000 clientes assíduos, com cerca de 120 visitas diárias por loja.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Estação de combustível da Repsol assaltada esta tarde em Setúbal

Indivíduo fugiu com o dinheiro da caixa. Ameaçou os funcionários com uma faca. Já são três os assaltos registados nos últimos quatro dias

Novo 10 de portas fechadas após polémica que envolve dívida de 700 mil euros

Empresário apresentou proposta ‘promissora’, que acabou por deixar proprietário do espaço de mãos a abanar

Café na baixa de Setúbal assaltado esta manhã

Crime decorreu por volta das 10h30, com a proprietária a pedir ajuda a comerciantes e pessoas que transitavam perto do local
- PUB -