25 Janeiro 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioEmpresasReforço do trabalho em parceria foi chave para continuar a conquistar mercado

Reforço do trabalho em parceria foi chave para continuar a conquistar mercado

A terminar um ano de 2021, cheio de desafios, o balanço feito no seio da C.Casas “é francamente positivo”. Paula Guerreiro, gerente da imobiliária setubalense fala mesmo “de um ano de superação” em face de toda a conjuntura nacional e mundial”.

- PUB -

Um cenário que apesar das contingências acabou por fortalecer ainda mais a estrutura da C.Casas assegura a empresária. “Foi um ano de estabelecer novas parcerias, com a comercialização de projectos imobiliários únicos, que se pautaram pelo sucesso comercial”.

O que lhe dá mais satisfação, acrescenta, “é verificar que o sucesso comercial e o volume de transacções realizadas, foram obtidas respeitando o ADN da empresa, onde os valores humanos estão acima de qualquer transacção imobiliária”.

A C.Casas, sublinha Paula Guerreiro, “é uma empresa sólida, consolidada com parcerias e clientes cuja relação é pautada por anos de relacionamento. Com uma mediação e consultadoria financeira, de proximidade, de personalização, de exclusividade para com os clientes preenche uma lacuna do mercado imobiliário.

- PUB -

Ao seu serviço tem profissionais, com todo o conhecimento para acompanhar os clientes em toda a fase do processo de mediação e principalmente na vertente de consultadoria financeira.

Conta com uma carteira nacional e internacional de investidores, e clientes particulares, onde apresentam soluções de investimento imobiliário e obtém a máxima rentabilidade ao colocar novamente o imóvel no mercado.

No segmento residencial, é uma empresa onde a qualidade da sua carteira está reconhecida no mercado, verificada pelo número de parcerias solicitadas por empresas de mediação imobiliária.

- PUB -

Os proprietários sabem, garante a empresária, “que a apresentação do imóvel, a sua promoção, a divulgação em portais de destaque nacional e internacional, formação dos consultores, a carteira de compradores exclusivos, da C.Casas, permitem obter o máximo de retorno financeiro do seu activo imobiliário.

Nas palavras de Paula Guerreiro, a marca C. Casas, “reflecte desde sempre o que o mercado pede actualmente; um atendimento personalizado, um foco no cliente, e principalmente a máxima discrição e a confiança do devido acompanhamento”.

Um exemplo desta postura no mercado está numa recente transacção imobiliária de um cliente inglês, que realizou uma aquisição sem estar presente em Portugal, veio apenas para a escritura. “Tratamos de tudo, desde o hotel para ficar, fomos pessoalmente ao aeroporto, visitas e locais a conhecer; demos todo o apoio que necessitou”. “Três dias inesquecíveis”, com consequências positivas;” o cliente já se prepara para novo investimento”, revela. “São os detalhes e a atenção que se dá, que marcam a diferença”.

Espreitando o futuro 2022, promete arrancar em força com a fase final do projecto imobiliário SKYLINE, luxury & design que foi comercializado em exclusivo. Estão a ser desenvolvidos novos projectos, novidades, novas parcerias que “a seu tempo serão divulgadas”.

Numa mensagem aos seus clientes e à comunidade em geral Paula Guerreiro expressa o seu desejo. “Um excelente Natal e um ano de 2022 juntos.

265 520 790 – 936 081 580 Email: [email protected]

Estrada da Baixa de Palmela, nº 32 Loja D.P

2900-528 Setúbal

Comentários

- PUB -

Mais populares

Duas das crianças feridas em acidente rodoviário em Palmela em estado grave

O sinistro envolveu três veículos ligeiros e obrigou ao corte de trânsito na EN 5 por mais de três horas

Morreu uma das crianças feridas em colisão automóvel no concelho de Palmela 

Menino tinha cinco anos e havia sido transportado no helicóptero do INEM para o Hospital de Santa Maria. Ontem acabou por não resistir aos ferimentos

MP acusa médico do Centro Hospitalar de Setúbal de homicídio por negligência em caso de morte de bebé num parto

Os factos ocorreram no dia 06 de Fevereiro de 2018, nos serviços de urgência de obstetrícia e estão relacionados com o parto de um feto morto
- PUB -