1 Outubro 2022, Sábado
- PUB -
InícioDossiê167º aniversárioBernardo Santos: Antigo ginasta passa a empresário

Bernardo Santos: Antigo ginasta passa a empresário

Assumiu ‘as rédeas’ do ginásio junto ao Parque Urbano de Albarquel e, em apenas seis meses, conseguiu crescer de 50 para 180 clientes. Próximo objectivo é estabilizar negócio e partir para outro

 

- PUB -

Por considerar que as condições do ginásio que frequentava há cerca de dois anos “não eram as melhores”, Bernardo Santos fez uma proposta em Dezembro último ao anterior dono do Oásis Fitness, situado junto ao Parque Urbano de Albarquel, e acabou por comprar o espaço.

Assumiu ‘as rédeas’ do negócio “no virar do ano” com o objectivo de “proporcionar aos clientes um melhor serviço”, estando agora a “conseguir estabilizar as coisas”. “Tenho tido muito trabalho, como qualquer pessoa em início de negócio, mas estamos a crescer bem. Os treinadores tinham pouca experiência, eram pouco qualificados. Agora sou eu que dou a maior parte das aulas e as pessoas gostam mais”, garante.

Apesar de se terem passado apenas seis meses, o jovem de 24 anos diz que o crescimento do espaço, “em diversos níveis”, é já visível. “Estamos a crescer bem e estou muito orgulhoso. Passámos de 50 para 180 clientes em apenas meio ano”.

- PUB -

Estes resultados, explica, estão “na diferença do Oásis Fitness para os outros ginásios”. “No meu ginásio, faço questão que os clientes sintam que o negócio está lá para os ajudar e não só para os fazer gastar dinheiro. Não é um sítio desleixado, o que faz com que as pessoas se sintam apoiadas. Além disso, fiz alguns investimentos em material e todos esses factores demostram um sentimento de preocupação para com o cliente”.

No entanto, a ideia inicial não era comprar o Oásis Fitness, mas sim adquirir “um outro negócio que o mesmo dono tinha em Lisboa”. “Ia fazer uma proposta para esse outro ginásio, mas ao falar com o antigo dono percebi que ele já não tinha interesse no espaço de Setúbal e que por isso é que havia uma má gestão. Decidi então apostar neste”.

O processo aconteceu “muito rápido”, até porque o jovem já tinha “alguma experiência na área do empreendedorismo”. “Antes de comprar o ginásio tinha um negócio on-line de venda de planos de nutrição, no qual já tinha quatro pessoas a ajudar-me”.

- PUB -

No entanto, quando avançou para a compra do Oásis Fitness, decidiu largar o negócio on-line. “Preferi o ginásio. É melhor a proximidade com o cliente. Dá-me mais satisfação”.

Quando assumiu a gestão do novo espaço, optou por reestruturar a equipa. “O Oásis Fitness tinha três treinadores e o dono. Preferi não ficar com nenhum dos treinadores e começar eu a dar as aulas”.

Se ao início “fazia praticamente tudo, menos a limpeza do espaço”, hoje já conta com uma equipa de quatro pessoas, na qual está incluída a namorada, que “trata da parte administrativa, marketing e redes sociais”. “Abdicou do seu emprego a full-time no mês passado para vir trabalhar comigo e agora dedicamo-nos os dois a 100% a este negócio”.

A próxima meta passa por distribuir algumas das funções que ainda hoje mantém “para tirar algum peso de cima dos ombros”. “Os meus dias são muito preenchidos. De segunda a sexta-feira dou uma aula às 06h30 e depois faço algumas coisas necessárias na parte administrativa. Às 11 horas dou outra aula e depois das 17h30 às 20h30 dou outras três aulas. Ao sábado também dou uma aula de manhã, que normalmente acontece na praia”.

No Oásis Fitness, os clientes podem optar por treinos individualizados ou por participar nas aulas de crossfit, actividade de alta intensidade praticada por Bernardo Santos “durante oito anos”. “Cheguei a ir a competições de crossfit e a tornar-me campeão nacional, mas já não treino muito. Nessa vertente estou ali é para ensinar os outros. Agora o que gosto mais de fazer, desde há cerca de três anos, é musculação”.

Ginástica surge aos três anos e termina por lesão no joelho

O desporto já está na sua vida desde que tinha três anos, idade com a qual começou “a fazer ginástica no Vitória FC todas as semanas, sem falhar”. Já aos 12 anos, ‘partiu’ para a Moita, uma vez que se apercebeu que “no Vitória FC não havia grande margem de progressão”.

“Dos 12 aos 16 anos estive na Sociedade Filarmónica Estrela Moitense, sendo que aos 13 fui ao Campeonato Mundial de Ginástica e fiquei em quarto lugar. Nos anos seguintes fui a mais um ou dois mundiais e fui a um europeu, no qual fiquei em 3.º lugar”, recorda.

Foi o joelho, ao qual foi operado quatro vezes, que o obrigou a deixar a ginástica. “A primeira operação aconteceu aos 14 anos. A partir daí foi deixando de dar para continuar a praticar, até que saí. Mas para continuar a estar activo, entrei no crossfit”. Também o halterofilismo já fez parte da sua vida, tendo sido “campeão nacional aos 17 anos e batido dois recordes nacionais”.

Comprar vivenda e abraçar novos projectos nos planos futuros

Formado em Matemática Aplicada à Economia e Gestão, Bernardo Santos chegou a inscrever-se “no melhor mestrado do País, na Universidade Católica”, mas acabou por sair “passado três dias”. “Não era a minha cena e nem cheguei a trabalhar na área. Optei por tirar um curso profissional, para poder desempenhar funções a nível do desporto, como ser personal trainer e dar aulas”.

Hoje diz sentir-se “realizado”, apesar de ainda ter dois objectivos por alcançar. “Gostava de comprar uma vivenda, com quintal, e gostava de encher o ginásio e apostar noutro. Não sei se abrir um de raiz ou pegar num já existente, mas a ideia é partir para outro”.

No fundo, o que pretende alcançar é “paz de espírito financeiro”. Para tal, começou também a “investir em mobiliário”. “Vou comprar agora o meu terceiro apartamento, para colocar a arrendar”. O capital, esclarece, “surgiu em grande parte dos planos de treino que fazia on-line”, com os quais chegou a fazer “entre 40 e 50 mil euros por mês de facturação”.

“Desde pequeno que digo que quero ser rico, mas comecei a entender que para ser rico não posso trabalhar para outra pessoa e que tenho de ter é negócios próprios e é nisso que quero continuar a trabalhar”, remata.

 

Bernardo Santos à queima-roupa

Idade 24 anos

Naturalidade Setúbal

Residência Setúbal

Área Desporto

‘Reinvestir’ é o seu nome do meio, para alcançar a “paz de espírito financeiro” que tanto ambiciona

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Alsa Todi não verá mais um cêntimo de Palmela se não cumprir o contrato

Município está indisponível para continuar a financiar o sistema e reclama à TML a aplicação de penalidades à operadora

Bombeira grávida de sete meses diz-se ‘injustamente dispensada’ de serviço

Autoridade para as Condições do Trabalho esteve no quartel da associação
- PUB -