23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Vitoriano Samuel Freire representa Cabo Verde nos Jogos Olímpicos

Vitoriano Samuel Freire representa Cabo Verde nos Jogos Olímpicos

Vitoriano Samuel Freire representa Cabo Verde nos Jogos Olímpicos

Momento histórico para o Vitória. O clube vai estar representado nos Jogos Olímpicos de Paris’2024, que decorrem na capital francesa entre 26 de Julho a 11 de Agosto, através da presença do atleta Samuel Freire, que vai correr a maratona por Cabo Verde, país onde nasceu há 33 anos. A confirmação da sua presença foi feita anteontem pela World Athletics, órgão que gere o atletismo mundial, na sua plataforma ‘Road to Paris’.

A presença de Samuel Freire no maior certame mundial desportivo deve-se às quotas de universalidade atribuídas aos países que não têm qualquer atleta qualificado para os Jogos Olímpicos deste ano como é o caso de Cabo Verde. Além do corredor vitoriano, que está há muito radicado em Portugal, na maratona masculina são 11 os atletas que conseguiram vaga por esta via.

- PUB -

A participação que teve, no passado mês de Fevereiro, na Maratona de Sevilha, prova em que estabeleceu o seu recorde pessoal na distância de 42,195 quilómetros, cortando a meta na 47.ª posição, em 02:11.01, estabelecendo o novo recorde de Cabo Verde. A marca ficou abaixo do registo de qualificação directo (2:08:10), mas que lhe permite a qualificação por estar dentro do mínimo B (2:12:30).

Samuel Freire será assim um dos 81 participantes na maratona masculina (70 por marca e 11 por vagas de universalidade), enquanto no sector feminino serão 97 mulheres (88 por marca e 9 por vagas de universalidade), segundo os números apresentados pela World Athletics, que poderia também ter elegido o atleta por estar como melhor cabo-verdiano no ‘ranking’ do órgão máximo da modalidade.

Há muito radicado em Portugal, Samuel Freire tem dupla nacionalidade e vai competir pelo seu país de nascimento numa altura em que é detentor do título de campeão português dos 10.000 metros. Em Abril, nas Caldas da Rainha, o luso cabo-verdiano, que é elegível para a classificação nacional por possuir dupla nacionalidade, cortou a meta em 28.28,93 minutos, estabelecendo um novo recorde pessoal.

- PUB -

A 21 de Abril, um dia após a conquista do título nacional dos 10.000 metros, Samuel Freire fez uma publicação no seu Facebook em que não escondia a alegria pelo momento vivido. “A dedicação, o empenho, a entrega total ao treino têm-me recompensado! Em Sevilha, com um bom desempenho na maratona, estabeleci o recorde de Cabo-Verde, e nas Caldas da Rainha, consegui um título de campeão de Portugal e recorde nos 10.000 metros do país que me viu nascer”.

O vitoriano fez questão de sublinhar que os resultados obtidos que fizeram parte do percurso que lhe permitiu chegar à próxima edição dos Jogos Olímpicos, só foi possível graças ao apoio de quem tem estado consigo. “Muito obrigado a todos os que me tem ajudado nesta caminhada, especialmente ao meu colega de treino e grande mentor, o enorme Samuel Barata, sem ele nada disto seria possível”, começou por dizer, vaticinando que “mais e melhor está para vir”.

Samuel Freire também não esqueceu o Vitória na hora dos agradecer. “Muito obrigado ao meu clube pelo indispensável apoio, sem ele não poderia investir nos estágios em altitude, indispensáveis para chegar a este nível”, disse, acrescentando: “muito obrigado aos meus colegas de grupo de treino, Afonso e Hugo, que estão sempre disponíveis para me ajudar nesta superação. Ao apoio do GFD na ajuda na recuperação e fisioterapia. Um agradecimento também à equipa multidisciplinar da YouFirst24 pelo apoio até ao sonho olímpico”.

- PUB -

Curiosamente, nessa prova o vitoriano correu ao lado do seu “colega e mentor” Samuel Barata, do Benfica, até ao último quilómetro, momento em que acelerou e deixou para trás o campeão de Portugal por quatro vezes, que vai estar ao lado de Samuel Freire na maratona olímpica de Paris, evento em que será, a par de Susana Godinho, os únicos representantes masculinos portugueses a correr a maratona em Paris.

Em todas as provas em que tem participado, independentemente da envergadura das mesmas, o vitoriano tem estado em destaque. Exemplo da forma séria como aborda todas as corridas em que participa foi dado recentemente na cidade sadina. A 28 de Abril, Samuel Freire repetiu o triunfo que tinha alcançado na edição de 2023 da prova masculina da Alegro Meia-Maratona de Setúbal.

O cabo-verdiano conseguiu na 34.ª edição da prova estabelecer um novo recorde da prova, ao terminar a distância de 21,1 quilómetros que se correu entre o centro comercial Alegro Setúbal e o Largo José Afonso, com o tempo de 1:06.46 horas, menos 03.04 minutos que o anterior máximo, estabelecido em 2018 em 1:09.50. Duas semanas depois de vencer a Meia-Maratona de Setúbal é oficial: o vitoriano Samuel Freire vai participar na maratona olímpica.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -