16 Junho 2024, Domingo

- PUB -
Reforço Cláudio Pedroso brilhou na estreia a ganhar do andebol vitoriano

Reforço Cláudio Pedroso brilhou na estreia a ganhar do andebol vitoriano

Reforço Cláudio Pedroso brilhou na estreia a ganhar do andebol vitoriano

Nove golos do jogador contratado ao Belenenses foram decisivos para o êxito

 

Após a derrota (24-29) sofrida com o Sporting na ronda inaugural do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão de Andebol 2022/23, o Vitória estreou-se sábado a ganhar na competição no duelo, da 2.ª jornada, travado na casa da Associação Desportiva e Académica da Maia, por 23-31. Para a conquista do triunfo contribuíram os nove golos apontados por Cláudio Pedroso, lateral contratado esta época ao Belenenses, que se cotou como o melhor marcador da partida.

- PUB -

Cláudio Pedroso, que na temporada transacta ajudou o conjunto do Restelo a terminar a prova no 4.º posto da tabela, junta os nove golos agora apontados aos cinco que já tinha ‘facturado’ na partida disputada na semana anterior diante do conjunto leonino. Os 14 tentos que o experiente atleta leva até ao momento permitem que siga no grupo dos segundos melhores artilheiros da prova, apenas atrás de Délcio Pina, do Marítimo, que soma 15 golos.

Com um total de 10 títulos no currículo, um dos quais uma Taça Challenge e três Campeonatos, Cláudio Pedroso, internacional português que foi o principal artilheiro do Belenenses nas últimas duas temporadas, com um total de 291 golos em 67 partidas, envergou antes da sua chegada a Setúbal, além do Belenenses, as camisolas do Passos Manuel (formação), Benfica, Madeira SAD e Sporting.

Na partida de sábado diante da ADA Maia, Victor Talmazan (reforço ex-Boa-Hora), que tinha sido (com oito golos) o melhor marcador no encontro com os sportinguistas, apontou quatro tentos frente ao emblema maiato. Além do atleta com dupla nacionalidade (portuguesa e moldava), de 21 anos, o português Artur Pereira, ponta de 24 anos que fez toda a sua carreira no Vitória, também fez quatro golos.

- PUB -

Mesmo não tendo sido tão produtivos na finalização como Cláudio Pedroso, Victor Talmazan e Artur Pereira, outros atletas do plantel liderado pelo treinador Luís Monteiro, inscreveram os seus nomes na lista de marcadores sadinos na Maia. António Machado e João Ferreira (ambos com três golos), Jan Kleineidam, Rafael Paulo e Nuno Roque (todos com dois) e José Rebelo e João Gamboa (ambos com um).

Com o resultado obtido no Pavilhão Municipal da Maia, o conjunto setubalense segue agora na 6.ª posição, com quatro pontos, em igualdade pontual com o FC Porto. À frente na tabela classificativa seguem cinco clubes, todos com seis pontos, que se mantêm 100%  vitoriosos: Benfica, Sporting, Póvoa AC, ABC e Águas Santas. Na próxima jornada, os verdes e brancos vão tentar roubar os primeiros pontos a um dos líderes: o Benfica.

A partida da 3.ª jornada está agendada para as 15 horas de sábado, no Pavilhão n.º 2 da Luz. Apesar de terem pela frente um oponente poderoso, que chega a este jogo após os êxitos alcançados com a ADA Maia (31-22) e, mais recentemente, com o GC Santo Tirso (25-35), os comandados de Luís Monteiro, que terminaram a edição 2021/22 do Campeonato na sétima posição, prometem tudo fazer para surpreenderem o conjunto lisboeta no seu reduto.

- PUB -

 

Encontro de treinadores de futebol esta quinta-feira

 

Entretanto, Luís Monteiro, treinador da equipa principal de andebol do Vitória, participa quinta-feira na quarta sessão do ciclo Conferências do Forte, no Forte de Albarquel, em Setúbal. Ao lado do técnico dos sadinos estará também Danilo Ferreira, seleccionador nacional de andebol em cadeira de rodas.

Com início às 18h30 e apresentação do jornalista Paulo Sérgio, a conferência com o título “Desporto – Passado de Sucesso e Futuro Promissor” é o quarto evento do ciclo organizado pela Câmara Municipal de Setúbal, que teve início em 20 de Janeiro.

A primeira sessão das Conferências do Forte teve o tema “Ouro Olímpico – A história de um percurso”, tendo como convidado o triplista Pedro Pichardo, que então já tinha conquistado para Portugal a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio, Japão, e depois repetiu o feito nos Campeonatos do Mundo de Atletismo de 2022, em Eugene, Estados Unidos da América, e nos Campeonatos da Europa de 2022, em Munique, Alemanha.

Seguiu-se, a 24 de Fevereiro, o encontro “Futebol de Praia – o percurso da seleção portuguesa na última década”, que contou com as participações do selecionador nacional de futebol de praia, o setubalense Mário Narciso, e do antigo jogador e actual coordenador nacional de futebol de praia, João Vítor Saraiva, conhecido como Madjer.

A terceira conferência aconteceu em 23 de Junho, sob o título “Futebol Feminino – Uma afirmação cada vez mais visível”, com a treinadora de futebol Susana Cova e o vice-presidente da Escola de Futebol Feminino de Setúbal, Joaquim Bravo, como convidados.

A iniciativa da próxima quinta-feira decorre pouco tempo depois de a autarquia setubalense ter distinguido Luís Monteiro com a medalha honorífica na classe ‘Desporto’. Além do treinador do andebol vitoriano, também foram agraciados Eduardo Guilherme, Arlindo Roda, José Martinez, Ricardo Formosinho, Renato Paiva, Sandro Mendes e Paulo Catarino.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -