19 Junho 2024, Quarta-feira

- PUB -
“Jogo de extrema importância e responsabilidade para o Vitória”

“Jogo de extrema importância e responsabilidade para o Vitória”

“Jogo de extrema importância e responsabilidade para o Vitória”

Favoritismo do Casa Pia não esmorece ambição sadina de surpreender equipa da I Liga

 

A contar para os oitavos-de-final da Taça de Portugal, o Vitória, da Liga 3, defronta hoje (19:45 horas), no Bonfim, o Casa Pia com o objectivo de surpreender o clube sensação da I Liga e avançar para os quartos-de-final da prova rainha. Apesar da diferença e escalões, o treinador Luís Loureiro assegura que a equipa está preparada e vai lutar para fazer jus ao historial dos sadinos numa competição que venceram em três ocasiões. “Temos a nossa percentagem de poder levar de vencido o adversário e é a isso que nos vamos agarrar, apesar de sabermos que o jogo não será nada fácil”, admitiu o técnico em conferência de imprensa.

- PUB -

 

No jogo em que o Vitória volta a ter adeptos nas bancadas do Bonfim, de que forma está a equipa a encarar o duelo frente ao Casa Pia, actual 5.º classificado da I Liga?

É bom voltar a ter público no nosso estádio. Esse aspecto representa uma mais-valia num jogo em que sabemos o que vamos encontrar pela frente. O Casa Pia tem feito uma época excepcional. É o 5.º classificado, tem a terceira defesa menos batida da prova, é uma equipa muito solidária e com grande capacidade. No nosso caso, não atravessamos o melhor momento, mas a Taça de Portugal é uma competição diferente em que o Vitória tem um historial muito forte. Independentemente da diferença de escalões, temos a nossa responsabilidade.

- PUB -

E quanto ao favoritismo?

O Vitória não é favorito e há que assumi-lo com toda a naturalidade. Defrontamos uma equipa do primeiro escalão que está a fazer um excelente campeonato. No entanto, temos a nossa percentagem de hipóteses em poder levar de vencido o adversário e é a isso que nos vamos agarrar, apesar de sabermos que o jogo não será nada fácil.

Para terem sucesso, qual a estratégia a utilizar?

- PUB -

Posso dizer que preparámos o jogo durante a semana, observámos o adversário e focámo-nos no que podemos controlar quando começar o jogo. Tudo o que entre num panorama mais técnico ou táctico fica para nós. Amanhã veremos como a equipa se vai apresentar em campo. Estamos preparados.

A estratégia poderá passar por dar a iniciativa do jogo ao adversário?

Em todos os jogos, em qualquer equipa que queira ser forte, é fundamental tentar explorar as deficiências do adversário e anular os pontos mais fortes. É algo que é notório em qualquer jogo. Os jogos decidem-se cada vez mais nos pormenores. Contra equipas de escalão superior que teoricamente são mais fortes teremos de ser muito mais atentos e espertos nesses momentos.

Como sentiu a equipa na preparação do jogo no decorrer da semana?

Cheguei há 15 dias e, infelizmente, o primeiro jogo (derrota, 1-0, com Sporting B na Liga 3) não foi o que esperávamos. Neste momento, não estamos como desejaríamos, mas a convicção que tenho é que coisas muito boas virão daqui para a frente. Em relação ao jogo e contexto, tem de haver um equilíbrio. Motivação a mais também pode prejudicar. Vamos tentar manter algum equilíbrio num jogo de extrema importância e responsabilidade para o Vitória.

 

 

Defesa João Freitas garante máxima motivação: “Preparados para sofrer e ser bastante solidários”

 

De que forma está a equipa a encarar o jogo da Taça de Portugal com o Casa Pia?

Com claro otimismo, apesar de os nossos resultados não virem a ser o que queríamos. A Taça é uma competição diferente, vamos enfrentar um adversário de I Liga e, por isso mesmo, a motivação tem de ser intrínseca. Encaramos o jogo com máxima motivação e respeito pelo Casa Pia.

Considera que este é o jogo mais fácil que têm pelo facto de a pressão estar do lado do adversário?

Não creio que seja o jogo mais fácil. Vamos defrontar uma equipa que está em 5.º lugar na I Liga e, como é óbvio, a pressão está do lado deles. Temos a nossa responsabilidade e, dentro das nossas possibilidades, vamos tentar ganhar o jogo.

Na presente edição da Taça de Portugal, já eliminaram o Paços de Ferreira, da I Liga. Apesar da diferença de escalões na partida com o Casa Pia, a história do Vitória pode atenuar essa diferença?

Todos os que cá estão têm noção do historial do Vitória na Taça de Portugal. Queremos respeitá-lo e honrá-lo, apesar de sabermos que a realidade do clube é agora diferente do Casa Pia, mas isso não nos impede de tentar honrar a história do Vitória.

Na generalidade, os jogos da Liga caracterizam-se pelo equilíbrio. Estão preparados para defrontar um adversário que vai ser mais pressionante e dominante?

Temos de estar preparados para sofrer e ser bastante solidários. Do outro lado, vamos ter uma equipa com muita qualidade. Sabemos os pontos fortes e menos fortes, vamos tentar explorá-los e anular os mais fortes. Mesmo que isso possa não vir a acontecer, temos de estar preparados para ter menos bola. Temos de ser solidários, uma verdadeira família porque do outro lado está uma equipa com uma grande qualidade.

 

 

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -