12 Junho 2024, Quarta-feira

- PUB -
“Despeço-me no clube que mais amo e no estádio dos meus sonhos”

“Despeço-me no clube que mais amo e no estádio dos meus sonhos”

“Despeço-me no clube que mais amo e no estádio dos meus sonhos”

Aos 25 anos de idade, Joana Simões, guarda-redes da equipa principal feminina do Vitória, anunciou que vai colocar um ponto final na sua carreira. A decisão foi anunciada pela jogadora nas suas redes sociais Instagram e Facebook depois de ter actuado no sábado (dia em que celebrou o seu aniversário), no Estádio do Bonfim, na derradeira jornada do campeonato nacional da 2.ª divisão frente ao Boavista (triunfo sadino por 3-1), que confirmou o 3.º lugar na competição.

No texto que escreveu, a guardiã não escondeu a emoção e alegria de pendurar as luvas e chuteiras no clube que mais ama. “Se há uns meses tinha dúvidas se devia ou não deixar de jogar, foi quando vi a data do último jogo que tive a certeza que era a decisão correta. Tive a oportunidade de me despedir do que mais amo, no clube que mais amo, no meu dia de anos, no estádio dos meus sonhos”, escreveu a vitoriana, destacando os feitos atingidos.

- PUB -

“Conquistei tudo o que me propus a conquistar: fui campeã nacional duas vezes, uma pelo Quintajense FC e outra pelo clube do meu coração, o Vitória Futebol Clube, onde todos os sonhos aconteceram. Vim para o Vitória – sonho realizado –, joguei no estádio do Bonfim – sonho realizado –, fui campeã nacional – sonho realizado”, vincou Joana Simões, explicando, que a dificuldade de conciliar os estudos com a prática desportiva esteve na origem da decisão de deixar de jogar.

“Deixo uma das coisas que mais amo por ser o melhor para o meu futuro, porque há oportunidades profissionais que só passam uma vez, e não quero olhar para trás e arrepender-me de não ter seguido o meu destino”, escreveu a atleta que, além de ter representado o seu Vitória, alinhou no CCD Brejos de Azeitão, Quintajense FC, Atlético CP, Gil Vicente FC e Amora FC.

Em jeito de balanço acrescenta: “Foram anos e anos de aventuras incríveis com pessoas incríveis, de norte a sul do país, sem fins-de-semana fora, sem o devido descanso, sempre a treinar, a conciliar com os estudos, depois com o trabalho, com o trabalho e os estudos ao mesmo tempo, sempre dando 100% de mim quando estava bem mentalmente para o fazer”.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -