23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Andebol: Vitória permite reviravolta vimaranense no arranque da fase de permanência

Andebol: Vitória permite reviravolta vimaranense no arranque da fase de permanência

Andebol: Vitória permite reviravolta vimaranense no arranque da fase de permanência

Sadinos perdem 26-30 num jogo que venciam por quatro golos a 15 minutos do fim

 

 

- PUB -

Na jornada de estreia do Grupo C do Campeonato Placard Andebol 1, o Vitória não conseguiu evitar a derrota, por 26-30, com o seu homónimo de Guimarães no duelo realizado sábado no Pavilhão Antoine Velge. Os sadinos, que ao intervalo venciam por 16-15, lideraram o marcador por quatro golos até aos 45 minutos, mas permitiram que os minhotos invertessem o rumo dos acontecimentos na recta final do encontro, carimbando o triunfo em Setúbal.

Apoiados por muitos adeptos nas bancadas do pavilhão em que tiveram entrada gratuita, os verdes e brancos entraram fortes, conseguindo impor o seu ritmo logo nos minutos iniciais. Mais consistentes e organizados no primeiro período do jogo, os comandados de Pedro Pinheiro, apesar de ocuparem a última posição da tabela e de terem pela frente o líder do grupo, venciam com naturalidade à entrada para os derradeiros 15 minutos.

Na partida que marcou a estreia de José Sampaio como novo técnico do conjunto de Guimarães, os vimaranenses conseguiram a reacção depois de o adversário pedir um desconto de tempo numa altura em que os setubalenses tinham alcançado um parcial de quatro golos de diferença. Surpreendidos pela forma como o oponente regressou ao jogo, os anfitriões não tiveram capacidade para suster as dinâmicas introduzidas em que foram decisivas para a reviravolta no marcador.

- PUB -

No jogo em que o lateral francês Vincent Maguy, de 27 anos, foi o melhor marcador do encontro com 10 golos cruciais para o êxito dos minhotos, os sadinos tiveram em Nuno Roque (sete golos) o seu homem mais concretizador. No capítulo da finalização, Diogo Campos (cinco), Alexandre Pereira e Duarte Pereira, ambos com quatro tentos cada, também estiveram em evidência do lado da turma da casa.

Num duelo em que os sadinos tiveram dois jogadores excluídos por dois minutos (Victor Talmazan e João Gamboa), enquanto os vimaranenses tiveram três (Mário Pereira, Matheus Pereira e Carlos Bandeira), o treinador Pedro Pinheiro viu do banco de suplentes outros três elementos inscreverem os seus nomes como marcadores de serviço na ficha de jogo: João Gamboa, Artur Pereira e Victor Talmazan (todos com dois).

Após a derrota (26-30), o Vitória sadino mantém-se no último lugar da classificação (14 pontos), atrás do Artística Avanca (18) e FC Gaia (19), emblemas que empataram (17-17) na jornada de estreia do Grupo C. Já o Vitória de Guimarães, que arrancou a nova fase com um triunfo, mantém a liderança, com 22 pontos. Na próxima jornada, a equipa de Setúbal volta a actuar no Pavilhão Antoine Velge, desta vez diante da equipa de Vila Nova de Gaia. O encontro está marcado para sábado, às 15h00.

- PUB -

Refira-se que nos três duelos travados entre os dois “Vitórias” na presente temporada, o do passado sábado foi o que terminou com o resultado mais desnivelado (quatro golos de diferença). Há menos de dois meses o duelo em Setúbal, da 18.ª jormada da 1.ª fase foi equilibrado e os minhotos venceram por 33-32, tal como já tinham feito na primeira volta da competição, em Guimarães, cidade em que triunfaram, por 37-35 (ambos por dois golos de diferença).

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -