12 Junho 2024, Quarta-feira

- PUB -
A notícia que os adeptos queriam ouvir: “o nosso capitão não abandona o barco”

A notícia que os adeptos queriam ouvir: “o nosso capitão não abandona o barco”

A notícia que os adeptos queriam ouvir: “o nosso capitão não abandona o barco”

“Setúbal e o Vitória estão-te na pele, mas acima de tudo, no coração”, frisa clube sadinos

 

Ontem, dia em que o Vitória regressou ao trabalho no Estádio do Bonfim, a principal novidade não foi o anúncio do mais recente reforço, mas a renovação de contrato com Zequinha, jogador mais emblemático da história recente do clube. Depois de ter terminado em junho passado o vínculo entre ambas as partes, o emblema setubalense oficializou agora a renovação de contrato até 2024 com o avançado de 36 anos.

- PUB -

Na publicação em que anunciou a continuidade do jogador formado na ‘cantera’ sadina, os responsáveis vitorianos fizeram questão de aludir ao facto de Zequinha ser, em todos os escalões, o melhor marcador de sempre dos verdes e brancos. “Com 350 golos ao serviço do Vitória, o nosso capitão não abandona o barco e está pronto para continuar a quebrar recordes. Setúbal e o Vitória estão-te na pele, mas acima de tudo, no coração”, lê-se.

Para os adeptos vitorianos a notícia da continuidade do capitão foi recebida com enorme satisfação, levando-os inclusivamente a não regatearem elogios a quem dirige actualmente a estrutuea por terem conseguido “segurar” o atacante que foi na última temporada o melhor marcador da Liga 3, com 15 golos. Já antes, em 2021/22, depois de o Vitória ser relegado da I Liga ao terceiro escalão, o atleta destacou-se ao apontar 16 golos no Campeonato de Portugal.

O momento da renovação de Zequinha ganha ainda mais relevância pelo facto de no passado mês de Maio ter admitido, depois de o Vitória ser relegado ao quarto escalão do futebol nacional, a possibilidade de rumar a outras paragens ou até terminar a carreira. “Neste momento tenho de ponderar tudo, desde terminar a carreira a poder abraçar outro”, disse na altura.

- PUB -

A vontade de ajudar o clube do seu coração a reerguer-se e o desejo do Vitória, que tem agora Zé Pedro como treinador, e Edinho como director técnico (ex-jogadores que também deixaram a sua marca no Bonfim), em continuar a contar com Zequinha nas fileiras foram decisivos para o desenlace que vai permitir ao atleta continuar a aumentar o número de golos que leva pelo emblema da sua cidade natal.

“Alma. Querer. Garra. Determinação. Força de vontade. Tantos são os adjectivos que caracterizam o nosso Zequinha, que hoje (domingo) atingiu a impressionante marca de 350 golos ao serviço do Vitória Futebol Clube. Com o nosso símbolo ao peito e com a pontaria sempre direcionada à baliza, desde criança até aos dias de hoje continua a dar-nos motivos para sorrir ”, lê-se no texto que, em Fevereiro de 2023, o clube publicou a assinalar o feito.

O atacante nascido em Setúbal em 1987 fez toda a sua formação no Vitória até 2003/04. Os bons desempenhos nos escalões jovens levaram-no na época seguinte a rumar ao FC Porto, clube que mais tarde o emprestou ao Tourizense, Penafiel, Gondomar e Gil Vicente. Em 2009/10 representa o Olhanense e na época seguinte o Fátima, experiência que antecedeu a sua ida para a Grécia, país onde jogou no Larissa e Panthrakikos.

- PUB -

Em 2013/14, pela mão do treinador José Couceiro regressa ao Bonfim para envergar desta vez a camisola da equipa principal do seu Vitória, clube onde permanece até 2015, altura em que as poucas oportunidades que lhe são concedidas pelo técnico Quim Machado o fazem rumar ao Arouca. Seguiram-se Nacional e Atlético de Kolkata (Índia) antes de regressar em definitivo a Setúbal, em 2018/19, estando desde aí ao serviço do clube do seu coração.

 

Portas abertas no treino de hoje (10 horas) no Bonfim

 

No dia em que abriram as portas da oficina no Bonfim, o dia foi dedicado à realização dos exames médicos e testes físicos. Os jogadores que vão compor o plantel treinado por Zé Pedro, que chega a Setúbal depois de ter na época passada estado ao serviço da BSAD, já estiveram no relvado para fazerem trabalho físico, que vai nos próximos ganhar intensidade de forma a aprimorar a condição dos atletas.

Ao contrário de ontem, em que os jogadores estiveram longe de olhares curiosos, hoje, a partir das 10 horas, os adeptos vitorianos vão poder saciar a fome de bola ao poderem assistir, no Estádio do Bionfim, ao primeiro apronto às ordens de Zé Pedro. Os vitorianos vão ter oportunidade de ver as caras novas que compõem a equipa que vai em 2023/24 participar no Campeonato de Portugal com o objectivo claro de subir de divisão.

Recorde-se que, até à data, os vitorianos já apresentaram nove reforços: Riccardo Galli (guarda-redes, ex-Lusitânia de Lourosa), Joel Monteiro (lateral-direito, ex-Amora), Tiago Duque (defesa-central, ex-Amora), Gonçalo Maria (lateral-esquerdo, ex-Belenenses), Ézio Pinto (lateral-esquerdo, ex-Juventude de Évora), Caleb (médio ofensivo, ex-Amora), Mauro Antunes (médio, ex-Belenenses), Flavinho (extremo, ex-Belenenses) e Diogo Balau (extremo, ex-Serpa).

A juntar a estas nove aquisições e à renovação – ontem conhecida – de Zequinha por uma temporada, os vitorianos já tinham oficializado na quarta-feira a renovação de contrato e promoção à equipa principal do defesa Guilherme Santos (19 anos) e João Marouca (23), atletas do Vitória B que se sagraram campeões da 2.ª Divisão Distrital da Associação de Futebol de Setúbal na época passada.

 

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -