2 Março 2024, Sábado
- PUB -
InícioDesportoSão Domingos critica denominação do ‘Troféu Clubes Centenários de Setúbal’

São Domingos critica denominação do ‘Troféu Clubes Centenários de Setúbal’

“Dão a entender que só existem dois clubes centenários em Setúbal”, acusa presidente Miguel Aleixo

 

- PUB -

 

Vitória FC e UF Comércio e Indústria, principais referências do futebol sénior da cidade, discutem hoje, a partir das 10:30 horas, o Troféu Clubes Centenários de Setúbal, evento que está a ser manchado pela polémica em torno da denominação da iniciativa porque o São Domingos FC, emblema fundado a 28 de Março de 1921, critica a denominação da iniciativa (“Troféu Clubes Centenários de Setúbal”).

Acompanhada por uma fotografia que mostra uma placa alusiva ao facto de o São Domingos ser uma instituição de utilidade pública, medalha de prata da cidade em 2021 e ser membro fundador da AFS, o presidente Miguel Aleixo mostrou o seu desagrado num texto publicado no Facebook em que acusa de se “dar a entender que só existem dois clubes centenários na cidade de Setúbal na modalidade futebol”.

- PUB -

O líder do São Domingos acrescenta: “Para certos cromos, só existem dois clubes em Setúbal, mas os outros merecem o devido respeito e nada mais que isso, pois os únicos clubes centenários da cidade e fundadores da Associação de Futebol de Setúbal, que continuam a praticar a modalidade futebol, são o VFC, UFCI e SDFC”, escreveu o dirigente exigindo “respeito pelos clubes mais pobres da cidade, mas que nada devem a ninguém, nem se vendem a outros clubes de maior calibre”.

Miguel Aleixo finaliza o comentário que fez no Facebook do Vitória com uma garantia: “preferimos ser um clube de bairro, com os nossos próprios princípios e, sobretudo, com orgulho por continuarmos a fazer o que temos feito até agora, sem campos próprios e sem o apoio que se dão a uns e não a nós”.

 

- PUB -

“Calúnia inaceitável”, dizem alvinegros

 

Em resposta às acusações do líder do São Domingos, a direcção do Comércio e Indústria manifestou em comunicado “a sua indignação e lamento pelas palavras do presidente do São Domingos FC”. Os alvinegros começam por dizer que “ao ser intitulado de Troféu Clubes Centenários de Setúbal, designação onde não participou o elenco directivo do UFCI, para um jogo de seniores, importa recordar que, dos três emblemas com a longevidade respectiva, apenas o VFC e o UFCI possuem plantéis a disputar competições oficiais do escalão etário superior”.

No texto publicado ontem, o Comércio e Indústria repudia a acusação que lhe é feita de “se vender a outros clubes de maior calibre”, conforme escreveu Miguel Aleixo. “Acusar o UFCI de modo velado como um clube vendido, ultrapassa os limites da decência e denuncia uma calúnia inaceitável numa base de desinformação e desconhecimento sobre um acordo assente no respeito recíproco entre duas associações merecedoras de um tratamento condigno”.

E acrescentam: “evidenciar estigmas de menoridade, ao alegar menorização, nunca praticada por terceiros, não é compatível com o estatuto histórico do São Domingos na cidade nem com a interpretação que o UFCI faz do associativismo e das regras de comportamento e relacionamento no universo desportivo”, lê-se no comunicado ontem emitido pelos alvinegros nas suas redes socais.

Polémica à parte, os interessados em assistir ao encontro que opõe o conjunto verde e branco, 1.º classificado da série D do Campeonato de Portugal, e os alvinegros, líderes da 1.ª Divisão Distrital da Associação de Futebol de Setúbal (AFS), têm entrada livre no Estádio do Bonfim. Os clubes aproveitam a pausa da competição na quadra natalícia para, à semelhança do que tinha acontecido no ano passado, promoverem “um momento de união entre todos os setubalenses”, conforme anunciou o Vitória nas suas redes sociais.

 

Jogo solidário amanhã para ajudar CASA

 

Mais consensual e sem polémicas vai ser certamente o jogo solidário que se realiza na sexta-feira (19 horas), também no Estádio do Bonfim, e que vai opor uma equipa formada por antigas glórias do Vitória, entre elas Sandro, Meyong, Catarino, Edinho e Marco Tábuas frente a um adversário composto por figuras de diferentes áreas, tendo sido já anunciadas as presenças de José Condessa, Madjer, Marco Costa e Paulo Sérgio.

O objectivo da iniciativa passa por recolher alimentos para a ajudar a CASA – Centro de Apoio ao Sem-Abrigo de forma a tornar a quadra natalícia um pouco melhor para aqueles que mais precisam. Mediante a entrega de alimentos não perecíveis (massa, arroz, atum, azeite, etc.) junto da porta 12 do Estádio, os espectadores podem assistir ao jogo que promete boa disposição e surpresas.

- PUB -

Mais populares

Homem encontrado morto em casa no centro de Setúbal [Actualizada]

Cadáver de José, de 66 anos, foi transportado para a morgue do Hospital de São Bernardo para realizar autópsia

PJ investiga cadáver encontrado no interior de uma viatura em Setúbal

Populares alertaram as autoridades pelas 22h30. Homem, de 57 anos, terá morrido por causas naturais

Pedro Catarino já é goleador-mor dos sadinos na 1.ª Divisão da AF Setúbal

Com cinco golos no Vitória B, avançado do plantel principal volta a ser decisivo
- PUB -