7 Dezembro 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioDesporto“Um jogador como Lourenço Henriques tem de ir à Selecção Nacional de...

“Um jogador como Lourenço Henriques tem de ir à Selecção Nacional de Sub-19”

Defesa que cumpre o seu segundo ano de júnior impõe-se na equipa principal

 

- PUB -

 

Titular nas últimas cinco partidas oficiais do Vitória, Lourenço Henriques, central de 18 anos, é nesta altura a principal revelação da equipa. Ao lado dos experientes François e José Semedo, o jovem formado na ‘cantera’ sadina tem-se vindo a evidenciar, mostrando qualidade, segurança e tranquilidade invulgares para alguém de tão tenra idade. No Bonfim, há já quem lhe augure um grande futuro e reclame uma chamada à Selecção nacional de sub-19.

A reivindicação foi feita pelo treinador Micael Sequeira que espera que os observadores dos escalões de formação da equipa das quinas estejam atentos ao que o atleta vem fazendo em Setúbal. “Para mim, não é novidade o Lourenço estar a jogar. Já disse o que pensava dele. Só espero que na Selecção de sub-19 não estejam distraídos porque, um jogador como estes, tem de ir à Selecção nacional”, disse após o jogo de sábado com o Oliveira do Hospital.

- PUB -

Não foi a primeira vez que o técnico teceu rasgados elogios a Lourenço Henriques, atleta que se tinha estreado na equipa principal a 17 de Setembro de 2022, dia em que os sadinos perderam (1-2) em casa com o Caldas. “É júnior e tem um enorme potencial”, disse na altura, antevendo um futuro auspicioso ao atleta nascido a 11 de Março de 2004. “Ganhámos um central para o futuro do Vitória e também para o futebol português. O miúdo jogou muito bem”.

Recorde-se que o defesa, que que cumpre ainda o seu segundo ano como júnior, está a cumprir a sua terceira temporada no Vitória. Antes de chegar ao Bonfim, em 2020/21, época em que começou a actuar nos sub-17 (juvenis), o número 91 dos vitorianos tinha passado pelos escalões de formação do Benfica. Depois de na temporada passada ter cumprido mais de 30 jogos ao serviço do Vitória, já em 2022/23 o central, antes de se fixar em definitivo na equipa principal, tinha envergado a camisola verde e branca nos juniores.

A última vez que o fez feito, a 3 de Setembro, Lourenço Henriques tinha ajudado os juniores setubalenses a imporem uma igualdade (0-0), no Seixal, ao Benfica, em partida da 5.ª jornada do Campeonato Nacional da I Divisão (zona Sul). Lourenço Henriques mão é o único jogador proveniente dos escalões de formação vitorianos a dar cartas na equipa comandada por Micael Sequeira.

- PUB -

No seio do plantel não é difícil encontrar quem tenha palavras elogiosas com Lourenço Henriques. O senegalês François, que tem actuado ao lado do jovem no eixo da defesa, é um desses casos. “É um miúdo que tem muito potencial e muita qualidade. Acredito que vai singrar no futebol porque trabalha bastante e está sempre disponível para ouvir os mais experientes. algo que é muito importante na evolução de um jovem jogador”.

 

Jovens da formação “vão ter um futuro tremendo”

 

O médio Daniel Carvalho, também de 18 anos de idade, e o atacante Diogo Sequeira, de 19 anos que se estreou a marcar pelos seniores, também deram nas vistas no duelo do fim-de-semana. “São jogadores com muita qualidade. Com a experiência que tenho do futebol de formação nos 10 anos que estive no Sp. Braga, não tenho dúvidas de que são jogadores que vão ter um futuro tremendo. Cabe-me a mim saber explorar os jogadores que tenho”.

Ao trio de jovens atletas mencionado, o timoneiro dos sadinos junta o avançado Rodrigo Pereira também de 19 anos de idade. “Para mim, não é novidade o Lourenço (Henriques) e o Dani (Carvalho) estarem a jogar e o (Diogo) Sequeira ter entrado ou o Rodrigo (Pereira) também poder estar a jogar. São miúdos de muita qualidade e, quando assim é, temos de os pôr a jogar”, frisa.

Micael Sequeira reconhece o papel que os jovens atletas formados do clube desempenham no grupo de trabalho junto dos elementos que chegaram ao Bonfim na presente temporada. “Felizmente, todos eles são jogadores que têm a mística de Vitória, conseguindo transmitir a mística aos que chegaram e estão menos identificados com o clube. Quando assim é, ficamos duplamente satisfeitos”.

No caso de Diogo Sequeira, que fez o 5-1 final sobre o Oliveira do Hospital, o treinador não escondeu o seu agrado pelo momento vivido pelo jovem que fez todo o seu percurso no Vitória. “Fiquei muito satisfeito por o Sequeira ter entrado e feito o golo”, disse sobre o jogador que em 2021/22 contabilizou cinco partidas pela equipa principal e leva esta época três pela equipa principal.

Entretanto, o Vitória continua a preparar a estratégia a utilizar no embate de sábado (11 horas), no Bonfim, com o Alverca, a contar para a 7.ª jornada da série B da Liga 3. Os sadinos, actual 5.º classificado (10 pontos), vão enfrentar o conjunto ribatejano, que segue na 7.ª posição (oito pontos).

Comentários

- PUB -

Mais populares

Militares da GNR raptados e agredidos na Costa da Caparica

Uma das vítimas sofreu ferimentos graves e está internada no Hospital Garcia de Orta. A PJ de Setúbal foi accionada e está a investigar o caso

Homem morre em confrontos num café na Avenida Bento de Jesus Caraça

Causa da morte não é clara. PJ está a investigar

Nova clínica da rede CUF abriu hoje portas no Montijo

Equipamento, construído de raiz, ocupa mais de 1 500 metros quadrados. Dá resposta a várias especialidades médicas e cirúrgicas
- PUB -