4 Dezembro 2022, Domingo
- PUB -
InícioDesportoGolos de Zequinha e Lucas Marques valem primeiro êxito fora de...

Golos de Zequinha e Lucas Marques valem primeiro êxito fora de casa

Todos os golos do duelo da Liga 3 foram apontados no primeiro tempo

 

- PUB -

 

Os golos marcados no sábado por Zequinha e Lucas Marques permitiram ao Vitória ganhar ao Moncarapachense, por 1-2, resultado que fez os sadinos reencontrarem-se com os triunfos na Liga 3. Na partida da 5.ª jornada da prova, realizada no Estádio José Arcanjo, em Olhão, os comandados de Micael Sequeira, que tinham perdido a 17 de Setembro (1-2) na recepção ao Caldas, celebraram pela primeira vez a conquista dos três pontos fora de portas.

Num confronto em que Zequinha, por troca com Rodrigo Pereira, foi a única novidade no onze – tinha sido suplente no duelo travado a 2 de Outubro com os transmontanos do Vilar de Perdizes na Taça de Portugal – foi precisamente o avançado, de 35 anos, quem colocou os vitorianos na frente do marcador, à passagem dos 25 minutos. Lançado ainda no meio campo defensivo, Zequinha conduziu a bola por cerca de 60 metros e rematou com êxito para o 1-0.

- PUB -

Pouco depois dos festejos, aos 31 minutos, os adeptos que se deslocaram a Olhão apanharam um balde de água fria com o tento da igualdade do Moncarapachense. Uma perda de bola de um jogador sadino junto da linha do meio-campo possibilitou um contra-ataque rápido aos algarvios que viram o atacante Ebanilson escapar à defesa vitoriana e, na cara do guarda-redes Rafael Alves, rematar para o 1-1.

O golo empolgou por momentos o conjunto de Moncarapacho que, aos 37 minutos, viram o médio Ricardo Isabelinha rematar forte para uma defesa segura do guardião dos setubalenses. Na resposta, ainda no 37.º minuto, o Vitória desenvolveu uma jogada de ataque, novamente no flanco esquerdo, e conseguiu voltar para a frente do marcador num tento obtido por Lucas Marques.

O golo do médio brasileiro, que fez o gosto ao pé pelo segundo jogo consecutivo (já tinha contribuído com um golaço de livre directo para a goleada ao Vilar de Perdizes na Taça de Portugal), revelou faro pelo golo e um desvio de nível técnico superior a encostar para o 2-1 dos sadinos, após um cruzamento primoroso vindo da esquerda, que colocou em êxtase os muitos adeptos que acompanharam a equipa a Olhão.

- PUB -

Depois de três golos no primeiro tempo, período em que os sadinos foram mais eficazes e, em resultado disso, chegaram ao intervalo a ganhar por 1-2, os vitorianos apanharam na segunda parte um valente susto naquela que foi a melhor oportunidade do Moncarapachense para repor o empate. À equipa de Micael Sequeira valeu que o cabeceamento do uruguaio Juan Sam Martín, aos 67 minutos, acertou em cheio na trave da baliza de Rafael Alves.

Aos 75 minutos, três depois de ter substituído Camilo Triana, após a cobrança de um livre, o jovem médio Daniel Carvalho subiu à área contrária para cabecear com perigo à baliza de Diogo Garrido, que se opôs com segurança ao remate. Até ao apito final do árbitro João Mendes, da Associação de Santarém, o Vitória, apesar da pressão adversária, não sentiu grandes dificuldades em gerir a vantagem que tinha trazido do primeiro tempo.

Com a conquista dos três pontos, num jogo emotivo e bem disputado em que a turma de Setúbal acabou por justificar o triunfo, os vitorianos somam agora sete pontos e seguem no meio da tabela em igualdade pontual com o Amora. Já o Moncarapachense, com nova derrota – é a quarta nos últimos quatro jogos –, afunda-se na última posição da tabela, onde segue com três pontos.

 

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem morre esfaqueado em cilada durante convívio 

Vitima, na casa dos 20 anos, era estudante e trabalhador na Autoeuropa

Homem morre em confrontos num café na Avenida Bento de Jesus Caraça

Causa da morte não é clara. PJ está a investigar

Demolição de edifício obriga a encerrar troço da Estrada de Palmela

Operação na via pública acontece no troço compreendido entre a Praça Tratado de Roma e o acesso rodoviário ao estabelecimento de restauração McDonald’s.
- PUB -