19 Agosto 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioDesportoVitória apresenta contestação ao regulamento dos campeonatos de futsal da Federação

Vitória apresenta contestação ao regulamento dos campeonatos de futsal da Federação

Clube sadino alimenta esperança de participar na 2.ª Divisão em 2022/23

 

- PUB -

O Vitória apresentou ao Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol  (FPF) uma contestação ao Regulamento dos Campeonatos de Futsal da 2.ª e 3.ª divisões. Os sadinos, que terminaram o ‘play-off’ de subida na 4.ª posição, colocam em causa a aplicação e legalidade do regulamento da prova devido à existência de vários factos que, no seu entendimento, “configuram uma desconformidade que coloca em causa a competição de 2022/23”.

Depois do Bairros Futsal ter desistido e do Farense, este último por não preencher os requisitos exigidos pela FPF para se inscrever na 2.ª Divisão, foram abertas duas vagas. O Ossela, 3.º classificado, já aceitou o convite do organismo federativo para ocupar a vaga do Farense, faltando agora determinar se será o Barbarense ou o Vitória a ocupar o lugar do Bairros Futsal.

Apesar de terem terminado no 4.º lugar (enquanto os açorianos do Barbarense terminaram o ‘play-off’ em 2.º), os sadinos acalentam a esperança de serem convidados, decisão que está dependente do recurso apresentado a 26 de Julho no Conselho de Justiça. Segundo a contestação a que O SETUBALENSE teve acesso, os sadinos defendem que os regulamentos diziam que Açores não era considerado na repescagem.

- PUB -

Em 28 Junho, a FPF, sem nada comunicar e sem estar descrito no regulamento, altera e regulamento e passa a permitir os emblemas açorianos sem cumprirem os preceitos legais. “Pelo disposto, o regulamento refere que o representante dos Açores não é considerado e reafirma que o ‘play-off’ é o primeiro critério. Nada mais claro na Lei”, escrevem os sadinos na exposição apresentada.

E acrescentam: “No caso de um ou mais clubes que tenham garantido desportivamente a possibilidade de disputar o Campeonato Nacional da 2.ª Divisão desistam, antes do sorteio, ou não reúnam os requisitos regulamentares de inscrição nesta prova, o preenchimento da vaga será efectuado pelo clube melhor classificado do Campeonato Nacional da 3.ª Divisão, não sendo considerados para o efeito os clubes da Região Autónoma dos Açores, excepto o participante do play-off”.

Em resposta à interpelação dos vitorianos, a FPF confirma que fez uma alteração no regulamento, facto contestado pelo clube setubalense. “A FPF confirma que existiu uma alteração e não um esclarecimento, que foi aprovado quase três meses depois do término da competição e que desvirtua o que estava estipulado de forma taxativa no regulamento. Sendo a própria FPF a reconhecer que existiu uma alteração, aprovada a 28/06/2022, não a publicitou em comunicado oficial como determina o regulamento no seu art.º 84”.

- PUB -

Face ao disposto, os sadinos solicitam a “suspensão dos convites às equipas para supressão das vagas, enquanto não for decidido pelo Conselho de Justiça sobre a legalidade do regulamento e qual aplicar, a bem da verdade desportiva e para que nenhum clube fique prejudicado, assim como a imagem do futsal e da competição preservadas”, conclui a contestação.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Mulher morre em colisão entre dois veículos em Grândola

Uma colisão frontal entre dois veículos ligeiros na Estrada Nacional 261, no cruzamento do Carvalhal, provocou, esta tarde, um morto e dois feridos graves.

Ana Catarina Gonçalves: A grandolense que arriscou e conseguiu montar um ‘império’ na vertente das explicações

Com apenas 21 anos, começou a acompanhar algumas crianças por brincadeira. Hoje, passados cinco anos, emprega três dezenas de professores

Acidente de viação no Montijo provoca três mortos

Colisão frontal provocou a morte de dois homens, de 26 e 32 anos, e de uma mulher, de 24 anos
- PUB -