26 Junho 2022, Domingo
- PUB -
InícioDesporto“O sucesso não é de uma equipa ou de um treinador mas...

“O sucesso não é de uma equipa ou de um treinador mas sim de um processo conjunto”

A subida dos juvenis aos campeonatos nacionais e a manutenção dos iniciados e juniores era o principal objectivo e isso foi conseguido.

 

- PUB -

 

Excelente é a palavra mais adequada para classificar a época que o Futebol Clube Barreirense está a fazer a nível dos escalões de formação. E, em consequência disso, na próxima temporada vai ter três equipas nos campeonatos nacionais.

 

- PUB -

Para fazer o balanço da época desportiva e falar em pormenor sobre as equipas de juniores e iniciados nos campeonatos nacionais e dos juvenis, que são campeões distritais, o SETUBALENSE convidou o coordenador da formação, Dinis Sousa.

 

 

- PUB -

Que balanço se pode fazer da época que agora está a terminar?

Existiu planeamento, existiu organização, e nós sabíamos que os resultados iriam ser sequência desse planeamento, dessa boa estrutura e dessa boa organização. De uma forma geral, correu bem e superou todas as nossas expectativas. Os grandes responsáveis por isso são a presidente Maria João de Figueiredo e o vice-presidente Hugo Máximo que teve um papel preponderante em tudo o que aconteceu. Esteve sempre presente, deixou trabalhar, nunca se meteu no planeamento em termos técnicos e ao mesmo tempo nunca deixou faltar nada. O resto acaba por ser consequência do bom trabalho dos treinadores e do excelente desempenho dos jogadores

 

 

Portanto, a chave do sucesso foi a organização…

Quem pensa que consegue fazer omeletes sem ovos está enganado. O sucesso seja em que área for, passa sempre por uma boa planificação, uma boa organização e por uma boa estrutura, onde não existam pessoas mais importantes que outras, onde todas juntas formam o “nós”. Penso que o segredo do Barreirense este ano, foi esse, não existirem vários “eus” mas sim “um grande nós”.

 

Vamos então fazer uma análise ao comportamento das várias equipas, começando pelos juniores.

No início da época apostámos numa equipa praticamente de primeiro ano. Numa primeira fase do campeonato andámos sempre entre os primeiros [Casa Pia e Portimonense] a disputar o acesso à passagem à segunda fase. Mas a irreverência e juventude da equipa, que incluía alguns juvenis, numa parte crucial da época, acabou por revelar alguma inexperiência que nos fez, num curto espaço de tempo, perder alguns pontos que seriam fundamentais para conseguirmos o apuramento. Não conseguindo a passagem à segunda fase disputámos a fase de manutenção onde estivemos irrepreensíveis garantindo a manutenção a quatro jornadas do fim e o primeiro lugar na antepenúltima jornada, que muito nos orgulha.

 

Excelente época fizeram também os iniciados!

Sendo um escalão de atletas mais novos fizemos uma planificação diferente. O objectivo passava por identificar jogadores com talento e potenciar esse talento. Construímos uma equipa com jogadores da formação do Barreirense e outros que identificámos no distrito, como mais-valias. Fizemos uma excelente primeira fase com 11 vitórias e um empate em 12 jogos e terminámos isolados em primeiro lugar. O apuramento para a segunda fase foi fácil mas depois tudo se tornou muito complicado porque ficámos na série do Benfica e do Sporting que são sempre candidatos ao título, do Vitória de Setúbal, Belenenses, Sacavenense e das equipas do Algarve que são sempre muito difíceis. Ganhámos os dois jogos ao Sacavenense, ganhámos ao Belenenses, empatámos em casa com o Sporting e chegámos ao fim com 22 pontos, que constitui um recorde no Campeonato Nacional de Sub-15, neste novo formato. E tivemos também três jogadores que foram chamados à selecção nacional. Foi de facto um excelente trabalho e o culminar de uma época fantástica.

 

A nível distrital a época também correu bem principalmente para os juvenis que foram campeões.

Aqui a planificação foi diferente. Sabíamos que iria ser um campeonato muito desnivelado com dois tipos de equipas, as que lutavam para ser campeãs e as outras substancialmente mais fracas. Tinha que haver regularidade para nunca perder o foco. Foi exactamente o que fizemos, existiu por parte da equipa técnica um planear fantástico, rodámos o plantel e assim conseguimos manter sempre a equipa na máxima força. Os resultados foram aparecendo e conseguimos ser campeões a quatro jornadas do fim garantindo também a subida aos nacionais.

 

Na próxima época o Barreirense vai ter todas as equipas nos campeonatos nacionais.

O Barreirense é um clube virado para a formação. O nosso objectivo assenta num projecto de 8 anos, com pilares bem definidos. Consiste em formar homens, atletas e jogadores de futebol e temos conseguido colocar esse projecto em prática. A subida dos juvenis aos campeonatos nacionais era o principal objectivo da formação este ano, em conjunto com a manutenção dos iniciados e dos juniores, objectivo que foi atingido em pleno. Agora vamos querer manter a formação nesses patamares, promovendo e identificando talento e potenciá-lo deixando os atletas voar.

 

Importante foi também o processo de certificação com 4 estrelas?

É mais um processo conjunto com muitas pessoas envolvidas, desde os team managers, ao departamento médico, treinadores, jogadores e pais. Com a pontuação de 86.25, que é uma excelente nota, mantivemos as quatro estrelas, foi uma excelente notícia. É sinónimo de que o clube está estruturado e o projecto tem pernas para andar.

 

Quer acrescentar mais alguma coisa?

Sim, falar das equipas B de iniciados e juvenis, duas equipas de primeiro ano que estão a competir com equipas de segundo ano e a obter resultados fantásticos. A linha orientadora deste projecto começa na academia onde também os benjamins e os infantis atingiram as fases finais. O sucesso não é de uma equipa ou de um treinador mas sim de um processo conjunto.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Avó e mãe de Jéssica cantaram em programa da TVI enquanto menina estava sequestrada

Família materna da vítima marcou presença em caravana de “Uma Canção Para Ti” na véspera da morte da criança

“Queremos ser uma das maiores potências desportivas do distrito de Setúbal”

Tiago Fernandes, presidente do Juventude Sarilhense

Menina de três anos morre em caso suspeito de maus tratos pela ama

Criança apresentava ferimentos na boca e nariz e hematomas no corpo. Ama disse que tinha caído de uma cadeira no dia anterior
- PUB -