22 Maio 2022, Domingo
- PUB -
InícioDesportoVitória procura sucessor para Filipe Moreira no cargo de treinador

Vitória procura sucessor para Filipe Moreira no cargo de treinador

Clube também procura director para liderar futebol profissional, que vai acompanhar equipa em 2022/23

 

- PUB -

 

Sem surpresa, depois de o Vitória ter falhado no passado domingo o objectivo de continuar a lutar pela subida à Liga 2, o clube e o treinador Filipe Moreira decidiram não prolongar o vínculo que ambas as partes tinham até ao final da presente época. O clube sadino, que terminou na 4.ª (última) posição da série 2 (fase de subida) da Liga 3, está agora à procura de um sucessor para comandar o plantel em 2022/23.

O SETUBALENSE sabe que a administração da SAD vitoriana, liderada por Hugo Pinto, tem neste momento como prioridade, ainda antes da escolha do novo treinador, encontrar um Director do Futebol Profissional. Depois da saída de Carlos Padrão, que tinha assumido o cargo no início de Fevereiro e deixou-o pouco tempo depois, o clube pretende eleger o homem que vai acompanhar de perto a equipa técnica e os jogadores.

- PUB -

O planeamento da próxima temporada começa neste momento a ser planeado de forma a poder formar uma estrutura forte. A materialização dessa meta passa por encontrar uma pessoa forte que esteja ao leme do futebol profissional, que tenha experiência e ‘know-how’ na área. A decisão do futuro homem do leme do plantel passará sempre pelo próximo Diretor do Futebol Profissional.

Entretanto, Filipe Moreira, que já tinha treinado na presente época o Lusitânia de Lourosa (Liga 3), fez questão de deixar já uma mensagem de despedida aos vitorianos. “Foi um prazer enorme ter vestido a vossa camisola e peço humildemente desculpa por não ter tido tempo para ainda fazer mais. Estarão para sempre no meu coração, curvar-me-ei sempre perante este emblema. Obrigado”.

Recorde-se que o técnico, de 57 anos, foi apresentado no Estádio do Bonfim a 15 de Fevereiro e estreou-se cinco dias depois com um triunfo, por 2-0, sobre o Oriental Dragon. Ao comando dos verdes e brancos, o técnico, que teve António Pereira e Pedro Gandaio como antecessores em 2021/22, totalizou três vitórias, dois empates e quatro derrotas (todos os desaires foram na fase de subida).

- PUB -

Na altura em que foi contratado, Filipe Moreira trazia no currículo uma vasta experiência nos escalões secundários do futebol português, facto que foi salientado pelos sadinos, lembrando os sucessos anteriores: subiu de divisão o Académico de Viseu na época 2012/13 e o Vilafranquense, em 2018/19. Lutou ainda no ano passado [2021/21] até à última jornada pela subida à II Liga como timoneiro do Torreense.

 

Atletas fazem balanço

 

Depois da derrota (1-2) de domingo com o U. Leiria, que colocou um ponto final no sonho da subida à II Liga, vários jogadores do Vitória deixaram mensagens alusivas à época. Gabriel Lima, médio brasileiro que chegou a Setúbal em Janeiro, foi um desses atletas. “Temporada chegou ao fim não foi da forma que esperávamos. Muito feliz por tudo que vem acontecendo na minha vida só tenho a agradecer a minha família e aos todos envolvidos”, escreveu no Instagram.

Mais conhecedor da realidade do clube em que fez a sua formação, o defesa Miguel Lourenço, de 29 anos, não escondeu que gostaria de ter ido mais além com a equipa. “Caímos de pé, de cabeça bem levantada, demos o que tínhamos e o que não tínhamos para honrar SEMPRE este clube”, afirmou o jogador que regressou ao Bonfim na presente temporada depois de ter vestido a camisola do Mafra.

Miguel Lourenço não deixou passar em claro o facto de o embate de domingo com os leirienses ter tido mais de 14 mil espectadores nas bancadas do Bonfim. “E que grande ambiente, sem palavras para descrever a tarde de domingo, não me espanta porque sei que este clube é diferente de todos os outros, obrigado a todos os que nos proporcionaram o ambiente de ontem”.

 

Sadinos jogam em Alfarim na 1.ª divisão da AF Setúbal

 

Entretanto, depois da derrota (1-2) sofrida pelo Vitória no passado fim-de-semana na recepção ao Vasco da Gama, em jogo da 33.ª jornada da 1.ª Divisão Distrital da Associação de Futebol de Setúbal, os sadinos vão tentar no domingo (17 horas) reencontrar-se com os êxitos na deslocação ao reduto do Alfarim, a contar para a 34.ª ronda da prova.

A equipa comandada por Paulo Martins, que ocupa um meritório 5.º lugar (55 pontos), vai enfrentar o ‘aflito’ Alfarim, que está na luta permanência no escalão principal. O conjunto do concelho de Sesimbra, actual 18.º classificado (com 25 pontos), chega a este encontro depois de ter perdido na jornada passada, por 3-2, com o Cova da Piedade.

Recorde-se que na primeira volta da competição, os vitorianos tinham levado a melhor sobre o Alfarim. A 8 de Dezembro de 2021, em duelo da 15.ª jornada da prova, os sadinos ganharam 2-0, com os golos a serem apontados por Evaldir Borges e Alex Graça, no Campo Municipal Vítor Baptista, em Setúbal.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos
- PUB -