20 Maio 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioDesportoOliveirense vence em Leiria e ajuda Vitória a manter aceso o sonho...

Oliveirense vence em Leiria e ajuda Vitória a manter aceso o sonho da subida à II Liga

Apesar de não depender apenas de si, 2.º lugar que dá acesso ao play-off de subida ainda é possível de alcançar

 

- PUB -

 

Quando já quase todos davam como perdido o sonho da subida do Vitória à II Liga, uma conjugação de resultados verificada no fim-de-semana mantém os sadinos com esperança de ainda chegar ao 2.º lugar que garante a presença no ‘play-off’ de subida. No sábado, os sadinos fizeram a sua parte ao vencer, por 1-2, no reduto do Sp. Braga B e, esta segunda-feira, no outro jogo da série 2 da Liga 3, a Oliveirense venceu na casa do U. Leiria, por 2-0.

O triunfo do emblema de Oliveira de Azeméis garantiu-lhe o 1.º posto e a subida imediata à II Liga. Para as contas do Vitória, os leirienses não podiam pontuar e isso mesmo verificou-se, adiando a decisão do 2.º lugar para a derradeira ronda do grupo no domingo, dia em que os setubalenses defrontam, no Estádio do Bonfim, o U. Leiria. Apesar de não dependerem apenas de si à entrada para a 6.ª e última jornada – o Braga B não pode ganhar à Oliveirense no último jogo –, os adeptos ainda sonham com o 2.º posto.

- PUB -

O Vitória mantém aceso o sonho porque o Vitória FC alcançou no sábado o seu primeiro triunfo da fase de subida da Liga 3 ao vencer, por 1-2, no reduto do Sp. Braga B. Apesar de terem sofrido o primeiro golo à passagem dos 12 minutos, os sadinos reagiram e, depois de Rodrigo Pereira ter feito o 1-1 (18 minutos), operaram a reviravolta do marcador nos instantes finais graças a um golo apontado por Zequinha.

Em relação ao duelo de sábado entre o Vitória e o Sp. Braga B, realizado no Complexo Desportivo de Fão, em Esposende, ambas as equipas entraram cautelosas e sem apostar de forma declarada em lances ofensivos. A fase morna inicial terminou aos 12 minutos, altura em que Álvaro Djaló, após um centro do flanco esquerdo, desferiu um golpe de cabeça que fez o 1-0 na baliza de João Valido.

Os comandados de Filipe Moreira não se deixaram afectar pelo golo e chegaram à igualdade volvidos apenas quatro minutos por intermédio de Rodrigo Pereira. O jovem avançado foi servido por Rúben Gonçalves e, só com Lucas Hornicek pela frente, colocou a bola fora do alcance do guarda-redes checo do emblema minhoto. De regresso à titularidade, Rodrigo Pereira, de 19 anos, fez o seu quinto golo em 2021/22 na Liga 3.

- PUB -

O 1-1 galvanizou os setubalenses que até ao intervalo protagonizaram os melhores lances para desfazer o empate. Apesar de algum ascendente nesse período, os sadinos também tiveram de mostra coesão no sector mais recuado e no meio-campo para impedir o Sp. Braga B de desfeitear João Valido, guardião que voltou a rubricar uma exibição positiva e que foi determinante para que o Vitória não voltasse a sofrer golos no encontro.

No segundo tempo, os setubalenses acentuaram o seu domínio e foram dando cada vez mais mostras de poderem dar a cambalhota no marcador. Determinantes para a materialização da vitória foram as alterações efectuadas pelo treinador. Já depois de Robson, Gabriel Lima  e José Varela terem substituído André Pedrosa, Rúben Gonçalves e Mano, respectivamente, o veterano Zequinha rendeu Rodrigo Pereira, aos 74 minutos, e viria a tornar-se o herói do jogo com o golo marcado aos 90 minutos.

Numa fase em que ambas as equipas estavam muito abertas, o Vitória tirou partido do espaço dado pelos minhotos para desenvolver um contra-ataque eficaz. Diogo Leitão assistiu Mendy (o guineense foi incansável no jogo e mereceu com inteira justiça a distinção de homem do jogo) que recebeu a bola, rodou e serviu Zequinha, que executou de forma irrepreensível para o 2-1.

O número 87 dos sadinos deu mais uma prova inequívoca das suas capacidades de finalizador. Com o golo apontado ao Braga B, Zequinha soma agora oito golos na Liga 3, sendo que três desses tentos foram na fase de subida. O jogador nascido em Setúbal igualou José Varela (sete golos no campeonato e um na Taça de Portugal) no topo da lista de melhores marcadores da equipa na presente temporada.

O experiente avançado, de 35 anos de idade, saiu do banco de suplentes nos minutos finais – substituiu Rodrigo Pereira aos 74 – e teve a capacidade de dar justiça ao marcador. Apesar de o Braga B ter tido alguns momentos de ascendente, na globalidade os comandados de Filipe Moreira foram melhores na maior parte do tempo e dispuseram de mais situações de golo.

Mesmo jogando desfalcados de vários jogadores – os defesas Ruca e Bruno Bernardo, por elxemplo, não foram opção devido a lesões –, o treinador Filipe Moreira apresentou uma equipa que mostrou qualidades formada pelos seguintes jogadores: João Valido, Mano (José Varela, 74′), Rúben Gonçalves (Gabriel Lima, 71′), Rodrigo Pereira (Zequinha, 74′), Frédéric Mendy, Nuno Pinto, Bruno Almeida, André Pedrosa (Robson, 60′), José Semedo – Cap., Miguel Lourenço e Diogo Leitão. Josué Duverger, Daniel Martins e Murilo Rosa foram os suplentes não utilizados.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Dez dias de música em vários palcos da cidade de Setúbal com os melhores sons e vozes

O festival arranca com Pedro Abrunhosa, atravessa vários artistas e termina com Cuca Roseta

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva
- PUB -