27 Maio 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioDesportoGrupo Desportivo Fabril vai voltar a chamar-se CUF

Grupo Desportivo Fabril vai voltar a chamar-se CUF

“Há clubes em Portugal que mudam de nome para não pagar as dívidas, nós queremos apenas recuperar as origens”, salienta o presidente Faustino Mestre.

 

- PUB -

Os associados do Grupo Desportivo Fabril vão ser chamados no dia 30 de Abril para votarem a alteração do nome do clube que voltará a ser designado por CUF.

“Não podíamos avançar com a proposta sem antes consultar os associados”, disse recentemente em declarações ao Record, Faustino Mestre, presidente do clube, que avançou também com a informação que irá ser apresentada uma “nova data de fundação que será Março de 1928”, em vez da actual que é Janeiro de 1937.

“O principal objectivo da mudança de nome passa por recuperar as origens. Embora a situação seja favorável as coisas vão-se resolver aos poucos, sem esquecer a nossa história e os nossos símbolos. Queremos reviver os tempos áureos mas não será de um dia para o outro. O clube não nada em dinheiro mas é apetecível e não tem dívidas”, fez questão de salientar.

- PUB -

Faustino Mestre recordou que “em Janeiro foi assinada a escritura que deixou o Estádio Alfredo da Silva na nossa posse e vamos lá construir um centro de estágio. Há clubes em Portugal que mudam de nome para não pagar as dívidas. Mas, neste caso, como presidente satisfaz-me o facto de estarmos a mudar apenas para recuperar o histórico que temos”.

O Grupo Desportivo Fabril, que existe desde o ano 2000, anteriormente teve o nome de Quimigal e antes chamou-se CUF que deixou bem vincado o seu nome tanto em competições nacionais como internacionais.

O actual líder da 1.ª Divisão da AF Setúbal no seu historial conta com 23 passagens pela Liga Portuguesa, 54 participações na Taça de Portugal, 34 presenças na antiga 2.ª Divisão, 17 na terceira, 10 no Campeonato de Portugal, duas Taças Intertoto, uma Europa League e uma na Taça das Cidades com Feiras, falando só de futebol.

- PUB -

 

O dia da mudança

 

Para que tudo fique decidido o clube vai realizar no dia 30 de Abril duas assembleias gerais, uma ordinária e outra extraordinária, ambas nas instalações do Pavilhão Vítor Domingos, a partir das 20 horas.

Na primeira há apenas um ponto na ordem de trabalhos, a apresentação, discussão e votação do relatório e contas do ano de 2021 e respectivo parecer do Conselho Fiscal.

Na segunda, convocada ao abrigo do artigo 45. 3 do regulamento complementar dos estatutos, constam três pontos: informação aos sócios sobre a escritura de aquisição do estádio Alfredo da Silva, proposta de mudança de nome do clube e proposta de revisão da data de constituição do clube.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem de 16 anos morre colhido por touro nas Festas da Moita

Vítima foi transportada em estado crítico para o Hospital do Barreiro, mas acabou por não resistir aos ferimentos

Sonae Capital vende hotéis em Tróia

Apesar do negócio, multinacional mantém gestão do Aqualuz Tróia Mar&Rio e do The Editory By The Sea Tróia-Comporta

Bilhete de época para atrair mais vitorianos ao Bonfim em 2022/23

Sadinos avançam com medida para terem mais sócios no estádio nos jogos da Liga 3
- PUB -