16 Maio 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioDesportoInvasão sadina à Malveira para defrontar o Cova da Piedade

Invasão sadina à Malveira para defrontar o Cova da Piedade

“Vamos de certeza sentir o apoio de muita gente no jogo”, diz treinador Filipe Moreira

 

- PUB -

Conscientes da importância do duelo de domingo frente ao Cova da Piedade, que se realiza na Malveira, os adeptos do Vitória estão a mobilizar-se para marcar presença no Estádio das Seixas.

O Vitória, com 33 pontos, está no 4.º lugar – tem uma vantagem de três pontos em relação ao Amora (5.º classificado) – e depende apenas de si para se juntar a U. Leiria, Torreense e Alverca que já estão apurados para a fase de subida.

Com vários cenários possíveis neste momento, tanto as decisões poderão ser adiadas para a derradeira jornada como ficar já tudo resolvido de forma favorável para os sadinos. Por exemplo, se o Amora perder na recepção ao Caldas, uma igualdade bastará ao Vitória para assegurar já a 4.ª posição. Por outro lado, se amorenses e caldenses empatarem, um triunfo sadino na Malveira também permite ao Vitória festejar.

- PUB -

Logo após o triunfo (2-0) alcançado domingo, no Bonfim, com o Oriental Dragon, o treinador Filipe Moreira, que se tinha estreado no comando técnico nesse dia, frisou o facto de a equipa chegar às duas últimas rondas sem depender de terceiros e lançou um repto aos adeptos. “Foi aqui que ganhámos juntos, agora vamos à Malveira, vamos todos. O Vitória é enorme e vamos, de certeza, sentir o apoio de muita gente no jogo da Malveira”.

O timoneiro dos sadinos, que tinha destacado a importância que os mais de dois mil adeptos tiveram no êxito do fim-de-semana, virou na sala de imprensa do Bonfim o foco para a ‘final’ de domingo. “O meu cérebro já só pensa no Cova da Piedade. Vamos à Malveira disputar o jogo juntos e sentirmos o nosso Vitória, que agora também é um bocadinho meu, e juntos fazermos a diferença. Assim, vamos conseguir”, vaticinou.

Os adeptos que pretendam juntar-se à falange de apoio que vai marcar presença no Estádio das Seixas têm à sua disposição na Gestão de Sócios bilhetes à venda por 7 euros. Os cerca de 70 quilómetros de distância entre Setúbal e a Malveira vão ser percorridos em viaturas próprias e, a fazer lembrar outras deslocações no passado, de autocarro

- PUB -

A claque VIII Exército, por exemplo, promoveu esta semana uma iniciativa para levar adeptos ao jogo. A adesão dos vitorianos foi clara, levando à lotação do transporte que tinha sido colocado à disposição. “O Vitória está vivo! O VIII Exército agradece a todos os vitorianos, que em apenas dois dias esgotaram o nosso autocarro que nos irá levar à Malveira em busca da vitória, a todos eles o nosso enorme obrigado”, escreveu a claque no Instagram.

Quatro candidatos para uma vaga

Na Série B da Liga 3 já se sabe que U. Leiria, Torrreense e Alverca já estão qualificados para a fase seguinte, razão pela qual já só há, matematicamente, quatro candidatos para uma única vaga. O Vitória FC, com 33 pontos, no 4.º lugar, é o candidato mais forte a ocupar o ligar em aberto pois tem uma vantagem de três pontos em relação a Amora (5.º) e seis para o Caldas e Real.

O 6.º, Caldas, e o 7.º, Real SC, têm 27 pontos, mas podem ainda alcançar o 4.º lugar por diferença de golos (o Caldas tem uma desvantagem de cinco golos face ao Vitória), ou vantagem no confronto directo (a equipa da Massamá ganhou na receção aos sadinos e empatou em Setúbal). Fica no entanto claro que se o Vitória pontuar nesta jornada, frente ao Cova da Piedade, estas duas equipas ficam de fora da fase decisiva.

Para confundir ainda mais as contas, o Caldas visita, domingo às 11h00, o Amora, 5.º classificado que mantém a perseguição ao Vitória. O outro jogo com carácter decisivo é a receção do União de Leiria, líder da série, frente ao referido Real que precisa vencer. No meio destas contas, uma coisa é certa: quando o Vitória entrar em campo na Malveira, na partida que fecha a jornada 21, já saberá os desfechos dos adversários.

Recordamos que se os amorenses baquearem no Seixal diante do Caldas, uma igualdade bastará aos setubalenses para garantirem já a 4.ª posição. Por outro lado, se o Amora, comandado pelo antigo capitão e treinador do Vitória Sandro Mendes, e o Caldas empatarem, um triunfo sadino na Malveira também permite aos pupilos de Filipe Moreira festejarem o apuramento para a fase seguinte.

Apesar do optimismo que reina entre os sadinos, a equipa sabe que não terá uma missão fácil perante o Cova da Piedade. Sinal inequívoco disso mesmo é o facto de os piedenses terem na 10.ª jornada do campeonato imposto uma igualdade (1-1) em Setúbal. Os sadinos marcaram primeiro, logo aos três minutos por Varela, mas, já em tempo de compensação, aos 90+1, João Gomes gelou o Bonfim com o tento do empate.

Para o duelo deste domingo, o treinador Filipe Moreira tem uma boa notícia na frente de ataque. Depois de ter cumprido um jogo de suspensão, depois de ter sido expulso na 19.ª ronda com o Torreense, o extremo Varela volta a ser opção. A par de Rodrigo Pereira, que bisou no domingo com o Oriental Dragon e soma também quatro golos na prova, Varela lidera a lista de melhores marcadores da equipa.

Questionado sobre os golos marcados por Rodrigo Pereira na partida anterior, Filipe Moreira prefere destacar sempre o colectivo, independentemente de quem marque. “Quando um jogador marca golos é especial, mas eu valorizo toda a equipa. O ‘eu’ não pode existir, primeiro temos de pensar no colectivo, os ‘eus’ aparecem depois naturalmente. Se pensarmos no ‘eu’ não vamos a lado nenhum. O colectivo é o Vitória, ninguém está acima de nada”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -