16 Maio 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioDesportoMais de dois mil adeptos ‘empurraram’ Vitória FC para o triunfo no...

Mais de dois mil adeptos ‘empurraram’ Vitória FC para o triunfo no Bonfim

Rodrigo Pereira bisou com o Oriental Dragon no jogo com melhor assistência em Setúbal na Liga 3

 

- PUB -

O treinador Filipe Moreira teve este domingo uma estreia de sonho ao leme do Vitória, equipa que venceu, por 2-0, o Oriental Dragon, em partida da 20.ª jornada da série B da Liga 3.

Decisivo para o triunfo, que só foi possível devido aos golos apontados por Rodrigo Pereira, aos 71 e 90+4 minutos, foi o extraordinário apoio que veio das bancadas do Bonfim, estádio em que 2 292 espectadores catapultaram a equipa para a vitória.

O número pulverizou a melhor casa que tinha havido em Setúbal e se tinha registado na 1.ª jornada com o Amora: 1 161 espectadores.

- PUB -

Mais importante do que ter sido batido o recorde de assistências nas partidas no Bonfim, prevalece o facto de ter existido uma energia positiva que passou para os jogadores, algo que o treinador Filipe Moreira diz ser fundamental para o sucesso da equipa.

Em relação à jornada anterior, o novo timoneiro dos setubalenses apresentou três novidades no onze: Bruno Almeida, Rúben Gonçalves e Kamo Kamo foram titulares em detrimento do defesa Miguel Lourenço e dos atacantes Varela e Frédéric Mendy. No caso dos dois homens da frente, as ausências deveram-se a castigo e lesão, respectivamente.

No lado contrário, o Oriental Dragon chegou a Setúbal motivado pelo empate (0-0) alcançado na quarta-feira no reduto do Real, partida que tinha marcado a estreia de Jorge Prazeres no comando técnico.

- PUB -

Determinado em dar sequência ao resultado anterior e em deixar a penúltima posição, o oponente, apesar de ter muitas ‘baixas’ no plantel apresentou um onze sólido que dificultou a missão dos jogadores anfitriões.

Numa primeira parte de fraca qualidade e sem grandes motivos de interesse, só perto dos 15 minutos de jogo as equipas visaram as balizas contrárias, sem criar qualquer perigo. Depois de Nii Plange, aos 14, ter rematado muito sobre a trave da baliza de João Valido, na resposta foi a vez de Rúben Gonçalves disparar, de fora da área, à figura do guardião Júnior.

A primeira meia-hora de jogo foi fraca, sem emoção e sem oportunidades de golo. A lutar pelos primeiros lugares, o desempenho da equipa vitoriana, que se apresentou com várias baixas (André Mesquita também está lesionado), esteve muito aquém do desejável numa partida em que o empate parecia satisfazer o Oriental Dragon, que só em contra-ataque conseguia levar algum perigo à baliza de João Valido.

Em todo o primeiro tempo, só por uma vez o Vitória conseguiu criar uma oportunidade soberana de golo. Aos 32 minutos, Zequinha, mais forte que um adversário, evitou que a bola saísse pela linha final e assistiu Diogo Leitão que rematou à baliza e viu Carlos Batalha fazer um corte providencial evitando o golo dos sadinos, que sentiram dificuldades na primeira parte em ultrapassar a bem organizada defesa do Oriental Dragon.

Triunfo veio do banco

Após o intervalo, o Oriental Dragon foi a primeira a equipa a ameaçar marcar. Aos 52 minutos, Abou Touré criou lance de perigo junto da baliza de João Valido, guarda-redes que teve uma saída extemporânea. Aos 63, foi a vez de Wilson deixar em sobressalto os vitorianos ao rematar sobre a trave da baliza, após assistência de Nii Plange.

O Vitória respondeu por Rodrigo Pereira, jovem atacante que tinha entrado para o lugar de Kamo Kamo aos 61 minutos. Volvidos sete minutos, o avançado teve uma perdida incrível ao rematar sobre a trave, depois de ser servido de bandeja por Murilo Rosa na direita.

Aos 71 minutos, Rodrigo Pereira redimiu-se do lance anterior ao aproveitar uma falha da defesa adversária para fazer o 1-0, provocando uma explosão de alegria aos adeptos presentes no Bonfim. Apesar de o Oriental Dragon ter procurado chegar ao empate nos últimos 20 minutos da partida, o Vitória teve as melhores oportunidades para marcar.

Em contra-ataque, aos 82 minutos, Zequinha fugiu no flanco direito e cruzou para Diogo Leitão, médio que chegou atrasado não conseguindo desviar de cabeça para a baliza. Aos 90+1, também em contra-ataque, Rodrigo Pereira rematou para defesa de Júnior, após assistência de Daniel Carvalho. Aos 90+4, no derradeiro lance da partida, o avançado foi mais eficaz ao bisar e deixar em apoteose os quase 2 300 espectadores que estiveram no Bonfim.

Com este resultado, o Vitória isolou-se novamente no 4.º lugar da série B, com 33 pontos. A duas jornadas do final, os sadinos estão a dois pontos do Alverca (3.º com 35 pontos) e dispõem de três de avanço para o Amora, 5.º classificado. Na próxima jornada, os setubalenses vão à Malveira defrontar o Cova da Piedade.

Luto por Mário Ventura

A bandeira do clube esteve no domingo a meia-haste devido a falecimento de Mário Ventura, jogador do Vitória entre 1978 e 1980, que contabilizou 45 jogos e 5 golos pelo clube, partiu sexta-feira, aos 71 anos de idade. O SETUBALENSE apresenta as mais sentidas condolências a toda a família, aos amigos e colegas que tiveram o privilégio de partilhar balneário com Mário Ventura.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -