20 Maio 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioDesportoVitorianos lutam em Águas de Moura pelo 4.º lugar da 1.ª divisão...

Vitorianos lutam em Águas de Moura pelo 4.º lugar da 1.ª divisão da AF Setúbal

“É sempre especial quando voltamos a um sítio onde fomos felizes”, diz técnico

 

- PUB -

Após os triunfos sobre o Cova da Piedade B e o Monte da Caparica nas jornadas anteriores, o Vitória está determinado em alcançar domingo, a partir das 15 horas, no reduto do Águas de Moura o seu terceiro êxito consecutivo na 1.ª Divisão Distrital da Associação de Futebol de Setúbal.

A partida da 22.ª ronda da prova acontece numa altura em que ambos os clubes, que lutam pela 4.ª posição da tabela, seguem empatados com 36 pontos, sendo que o conjunto de Palmela tem dois jogos a menos que os sadinos.

Na hora de perspectivar o duelo no Campo do Olival, o treinador Paulo Martins não esquece o facto de enfrentar o emblema que comandou em 2018/19 e 2019/20.

- PUB -

“É sempre especial quando voltamos a um sítio onde fomos felizes. Não nos podemos esquecer que fui o timoneiro de um grupo excelente que conseguiu que o Águas de Moura estivesse onde está hoje. Tenho o maior respeito por um clube onde deixei um legado ajudando a subir de divisão. Há pessoas que se podem esquecer e outras jamais o farão”.

Na hora de dar a estratégia para levar a melhor sobre o oponente de domingo, o timoneiro dos sadinos é peremptório.

“Temos de ser iguais a nós próprios. Temos a nossa identidade e vamos ter de correr e trabalhar muito porque vamos encontrar do outro lado uma equipa muito ambiciosa e bem treinada. Alguns dos jogadores do Águas de Moura passaram pelas minhas mãos e sabemos que todos estes ingredientes vão proporcionar um bom jogo. Espero que tenha uma equipa de arbitragem ao nível do jogo, que será um dos maiores da jornada”.

- PUB -

O facto de a primeira derrota dos vitorianos na presente temporada ter sido na recepção ao Águas de Moura, por 2-3, não é esquecido por Paulo Martins que salienta a importância de a sua equipa estar mais focada no que tem de fazer em campo.

“É mais um jogo do campeonato. Sabemos as qualidades que o Águas de Moura tem, mas também estamos conscientes de que temos de estar mais preocupados connosco, respeitando o adversário da mesma forma que fazemos com qualquer clube”.

Sobre o êxito (1-0) obtido no fim-de-semana no campo Rocha Lobo com o Monte da Caparica, o treinador dos verdes e brancos considera que o golo apontado por William Barbosa, no decorrer da segunda parte, colocou justiça no marcador.

“Estivemos sempre por cima no jogo, tivemos mais bola e critério nas nossas acções que o adversário, que nos procurou incomodar em transições e em futebol directo. Chegámos ao golo num lance de bola parada, sabíamos o que tínhamos de fazer dentro do campo e penso que fomos uns justos vencedores”.

Questionado sobre a prestação do Vitória na prova, Paulo Martins considera que a equipa poderia ter mais pontos amealhados.

“Já na primeira volta do campeonato tínhamos conseguido vencer o Cova e o Monte nos dois primeiros jogos. O nosso objectivo era fazer o mesmo na segunda volta e conseguimos. Fizemos 30 pontos na primeira volta e, apesar de sabermos que podíamos ter feito mais, estamos a fazer um bom campeonato tendo em conta o que temos. Agora, tivemos um bom início de segunda volta, sobretudo ao vencer o Cova da Piedade B que tem uma equipa muito bem organizada”.

Em relação à luta pelos primeiros lugares do campeonato, Paulo Martins não tem dúvidas de que Comércio e Indústria e Fabril vão ser discutir o primeiro lugar.

“Quanto aos lugares do pódio, penso que os dois primeiros classificados (Comércio e Fabril) vão lutar até ao fim pela subida de divisão. Quanto ao Olímpico do Montijo (3.º) tudo depende deles. Agora com a questão da desistência do FC Setúbal e dos pontos que são retirados vem provocar algumas alterações na tabela”.

Hoje (14h30) há duelo da Liga 3 com Oliveira do Hospital

A contar para a 14.ª jornada da série B da Liga 3, o Vitória entre já hoje em acção num duelo frente Oliveira do Hospital, partida em atraso da competição que foi antecipada das 15 para as 14:30 horas.

O clube setubalense informou em comunicado que a mudança do horário está relacionada com a grelha de programação do Canal 11, que irá transmitir o jogo a partir do Estádio Municipal de Tábua.

Depois de três rondas sem vencerem (desaires com o U. Santarém e Caldas e empate com o Real), os sadinos, que ocupam actualmente a 4.ª posição da tabela, vão procurar reencontrar os êxitos de modo a colocarem um ponto final na crise de resultados e segurar um lugar entre o quarteto que avançará para a fase em que se lutará pela subida à II Liga.

Do outro lado vai estar o Oliveira do Hospital, 11.º classificado (penúltimo), que chega a este encontro moralizado pelo êxito (1-0) na Amora e um empate (1-1) com o líder U. Leiria.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Dez dias de música em vários palcos da cidade de Setúbal com os melhores sons e vozes

O festival arranca com Pedro Abrunhosa, atravessa vários artistas e termina com Cuca Roseta

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva
- PUB -