16 Maio 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioDesportoCleiton Mendonça teve uma estreia de sonho no Olímpico do Montijo

Cleiton Mendonça teve uma estreia de sonho no Olímpico do Montijo

Jovem cabo-verdiano entrou ao intervalo do jogo com o Alfarim, marcou dois golos e revelou muita qualidade. Tudo indica que vai ser um jogador a ter em conta no futuro

 

- PUB -

O Clube Olímpico do Montijo, terceiro classificado no Campeonato Distrital da 1.ª Divisão da Associação de Futebol de Setúbal, procedeu a um pequeno ajustamento no seu plantel, com a saída de um jogador e a entrada de dois.

O objectivo passa naturalmente pelo reforço da equipa com vista à sua aproximação ao líder que dispõe de uma vantagem considerável mas não irrecuperável porque há entre eles uma diferença de três jogos, que valem nove pontos.

No que respeita a reforços chegou ao Montijo o guarda-redes Tim Van Gelderen, de 21 anos, nascido nos Países Baixos mas também com nacionalidade canadiana. Na época de 2019 / 2020 jogou no Algeciras B (Espanha) e no ano de 2021 representou o Pickering (Canadá). No passado domingo já esteve no banco mas não foi utilizado por Marco Bicho que continua a dar a titularidade a Diogo Arreigota.

- PUB -

Novidade é também o cabo-verdiano Cleiton Mendonça, avançado de 20 anos, que em Cabo Verde representou o Esperança da Calheta. O jogador fez a sua estreia no passado domingo na recepção ao Alfarim.

Entrou ao intervalo, em substituição de um companheiro de equipa, mostrou muita qualidade e revelou uma apetência especial pelo golo, tendo marcado exactamente dois na goleada da sua equipa por 4-0. As expectativas são grandes em relação a este jogador que parece ser bastante promissor.

Quem já não faz parte do plantel é Micael Pereira, médio de 25 anos que regressou às origens depois de ter sido utilizado em 12 jogos pelo clube montijense. Por aquilo que sabemos, Micael Pereira já foi utilizado no passado domingo pelo Palmelense no jogo que disputou com o Moitense.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -