25 Janeiro 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioDesportoVitória convincente regressa aos triunfos em Alverca

Vitória convincente regressa aos triunfos em Alverca

Fréderic Mendy (bisou) e Varela foram os marcadores sadinos

 

- PUB -

Após dois empates nas jornadas anteriores, o Vitória FC regressou, de forma categórica, aos triunfos na Liga 3 ao vencer, por 3-0, no reduto do Alverca. Os atacantes Fréderic Mendy (bisou) e Varela foram os heróis do jogo da 11.ª ronda ao apontarem os golos que permitiram à equipa conquistar os três pontos e ascender à 4.ª posição, com 17 pontos.

Numa partida em que o treinador Pedro Gandaio apostou no mesmo onze utilizado no passado sábado – empate (1-1) na recepção ao Cova da Piedade –, a equipa vitoriana teve uma excelente entrada, conseguindo pôr em sobressalto a defesa dos ribatejanos desde o apito inicial.

Dinâmico nas transições ofensivas e assertivo no assalto à baliza contrária, o Vitória conseguiu inaugurar o marcador logo à passagem do minuto quatro, altura em que Fréderic Mendy, após cruzamento na direita do defesa Bruno Almeida, esticou a perna esquerda e encostou para o 1-0 naquele que foi o primeiro tento do guineense na presente temporada.

- PUB -

A reacção do Alverca ao golo sofrido surgiu aos 15 minutos em lances de bola parada. Na sequência de três pontapés de canto consecutivos, o capitão Ronaldo Rodrigues, no segundo desses cantos, ameaçou marcar num cabeceamento que saiu sobre a trave da baliza defendida por João Valido

Depois de uma boa entrada no encontro, os comandados de Pedro Gandaio viram o Alverca acercar-se algumas vezes da área defendida pelos setubalenses. Aos 31 minutos, os anfitriões dispuseram de uma ocasião soberana para chegar ao golo através de um lance rápido de ataque em Ronaldo Rodrigues assistiu Klismahn, que rematou à trave.

Sólidos a defender e coesos no meio-campo, os sadinos nunca se coibiram de visar a baliza contrária. Aos 32 minutos, Fréderic Mendy desferiu um remate de fora da área que saiu ao lado do poste esquerdo. Volvido um minuto, o guineense voltou a estar envolvido num lance em que assistiu Varela, que rematou ao lado do poste esquerdo da baliza ribatejana.

- PUB -

A perder por 1-0, o Alverca, sempre que se vislumbrava uma hipótese de o fazer, procurava a baliza sadina. Aos 37, João Valido aplica-se para impedir que um remate de um jogador contrário desse golo. A resposta do Vitória deu-se dois minutos depois, momento em que o médio Bruno Ventura testou a atenção do guardião do Alverca num remate de fora da área.

Numa altura em que os lances de perigo rondavam ambas as balizas, o emblema do Ribatejo ameaçou por Emerson Carioca e Eurico Lima, que, aos 41 e 43 minutos, respectivamente, remataram ao lado do poste esquerdo e num cabeceamento sobre a trave da baliza defendida por João Valido.

Naquela que foi a melhor ocasião do Vitória para ampliar a vantagem até então, Fréderic Mendy, aos 44 minutos, após assistência de Daniel Carvalho desferiu um remate forte

à base do poste esquerdo. O lance de perigo antecedeu o 2-0 do Vitória, aos 45+1 minutos, num lance rápido de contra-ataque conduzido por Varela, extremo que tirou partido de um mau alívio de cabeça de um opositor para se isolar e, na cara do guarda-redes do Alverca, para dilatar a vantagem num dos derradeiros lances do primeiro tempo.

Após o intervalo, o Alverca entrou melhor e conseguiu por duas vezes ficar perto do golo. Aos 48 minutos, João Valido fez uma defesa arrojada a um livre dos anfitriões. Aos 53, o guarda-redes dos verdes e brancos voltou a ser colocado à prova porRicardo Rodrigues que rematou forte para nova defesa do número 1 dos sadinos. No seguimento do lance, o Alverca viu o defesa Bruno Almeida dar o ‘corpo às balas’ para evitar males maiores para a sua baliza.

O primeiro grande lance de perigo dos vitorianos no segundo tempo aconteceu aos 60 minutos por intermédio de Bruno Ventura. O médio teve uma perdida incrível ao não conseguir tirar partido de um erro de Ronaldo Rodrigues para fazer o terceiro golo dos sadinos. O remate de fora da área saiu ao lado do poste direito.

Já depois de Pedro Gandaio ter substituído Daniel Carvalho, aos 67 minutos, o Vitória quase viu o Alverca chegar ao golo num remate de Ricardo Rodrigues, aos 71 minutos, à trave da baliza de João Valido. Cinco minutos depois foi a vez de Rafa Castanheira, num disparo violento do médio ao lado poste direito.

Pouco depois o destaque vai para o regresso de Mathiola à competição. O brasileiro, que substituiu Bruno Ventura, não jogava desde 28 de Agosto (dia em que os sadinos derrotaram (5-2) o Oliveira do Hospital) e pôde ver já dentro do campo, após falta sofrida pelo próprio no flanco esquerdo, ver o Vitória fazer o 3-0, aos 83 minutos, num desvio subtil de cabeça de Fréderic Mendy, depois de um livre cobrado por Robson.

Antes do final de um jogo em que os comandados de Pedro Gandaio souberam gerir a vantagem confortável que tinham, foi o Vitória a ficar mais perto de voltar a marcar. Aos 90 minutos, Daniel Martins, num remate de fora da área, atirou ao lado da baliza contrária, mantendo-se por isso o 3-0 para os sadinos, que permite à equipa ascender à 4.ª posição, com 17 pontos.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Duas das crianças feridas em acidente rodoviário em Palmela em estado grave

O sinistro envolveu três veículos ligeiros e obrigou ao corte de trânsito na EN 5 por mais de três horas

Morreu uma das crianças feridas em colisão automóvel no concelho de Palmela 

Menino tinha cinco anos e havia sido transportado no helicóptero do INEM para o Hospital de Santa Maria. Ontem acabou por não resistir aos ferimentos

MP acusa médico do Centro Hospitalar de Setúbal de homicídio por negligência em caso de morte de bebé num parto

Os factos ocorreram no dia 06 de Fevereiro de 2018, nos serviços de urgência de obstetrícia e estão relacionados com o parto de um feto morto
- PUB -