5 Dezembro 2021, Domingo
- PUB -
InícioDesportoTrio vitoriano alinhou todos os minutos do campeonato 2021/22

Trio vitoriano alinhou todos os minutos do campeonato 2021/22

João Valido, François e Nuno Pinto são os únicos totalistas da equipa na Liga 3

Guarda-redes e defesas jogaram 540 minutos nas seis jornadas realizadas pelos sadinos

 

- PUB -

Após seis jornadas realizadas pelo Vitória FC na série B da Liga 3, apenas três jogadores actuaram cada um dos 540 minutos efectuados pela equipa setubalense até ao momento. Neste lote de totalistas estão o guarda-redes João Valido, de 21 anos, e os experientes defesas François e Nuno Pinto, de 31 e 35 anos, respectivamente.

O desempenho deste trio, que mereceu nos primeiros cinco jogos a confiança do treinador António Pereira e também do seu sucessor Pedro Gandaio na última ronda (triunfo por 1-0 no reduto do Torreense), tem contribuído para a solidez que a equipa tem demonstrado no sector mais recuado.

A ilustrar a solidez defensiva está o facto de a equipa não ter permitido em metade das seis partidas disputadas na prova que os adversários fizessem golo. Curiosamente, a baliza de João Valido ficou a zeros em três jogos em que o Vitória ganhou sempre por 1-0 (na recepção ao Amora e nas deslocações aos campos do Sporting B e, mais recentemente, do Torreense).

- PUB -

Quem acompanha de perto o Vitória não fica surpreendido por João Valido ser o dono indiscutível da baliza. Apesar de ter apenas 21 anos de idade, o guardião acumula já muita experiência, fruto das diferentes provas e escalões em que já actuou. O jogador que passou por todos os escalões do clube assume-se cada vez mais como uma das referências da equipa.

A par de jogadores mais velhos como Nuno Pinto, José Semedo e Zequinha, João Valido é um dos atletas mais influentes da equipa e a prová-lo está o facto de ter alinhado em todos os minutos que a equipa fez oficialmente em 2021/22. Já na época transacta, com um total de 26 partidas realizadas, o atleta tinha cimentado esse estatuto com um desempenho que confirmou as suas qualidades.

Com várias exibições de encher o olho, João Valido, que foi internacional português em vários escalões de formação, tem sido decisivo em muitos jogos. As intervenções por si efectuadas, que já levaram a Federação Portuguesa de Futebol a distingui-lo no capítulo das “super defesas”, têm-se revelado fundamentais na campanha que o Vitória está a fazer na Liga 3.

- PUB -

Fora da baliza, o senegalês François, que celebra o seu 32.º aniversário no próximo dia 30, é a par de Nuno Pinto e Zequinha, um dos jogadores que leva mais anos na equipa principal. Após ter chegado a Setúbal, oriundo do Boavista, em 2009/10, o central, depois de ter saído por duas vezes para aventuras no estrangeiro, regressou sempre ao Vitória, clube pelo qual sempre afirmou ter uma forte ligação afectiva.

Em 2011, após duas épocas nos sadinos, o defesa saiu para os chineses do Beijing Guoan, regressando ao Bonfim em 2013/14 para aí ficar até 2015/16, temporada em que rumou à Arábia Saudita para representar o Hajer Club e o Al Khaleej. Finalmente, depois de passagens fugazes pelo futebol do Qatar e do Senegal, François regressou ao Vitória na época passada para ajudar o clube no terceiro escalão português.

Curiosamente, Nuno Pinto, jogador que encerra o lote de totalistas vitorianos, também faz parte do grupo de atletas que, pelos anos que leva de casa, é uma espécie de filho adoptivo do Vitória. A influência do esquerdino na equipa sente-se praticamente em todos os encontros. Além de ser um esteio na defesa pela experiência que dá à equipa, o atleta tem-se destacado nas assistências e nos lances de perigo que consegue levar às áreas adversárias pela exactidão como consegue deixar os colegas na cara do golo.

Depois de ter chegado ao Estádio do Bonfim em 2015/16, oriundo dos romenos do Astra Giurgiu, o lateral cumpre actualmente a sua sétima época consecutiva com a camisola do Vitória. Daí para cá, Nuno Pinto actuou em 160 partidas pelos verdes e brancos em diferentes competições (I Liga, Taça de Portugal, Taça da Liga, Campeonato de Portugal e, na presente temporada, Liga 3).

Acresce o facto de tanto João Valido, como François e Nuno Pinto somarem aos 540 minutos que jogaram na Liga 3 mais 180 que fizeram na Taça de Portugal, uma vez que todos eles foram utilizados nas duas partidas que os sadinos fizeram na prova rainha diante do Vianense (triunfo por 0-2) e Vizela (derrota por 2-0).

Na próxima jornada, que se realiza a 20 de Novembro (sábado), dia em que o clube celebra 111 anos de vida, João Valido, François e Nuno Pinto, caso não existam percalços de última hora, deverão manter os seus estatutos de totalista no embate com o U. Santarém. A partida em atraso da 5.ª jornada do campeonato frente ao último classificado da prova está agendada para as 15 horas, no Estádio do Bonfim.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Tribunal reconhece direito de retenção de casas a famílias de Azeitão após falência de cooperativa

Decisão reconhece que famílias têm os seus créditos "garantidos" e "reconhecidos" pelos montantes que já pagaram, e que, como “consumidores” e por "tradição", têm...

Caso de gripe das aves detectado em Palmela

A DGAV lembrou que não existem evidências de que a gripe aviária seja transmitida para os humanos através do consumo de alimentos, como carne de aves de capoeira ou ovos

Novas máquinas permitem emitir ou carregar cartão Navegante em apenas “um minuto”

Para já, encontra-se disponível um equipamento em cada um dos nove concelhos do Distrito que integram a AML   Os passes de transportes públicos Navegante podem...
- PUB -