2 Dezembro 2021, Quinta-feira
- PUB -
InícioDesportoDo 28 de Janeiro a Palhais: as sedes do São Domingos

Do 28 de Janeiro a Palhais: as sedes do São Domingos

Ao longo de vinte anos, até o seu “desaparecimento” em meados dos anos 1940, o São Domingos Futebol Clube (fundado em 1921) teve três sedes principais. A primeira foi no Largo 28 de Janeiro. É citada num documento de 1925, bem como no carimbo do clube. Há notícia da segunda sede na Rua Bartissol, n.º 59, já a partir de 1928: esta sede tornou-se o ponto de referência sociocultural no Bairro de São Domingos, o principal palco de inúmeros eventos, com o seu quintal/pátio onde centenas de pessoas passaram a dar dois saltos de dança, namoriscar, conviver e partilhar momentos de alegria. Ter, finalmente, um espaço condigno permitiu ao clube organizar diferentes atividades, algumas das quais eram claramente uma ajuda financeira para os cofres.

- PUB -

Noites de bailes, Carnaval, festas temáticas, peças de teatro, concertos de jazz preenchiam as noites no Bairro de São Domingos! Parece que o jazz era um estilo bastante apreciado pelos sócios: muitos serões foram passados a dançar ao ritmo de conjuntos que abrilhantavam bailes desenfreados e atrevidos. E, com certeza, várias dessas noites (apesar não termos documentos a confirmar) foram animadas pelo atleta e jogador de futebol do São Domingos, Fernando Cunha, o “Finini”, exímio músico jazzista.

É particularmente curioso um evento datado de 1934. Citamos o jornal O Setubalense da altura: “Amanhã, nesta coletividade, baile denominado ‘Nally’, com várias surpresas e distribuição a toda a assistência, de uma amostra dos produtos com aquele nome”. Ou seja, as sócias do São Domingos tiveram possibilidade de experimentar os produtos conceituados da Nally, famosa empresa de cosméticos!

Em 1939, o São Domingos mudou-se para a Rua Formosa, n.º 7, uma rua contígua ao bairro: pela primeira vez, o clube saiu do seu bairro. Não se conhece o motivo da mudança, acreditando-se que fosse por motivos financeiros. A Rua Formosa foi a última “casa” do clube antes do “desaparecimento”: nos anos 70, o clube irá ressurgir no n.º 37 da Rua Gil Vicente, outra mítica sede na qual ficaria até 2013, quando passou para a atual no Jardim de Palhais.

- PUB -

 

Estas e outras histórias farão parte do livro do São Domingos Futebol Clube, a lançar no centenário do clube em 2021.

Eupremio Scarpa – Investigador em história do futebol

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -