25 Outubro 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Desporto “A nossa ambição passa por subir à II Liga”

“A nossa ambição passa por subir à II Liga”

Nuno Pinto lembra história do Vitória e não esconde objectivo final

Defesa, de 35 anos, cumpre a sua sétima época no emblema setubalense.

 

- PUB -

A cumprir a sua sétima temporada ao serviço do Vitória FC, Nuno Pinto é um dos jogadores mais emblemáticos do plantel. Conhecedor da realidade do clube, que representa desde 2015/16, o defesa, de 35 anos, dá voz à ambição dos elementos que compõem o grupo de trabalho e de todos os adeptos que querem ver a equipa festejar a subida de divisão no final da época.

“Com a história que o clube tem, todos o sabem e não escondemos de ninguém, a nossa ambição passa por subir à II Liga. Sabemos que temos um caminho muito difícil pela frente e sabemos que temos de o fazer”, disse o jogador após o embate de domingo, dia em que os sadinos venceram, por 1-0, no reduto do Sporting B, em partida da quarta jornada da série B (Zona Sul) da Liga 3.

Nuno Pinto está consciente da missão difícil que a equipa comandada por Toni Pereira tem de enfrentar para atingir a meta traçada. Por esse motivo refere que a conquista dos três pontos com o conjunto leonino são mais um passo na longa caminhada rumo ao objectivo. “Todas as vitórias e todos os pontos são importantes, principalmente nesta fase para passarmos à etapa seguinte”.

- PUB -

Em jeito de comentário à partida em que os sadinos venceram o Sporting B, graças a um golo do avançado José Varela nos instantes finais da primeira parte, o esquerdino admite que as condições meteorológicas foram favoráveis à equipa até ao intervalo. “Entrámos bem no jogo e tivemos o vento a nosso favor na primeira parte. Conseguimos aproveitar esse factor a nosso favor, conseguindo chegar à vantagem no marcador antes do intervalo”.

Até ao apito final, apesar da pressão sportinguista para chegar ao golo, os setubalenses cerraram fileiras e resistiram às incursões do oponente. “A segunda parte foi mais difícil para nós porque passámos a estar contra o vento. Mesmo assim conseguimos controlar bem o adversário e o jogo”, considerou o lateral que é a par do guarda-redes João Valido, do defesa François e do médio José Semedo um dos quatro totalistas do conjunto sadino na prova.

Depois de ter tornado público, em Dezembro de 2019, que se debatia com um grave problema de saúde, Nuno Pinto confessa-se feliz por ter debelado o linfoma e continuar a fazer o que mais gosta. “É uma sensação muito boa, de voltar a ser livre, quando tive a doença, infelizmente não pude dar o contributo à equipa”, disse em alusão ao período em que esteve parado.

- PUB -

E acrescenta: “Sentia-me preso e agora estou bem com a ajuda do clube de toda a gente sinto-me livre para fazer o que mais gosto: treinar e poder jogar se o treinador o entender”, vincou o atleta que contabiliza mais de uma centena e meia de partidas ao serviço dos sadinos nas várias competições: I Liga, Taça de Portugal, Taça da Liga e Liga 3, entre as temporadas de 2015/16 e 2021/22.

Além do veterano Nuno Pinto, o treinador Toni Pereira utilizou até ao momento outros 17 jogadores nos encontros oficiais realizados no campeonato. Quer isto dizer que do atual plantel perto de uma dezena de atletas aguardam pela oportunidade de fazer os primeiros minutos com a camisola vitoriana. Entre eles estão, por exemplo, os reforços Miguel Lourenço, defesa de 29 anos que na época passada alinhou no Mafra, e André Mesquita, avançado de 23 anos cedido pelo Santa Clara.

Neste lote está também João Marouca, médio que recupera de lesão e que na passada semana renovou o vínculo que o liga ao emblema do Bonfim. Segundo a informação tornada pública pelo clube, o contrato entre ambas as partes foi prolongado por mais duas temporadas. “O jovem médio João Marouca, renovou por duas épocas com o Vitória FC, sendo que esta será a sua nona época de verde e branco”.

No texto publicado pelo Vitória na sua página oficial na Internet e nas redes sociais Facebook e Instagram, os responsáveis sadinos recordam que “na época passada, o promissor médio alinhou em 10 partidas e apontou 1 golo pela equipa principal até se ter lesionado. Neste momento a recuperação prossegue e estamos todos a torcer para que o regresso à competição seja breve”.

Para já, é certo que João Marouca ainda não estará às ordens do treinador Toni Pereira no sábado, dia em que os sadinos se deslocam a Viana do Castelo para defrontar o Vianense, da série A do Campeonato de Portugal, em jogo da 2.ª eliminatória da Taça de Portugal. O encontro, que tem início agendado para as 11 horas terá transmissão televisiva em directo pelo Canal 11.

 

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Leonor Amado foi encontrada viva hoje de manhã caída num penhasco em Palmela

A idossa foi socorrida pelos Bombeiros de Palmela, tendo sido levada para os Hospital de S. Bernardo, em Setúbal, de onde teve alta ainda hoje cerca das 20h00

Última Hora: Vitória aprova venda de 89% da SAD a investidor

Última Hora: Vitória aprova venda de 89% da SAD a investidor

Superpolícias da esquadra do Montijo sagram-se campeões europeus de jiu-jitsu

Ouro de José Peres e João Pavia soma a méritos profissionais: um já salvou uma vida humana; o outro efectou detenções fora de serviço
- PUB -