20 Agosto 2022, Sábado
- PUB -
InícioDesportoSantoantoniense quer voltar a ser um clube de referência a nível de...

Santoantoniense quer voltar a ser um clube de referência a nível de formação

O clube de Santo António da Charneca está de regresso ao futebol já esta época com uma equipa sénior, uma de Sub-22 e outras dos escalões de formação.

 

- PUB -

O Santoantoniense Futebol Clube é, nesta época de 2021 / 2022, uma das grandes novidades nas competições a organizar pela Associação de Futebol de Setúbal. Nesta altura ainda não há certeza sobre o número de equipas que vai apresentar nos escalões de formação mas é já um dado adquirido que a nível de seniores vai participar no Campeonato Distrital da 2.ª Divisão e que vai ter também uma equipa de Sub-22 a disputar o respectivo campeonato distrital.

 

O plantel das duas equipas já está praticamente definido e até já foram realizados alguns jogos de preparação; ou seja, tudo está a decorrer de acordo com o que havia sido programado.

- PUB -

 

O clube que tem uma nova direcção desde o mês de Junho, aproveitou o ‘empurrão’ dado pela Câmara Municipal do Barreiro que investiu cerca de 400 mil euros na requalificação do Campo do Olival, agora designado Campo José Marques da Silva (Padeirinho), que passou a ter relvado sintético e novos balneários, para retomar a actividade desportiva a nível do futebol que se encontrava interrompida há bastante tempo.

 

- PUB -

Desta forma, o Santoantoniense quer voltar a ser aquilo que já foi noutros tempos, um clube de referência no futebol de formação por onde passou o saudoso Neno e também o actual treinador do Tottenham, Nuno Espírito Santo, precisamente na época de 1985 / 1986, ainda como Infantil, tendo depois na época seguinte ingressado nos Iniciados do Desportivo Fabril. Quer isto dizer que o Santoantoniense, em ambos os casos, foi o ponto de partida para carreiras de sucesso.

 

Ricardo Ribeiro, que já fazia parte da direcção há algum tempo, foi eleito presidente do clube em Junho e de então para cá não se tem poupado a esforços no sentido de dar o rumo certo ao clube que este ano completou 86 anos de existência.

 

 

Como surgiu a ideia de regressar à competição depois de tanto tempo de ausência?

O nosso clube foi fundado por causa do futebol e fomos uma referência durante muitos anos. Formámos grandes jogadores mas depois devido a alguns problemas financeiros ficámos sem capacidade para continuar. Agora, com a oportunidade que a Câmara Municipal do Barreiro nos deu com o arrelvamento do Campo do Olival e com a parceria que fez connosco, fazia todo o sentido regressar. Foi isso que decidimos fazer e avançámos porque queremos dar uma nova vida ao clube através deste projecto de futebol.

 

Quer dizer então que o arrelvamento do campo foi fundamental para o regresso à competição?

Sim, sem dúvida alguma, sem isso não seria possível. Estamos ainda no princípio e ainda não sabemos ao certo quantas equipas e escalões vamos ter. De qualquer forma, é uma certeza que vamos ter formação. Tem havido muita adesão de jovens e estamos também a ser procurados por muita gente, desde atletas que representaram o clube e querem voltar e outros de clubes vizinhos. O campo foi inaugurado numa data muito tardia [Junho] porque se meteram logo as férias mas agora com o regresso às aulas vamos ter certamente uma maior adesão de jovens.

 

Mas o clube não é só futebol, tem também outras modalidades?

Temos o xadrez, que é uma referência a nível nacional, temos também o kickboxing, dança, yoga e as actividades sociais que nesta altura de pandemia estão suspensas. Não tem havido fontes de rendimento mas esperamos que a situação seja ultrapassada em breve porque queremos tornar o clube mais dinâmico.

 

Como perspectiva o Santoantoniense num futuro próximo?

O futuro pode passar pelo futebol que quer voltar a ser uma referência no distrito sobretudo a nível de formação. Não queremos que as crianças pensem apenas na competição mas sim que daqui a alguns anos se lembrem do Santoantoniense como um clube que os formou. Esperamos também desenvolver outras modalidades, trazer mais gente nova para o clube e fazer coisas engraçadas.

 

Por falar em referências, o saudoso Neno foi uma delas?

É verdade, o Santoantoniense foi o seu primeiro clube. Ele tinha ido ao Barreirense fazer um treino à experiência mas não ficou porque era muito pequenino, disseram-lhe que havia um clube aqui em Santo António, ele veio e foi aqui que começou. Mas para além do Neno temos também a informação que o Nuno Espírito Santo, actual treinador do Tottenham, passou igualmente pelas nossas escolas.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Mulher morre em colisão entre dois veículos em Grândola

Uma colisão frontal entre dois veículos ligeiros na Estrada Nacional 261, no cruzamento do Carvalhal, provocou, esta tarde, um morto e dois feridos graves.

Ana Catarina Gonçalves: A grandolense que arriscou e conseguiu montar um ‘império’ na vertente das explicações

Com apenas 21 anos, começou a acompanhar algumas crianças por brincadeira. Hoje, passados cinco anos, emprega três dezenas de professores

Acidente de viação no Montijo provoca três mortos

Colisão frontal provocou a morte de dois homens, de 26 e 32 anos, e de uma mulher, de 24 anos
- PUB -