23 Outubro 2021, Sábado
- PUB -
Início Desporto Santoantoniense quer voltar a ser um clube de referência a nível de...

Santoantoniense quer voltar a ser um clube de referência a nível de formação

O clube de Santo António da Charneca está de regresso ao futebol já esta época com uma equipa sénior, uma de Sub-22 e outras dos escalões de formação.

 

- PUB -

O Santoantoniense Futebol Clube é, nesta época de 2021 / 2022, uma das grandes novidades nas competições a organizar pela Associação de Futebol de Setúbal. Nesta altura ainda não há certeza sobre o número de equipas que vai apresentar nos escalões de formação mas é já um dado adquirido que a nível de seniores vai participar no Campeonato Distrital da 2.ª Divisão e que vai ter também uma equipa de Sub-22 a disputar o respectivo campeonato distrital.

 

O plantel das duas equipas já está praticamente definido e até já foram realizados alguns jogos de preparação; ou seja, tudo está a decorrer de acordo com o que havia sido programado.

- PUB -

 

O clube que tem uma nova direcção desde o mês de Junho, aproveitou o ‘empurrão’ dado pela Câmara Municipal do Barreiro que investiu cerca de 400 mil euros na requalificação do Campo do Olival, agora designado Campo José Marques da Silva (Padeirinho), que passou a ter relvado sintético e novos balneários, para retomar a actividade desportiva a nível do futebol que se encontrava interrompida há bastante tempo.

 

- PUB -

Desta forma, o Santoantoniense quer voltar a ser aquilo que já foi noutros tempos, um clube de referência no futebol de formação por onde passou o saudoso Neno e também o actual treinador do Tottenham, Nuno Espírito Santo, precisamente na época de 1985 / 1986, ainda como Infantil, tendo depois na época seguinte ingressado nos Iniciados do Desportivo Fabril. Quer isto dizer que o Santoantoniense, em ambos os casos, foi o ponto de partida para carreiras de sucesso.

 

Ricardo Ribeiro, que já fazia parte da direcção há algum tempo, foi eleito presidente do clube em Junho e de então para cá não se tem poupado a esforços no sentido de dar o rumo certo ao clube que este ano completou 86 anos de existência.

 

 

Como surgiu a ideia de regressar à competição depois de tanto tempo de ausência?

O nosso clube foi fundado por causa do futebol e fomos uma referência durante muitos anos. Formámos grandes jogadores mas depois devido a alguns problemas financeiros ficámos sem capacidade para continuar. Agora, com a oportunidade que a Câmara Municipal do Barreiro nos deu com o arrelvamento do Campo do Olival e com a parceria que fez connosco, fazia todo o sentido regressar. Foi isso que decidimos fazer e avançámos porque queremos dar uma nova vida ao clube através deste projecto de futebol.

 

Quer dizer então que o arrelvamento do campo foi fundamental para o regresso à competição?

Sim, sem dúvida alguma, sem isso não seria possível. Estamos ainda no princípio e ainda não sabemos ao certo quantas equipas e escalões vamos ter. De qualquer forma, é uma certeza que vamos ter formação. Tem havido muita adesão de jovens e estamos também a ser procurados por muita gente, desde atletas que representaram o clube e querem voltar e outros de clubes vizinhos. O campo foi inaugurado numa data muito tardia [Junho] porque se meteram logo as férias mas agora com o regresso às aulas vamos ter certamente uma maior adesão de jovens.

 

Mas o clube não é só futebol, tem também outras modalidades?

Temos o xadrez, que é uma referência a nível nacional, temos também o kickboxing, dança, yoga e as actividades sociais que nesta altura de pandemia estão suspensas. Não tem havido fontes de rendimento mas esperamos que a situação seja ultrapassada em breve porque queremos tornar o clube mais dinâmico.

 

Como perspectiva o Santoantoniense num futuro próximo?

O futuro pode passar pelo futebol que quer voltar a ser uma referência no distrito sobretudo a nível de formação. Não queremos que as crianças pensem apenas na competição mas sim que daqui a alguns anos se lembrem do Santoantoniense como um clube que os formou. Esperamos também desenvolver outras modalidades, trazer mais gente nova para o clube e fazer coisas engraçadas.

 

Por falar em referências, o saudoso Neno foi uma delas?

É verdade, o Santoantoniense foi o seu primeiro clube. Ele tinha ido ao Barreirense fazer um treino à experiência mas não ficou porque era muito pequenino, disseram-lhe que havia um clube aqui em Santo António, ele veio e foi aqui que começou. Mas para além do Neno temos também a informação que o Nuno Espírito Santo, actual treinador do Tottenham, passou igualmente pelas nossas escolas.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Embarcação de pesca de Setúbal sofre danos em encontro com orcas

Mestre diz que ataque, de grupo de quatro animais, durou 20 minutos e partiu leme do barco

Fica em prisão preventiva por esfaquear rival à porta de bar

Clientes travaram agressor e socorreram vítima

António Pereira: “Continuo a ver coisas no Vitória que não tenho visto nem na I Liga”

Eliminação da Taça de Portugal com o Vizela não esmoreceu aplausos aos atletas
- PUB -