20 Agosto 2022, Sábado
- PUB -
InícioDesportoRacing Power prepara a nova época: “Viemos para deixar marca no futebol...

Racing Power prepara a nova época: “Viemos para deixar marca no futebol feminino”

Está a reforçar a equipa para atacar em força o Campeonato Nacional da 2.ª Divisão porque o objectivo passa pela subida à Liga BPI.

 

- PUB -

O presidente do clube, Nuno Painço, em entrevista ao nosso jornal disse em determinada altura que o Racing Power Football Club não foi criado para brincar ao futebol mas sim para ganhar e na verdade assim aconteceu. No seu primeiro ano vida sagrou-se Campeão Nacional da 3.ª Divisão, após vitória obtida no jogo da final disputada com o Rio Ave, no Estádio Municipal de Leiria.

Na próxima temporada vai disputar a 2.ª divisão nacional, uma competição muito mais exigente mas as ambições são as mesmas, voltar a subir de divisão para chegar à Liga BPI, a mais importante competição de futebol feminino do país.

Ricardo Miguel Vieira, o treinador principal da equipa campeã, vai continuar no comando das operações mas o corpo técnico irá sofrer alguns retoques porque na nova época desportiva o trabalho irá decorrer em horário de equipa profissional.     

- PUB -

De acordo com a informação disponível até ao momento o RPower garantiu a continuidade de Godoi, Janaina, Aryane Negri, Gabi, Juliana Santos e Cláudia Tecedeiro e também já garantiu como reforços, a guarda-redes Liliana Almeida, de 29 anos (ex-Clube Condeixa), Catarina Carmo, médio de 22 anos (ex-Estoril) e Rafaela Pereira, 24 anos, que jogava em Itália (Apúlia Trani).

Reforçada foi igualmente a equipa directiva com Mariana Duarte Silvério, administradora da RPower Energy Drink, a assumir o cargo de relações públicas.

Na conversa que tivemos com Nuno Painço, ficou bem clara a sua ambição, chegar à Liga BPI para por lá ficar para depois lutar pelos lugares cimeiros.

- PUB -

 

O título conquistado é a prova de que não vieram para o futebol feminino para brincar?

É verdade, não viemos para brincar ao futebol, nem gostamos de investir para gastar dinheiro mal gasto. Viemos para deixar marca no futebol feminino, a subida de divisão e o título de campeão foi apenas o começo. Nas três competições em que estávamos envolvidos apenas ganhámos uma porque nas outras duas não nos deixaram fazer o nosso trabalho. Estou a falar da Taça de Portugal e da Taça da Associação de Futebol de Setúbal.

 

Na próxima temporada as exigências são maiores e o nível competitivo mais elevado. Estão previstas muitas mexidas no plantel?

Relativamente ao plantel para a próxima época já estamos a trabalhar nele. Estamos a renovar com a espinha dorsal do plantel que conquistou o título e com quem nós identificámos que tem o ADN deste projecto. E estamos também a reforçar a equipa para atacarmos em força a segunda divisão com atletas nacionais com provas dadas na Liga BPI e atletas estrangeiras que venham fazer a diferença como temos feito.

 

O vosso projecto consistia em colocar o clube na Liga BPI em apenas dois anos. Esse objectivo mantém-se?

A RPower Energy Drink já trouxe para Portugal atletas estrangeiras que querem vingar na Europa, que a maioria dos clubes da Liga aproveitou, quando estávamos em outro projecto. Não há outra maneira de pensar neste clube, tem sido assim desde o primeiro minuto. Em dois anos queremos chegar à Liga BPI mas não é para andar por lá a jogar apenas para a manutenção mas sim para lutarmos pelos lugares cimeiros. É nosso desejo que com a chegada na Liga BPI possamos ter o nosso centro de estágio de alto rendimento já em funcionamento no concelho do Seixal, foi esta a nossa opção. O local já está definido mas por enquanto ainda não pode ser divulgado.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Mulher morre em colisão entre dois veículos em Grândola

Uma colisão frontal entre dois veículos ligeiros na Estrada Nacional 261, no cruzamento do Carvalhal, provocou, esta tarde, um morto e dois feridos graves.

Ana Catarina Gonçalves: A grandolense que arriscou e conseguiu montar um ‘império’ na vertente das explicações

Com apenas 21 anos, começou a acompanhar algumas crianças por brincadeira. Hoje, passados cinco anos, emprega três dezenas de professores

Acidente de viação no Montijo provoca três mortos

Colisão frontal provocou a morte de dois homens, de 26 e 32 anos, e de uma mulher, de 24 anos
- PUB -