22 Outubro 2021, Sexta-feira
- PUB -
Início Desporto Toni Pereira é hoje apresentado como novo homem do leme dos sadinos

Toni Pereira é hoje apresentado como novo homem do leme dos sadinos

Especialista em subidas de divisão assume cargo no Vitória FC

Treinador, de 64 anos, liderou Cova da Piedade e Alverca na época passada

 

- PUB -

Toni Pereira, treinador que na temporada passada comandou o Cova da Piedade (II Liga) e Alverca (Campeonato de Portugal), é o novo homem do leme do Vitória Futebol Clube, apurou O SETUBALENSE. O técnico, nascido em Grândola há 64 anos, foi a solução encontrada pela administração da SAD verde e branca para orientar a equipa na Liga 3 e tentar já em 2021/22 a subida à II Liga.

A apresentação oficial do novo timoneiro dos sadinos e da respectiva equipa técnica está agendada para hoje, pelas 18 horas, na sala de imprensa do Estádio do Bonfim. A experiência de Toni Pereira, que tem no currículo várias subidas de divisão nos emblemas por onde passou, foi um argumento de peso na hora de os responsáveis vitorianos decidirem quem seria o sucessor de Alexandre Santana no cargo.

Entre as várias subidas estão algumas à II Liga, meta que os vitorianos têm já para a época actual. A título de exemplo lembramos que foi precisamente ao segundo escalão do futebol nacional que Toni Pereira levou o Atlético CP (2010/11) e o Mafra (2014/15). No entanto, o feito que mais mediatismo deu ao técnico foi o facto de ter levado o Atlético a ser tomba-gigantes na Taça de Portugal em 2006/07, época e que foi ao Estádio do Dragão eliminar o FC Porto da prova rainha.

- PUB -

Além de o alentejano ser natural do distrito de Setúbal a ligação clubística à região é algo que não é novidade para o treinador. A prová-lo estão as várias passagens por clubes filiados na Associação de Futebol de Setúbal. Amora (1995/96), Montijo (2005/06), Pinhalnovense (2007/08), o já mencionado Cova da Piedade (2020/21) e agora o Vitória são exemplos disso mesmo.

Tal como o nosso jornal tinha revelado na edição de ontem, o dossier treinador tinha máxima prioridade no Bonfim e a decisão da direcção liderada por Carlos Silva seria conhecida nas próximas horas. Podemos inclusivamente avançar que ontem chegou a ser convocada a comunicação social para a apresentação da nova equipa técnica, sendo pouco depois adiada para esta quarta-feira.

Depois de ser oficializado Toni Pereira no comando dos sadinos, o plantel inicia ainda esta semana a nova temporada no Bonfim com a realização das habituais inspecções médicas. Os primeiros dias de trabalho servirão também para o treinador conhecer os jogadores de que dispõe e articular-se com a administração da SAD na busca das melhores soluções para formar um plantel competitivo na Liga 3.

- PUB -

A escolha do novo homem do leme sadino encaixa no perfil traçado na semana passada por Hugo Pinto, investidor na SAD vitoriana. “Numa época que será extremamente difícil, vai ser alguém com experiência de ligas profissionais. Procuramos alguém que tenha a capacidade de agarrar na actual equipa e nos nossos jovens e potenciá-los”, disse o empresário de 34 anos na entrevista publicada por O SETUBALENSE na quinta-feira.

Na hora em que se consulta o currículo de Toni Pereira constata-se que o treinador de 64 anos é uma espécie de ‘globetrotter’ dada a quantidade de clubes que orientou. Senão vejamos: Sertanense, Praiense, Machico, Camacha, Angrense, Silves, Estrela Vendas Novas, O Elvas, Odivelas, UD Rio Maior, Atlético CP, Torreense, Tirsense, Ribeirão, Mafra, Loures, Oriental, Real SC e Alverca.

Recordamos que a engrossar a lista de emblemas que treinou, desde que há mais de três dezenas de anos liderou os destinos do Sertanense, estão também os já mencionados emblemas da região: Amora, Montijo, Pinhalnovense e Cova da Piedade. Segue-se o histórico Vitória, clube que é indiscutivelmente o que tem maior palmarés e dimensão entre os que já teve oportunidade de trabalhar.

Troféu Teresa Herrera conquistado há 53 anos

O prestigiado Troféu Teresa Herrera que o Vitória FC tem no seu palmarés e está exposta em lugar de destaque na sala de imprensa do Estádio do Bonfim foi ganho há 53 anos. O clube setubalense fez ontem, dia em que se assinalou a efeméride (6 de Julho de 1968), questão de recordar o feito obtido em Espanha, após o triunfo, por 2-1, sobre os austríacos do Rapid Viena.

Na equipa comandada pelo treinador Fernando Vaz, ambos os golos do emblema setubalense foram apontados por Arcanjo. Acompanhado de uma foto em que os adeptos celebram já em Setúbal junto do troféu obtido na cidade galega da Corunha. No texto que acompanha a imagem nas redes socias do clube lê-se: “O Vitória tornou-se assim, um dos únicos clubes portugueses a ganhar este torneio”.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Embarcação de pesca de Setúbal sofre danos em encontro com orcas

Mestre diz que ataque, de grupo de quatro animais, durou 20 minutos e partiu leme do barco

António Pereira: “Continuo a ver coisas no Vitória que não tenho visto nem na I Liga”

Eliminação da Taça de Portugal com o Vizela não esmoreceu aplausos aos atletas

CDU rompe acordo com PSD e ‘salva’ PS na Assembleia Municipal

Geringonça desfeita. CDU queria sigilo sobre o compromisso até à tomada de posse. João Afonso (PSD) acusa comunistas de faltarem à palavra
- PUB -