4 Agosto 2021, Quarta-feira
- PUB -
Início Desporto “Murais trazem as glórias do passado para inspirar optimismo no futuro”

“Murais trazem as glórias do passado para inspirar optimismo no futuro”

Estádio do Bonfim requalificado pela Câmara Municipal de Setúbal

“Vitória e os vitorianos merecem que o clube brilhe novamente”, diz impulsionadora do projecto.

 

- PUB -

 

Desde que a Câmara Municipal de Setúbal tomou posse do Estádio do Bonfim, em Novembro de 2020, várias têm sido as obras de requalificação no espaço que é a casa do Vitória Futebol Clube. A empreitada mais recente são os doze murais pintados na lateral é visível a partir da Avenida Dr. António Rodrigues Manito em que estão retratados vários momentos da história do clube.

A impulsionadora do projecto, Carla Tavares, explicou o propósito que esteve na origem do trabalho artístico e criativo que foi concebido pelo artista Ricardo Romero. “A ideia era fazer uma composição que trouxesse as glórias do passado para inspirar otimismo no futuro, porque o Vitória e os vitorianos merecem que o clube brilhe novamente”, disse em nota de imprensa enviada pela autarquia.

- PUB -

As imagens seleccionadas ilustram algumas das principais conquistas, figuras icónicas e marcos emblemáticos ocorridos em mais de um século de história do emblema fundado a 10 de Novembro de 1910. As criações de grande dimensão, monocromáticas, a preto e branco, foram criadas com base em imagens do passado, incluindo retratos captados pelo fotógrafo setubalense Américo Ribeiro.

“São composições que demonstram a garra das últimas décadas”, sublinha Carla Tavares, ao adiantar que o projecto, cuja execução demorou cerca de um mês, contou com a colaboração do antigo dirigente Rogério Vaz de Carvalho, que em 2007/08 integrou a Comissão de Gestão liderada por Carlos Costa que esteve na conquista do último troféu ganho pelo Vitória (a 1.ª edição da Taça da Liga), e das técnicas do Município Maria Miguel Cardoso e Ana Carvalho.

Entre as composições vislumbram-se uma das primeiras equipas de futebol do Vitória e alguns dos principais troféus que integram o palmarés vitoriano, como as duas Taças de Portugal conquistadas em 1965 e 1967 e a Mini Copa do Mundo, que veio para a Setúbal em 1970. Nas paredes do Estádio são igualmente revelados momentos de apoio popular e clubístico e figuras singulares do clube setubalense, como o avançado nigeriano Rashid Yekini e a ciclista Oceana Zarco, a par de outros símbolos que ilustram o ecletismo do clube.

- PUB -

O texto publicado pela autarquia setubalense refere que pintura dos doze murais foi “paga por um mecenas está enquadrada no conjunto de acções que a Câmara Municipal de Setúbal e a União das Freguesias de Setúbal têm vindo a desenvolver para beneficiação e embelezamento do Estádio do Bonfim, incluindo a pintura integral em tons de verde e branco e iluminação cénica em redor do recinto”.

Nos trabalhos realizados nas instalações que albergam o clube, destaca-se também a estrutura decorativa iluminada “VFC” – as iniciais do Vitória Futebol Clube – instalada no espaço público defronte da rotunda de interseção entre a Avenida 22 de Dezembro e a Praça Vitória Futebol Clube, e para as remodelações em curso da bilheteira e da loja, cuja inauguração está para breve.

 

Formação renova posto de médico

 

Em relação às infraestruturas que são utilizadas por quem representa e frequenta o Estádio do Bonfim, o departamento do futebol de Formação apresentou no seu Facebook “o renovado posto de médico, que vai permitir elevar a qualidade do trabalho desenvolvido pela estrutura da Formação e dar melhores condições aos nossos atletas”, lê-se no texto publicado, acrescentando que “esta estrutura possui diversos equipamentos que permitem que todos os profissionais de saúde ao serviço do Vitória FC possam desenvolver o seu trabalho de forma mais eficaz”.

Entretanto, em termos competitivos, o futebol do Vitória esteve em acção no passado fim-de-semana. Além do triunfo (4-0) da equipa sénior sobre o Sonho XXI, em partida da última jornada do Campeonato Distrital de Seniores da 2.ª Divisão, que valeu a conquista do primeiro lugar e a consequente subida à 1.ª Divisão da Associação de Futebol de Setúbal, os sub-19 também jogaram.

Em partida da nona jornada do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão (série D), os sadinos empataram (1-1) no reduto do Alverca, desfecho que mantém a equipa na segunda posição da prova. Referência ainda para o adiamento do jogo dos sub-15, que iam defrontar, a contar para a série N do campeonato Nacional, o Lusitano de Évora. O adiamento deve-se ao impedimento de os clubes se deslocarem à área metropolitana de Lisboa durante os fins-de-semana devido ao agravamento da situação pandémica na região.

Ricardo Lopes
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Chega apresenta candidatos a Setúbal com vontade de fazer história

Cláudio Fonseca, negro e oriundo da Bela Vista, é cabeça-de-lista à Freguesia de São Sebastião. "Prova que no Chega não há racismo"

Moradores na Quinta da Amizade contestam fogos municipais, mas vereador Carlos Rabaçal promete valorização

Na calha pode estar a construção de 268 fogos. Os residentes temem densidade populacional e perderem conforto   Os moradores na Quinta da Amizade, na freguesia...

Península de Setúbal com mais 29 mil pessoas e Litoral Alentejano perde pouco em dez anos

Censos de 2021 indicam que Palmela é o concelho da península que registou maior aumento da população residente. Odemira é o que mais cresce...
- PUB -