27 Janeiro 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioDesportoVitória joga subida à II Liga em Torres Vedras e… Leiria

Vitória joga subida à II Liga em Torres Vedras e… Leiria

Sadinos obrigados e vencer domingo (15:00) o Torreense e esperar que E. Amadora não ganhe

Treinador do U. Leiria e a recepção ao E. Amadora; “É para ganhar e isso é inquestionável”

 

- PUB -

Domingo, a partir das 15 horas, os corações dos adeptos do Vitória FC vão bater mais do que nunca durante o duelo decisivo que a equipa vai travar com o Torreense, em jogo da derradeira jornada da fase de acesso (Zona Sul) à II Liga. Apesar de não dependerem apenas de si para terminarem no primeiro lugar, os jogadores prometem fazer tudo para vencer. Se tiverem êxito, e em Leiria o Estrela da Amadora não vencer o União, haverá, com certeza, festa rija em Setúbal.

Apesar de haver esperança na subida, os comandados de Alexandre Santana sabem que de nada serve esperar pelo desfecho entre leirienses e amadorenses, no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, se, no Estádio Manuel Marques, em Torres Vedras, não conquistarem os três pontos frente ao Torreense. A razão deve-se ao facto de o oponente de domingo e o Estrela somarem oito pontos, mais um que o Vitória (sete).

Quer isto dizer que as contas são fáceis de fazer: os setubalenses têm que ganhar ao Torreense e torcer para que o U. Leiria, que com quatro pontos está arredado da discussão da subida, consiga pontuar com o E. Amadora. Ouvido por O SETUBALENSE, Joel Sampaio, treinador dos leirienses, perspectivou o duelo que a sua equipa vai fazer domingo, deixando uma garantia. “É para ganhar e isso é inquestionável. Não consigo competir sem ser para ganhar nem que seja em jogos amigáveis, de formação ou seja o que for”.

- PUB -

Na sala de imprensa do Estádio do Bonfim, logo após a partida que o Vitória ganhou no sábado graças a um golo marcado por André Sousa, aos 90+3 minutos, o técnico sublinhou as razões pelas não equaciona uma postura diferente da que sempre teve. “A nossa honra e dignidade também fica em jogo. Sem menosprezar nenhum outro clube, a União de Leiria não é um clube qualquer e, por isso, temos que respeitar ao máximo o símbolo do clube e, acima de tudo, as pessoas que lá trabalham e os adeptos que sofrem”.

Em jeito de súmula, Joel Sampaio não admite qualquer tipo de relaxamento dos seus jogadores mesmo estando já sem hipóteses de chegar ao primeiro posto da tabela. “Para mim, nem é questão pensar em entrar na última jornada com algum relaxamento”, disse, partilhando alguns comentários que ouviu no Bonfim de alguns elementos afectos ao Vitória. “Notei alguma preocupação do Vitória no final do jogo em relação ao jogo que aí vem. Como jogamos sempre para ganhar não consigo perceber essas coisas”.

Depois de ter no dia 7 de Maio perdido (2-1) na recepção ao Torreense, o Vitória tem obrigatoriamente de vencer para continuar a sonhar. Nesse duelo travado no Bonfim, Mendy até abriu a contagem para o Vitória, aos nove minutos, mas os forasteiros, ainda na primeira parte, conseguiram operar a reviravolta no marcador com golos de Gustavo Tocantins e Onyechaqui Silas.

- PUB -

Apesar de serem adversários, Filipe Moreira, treinador do Torreense, teceu na altura rasgados elogios ao Vitória, clube que merece outros patamares. “Vir a esta casa, a Setúbal, defrontar o Vitória é para mim um privilégio muito grande. No entanto, não queria vir nesta situação. O Vitória é um clube de I Divisão, não é um clube de Campeonato de Portugal. Curvo-me perante a história deste grande clube e, para todos os vitorianos e pessoas de Setúbal, deixou um abraço especial”.

O técnico do conjunto de Torres Vedras, de 56 anos, anteviu há três semanas que a luta seria acesa entre os clubes que compõem o grupo, facto que se confirma com três equipas a entrarem na derradeira jornada com hipóteses de chegar ao primeiro lugar e subir de divisão. “Está a ser uma fase final competitiva, com qualidade e as equipas estão a mostrar futebol, Penso que está a ser um futebol positivo, mas até ao fim ninguém se vai dar por vencido”.

 

Vitória B e andebol jogam fora de casa

 

Depois da goleada (8-0) imposta ao Lagoa da Palha, a segunda equipa do Vitória desloca-se domingo, pelas 17 horas, ao Samouco para defrontar o Samouquense, em partida da quarta jornada da 2.ª Divisão distrital da Associação de Futebol de Setúbal. Numa prova que é liderada pelo Brejos de Azeitão (nove pontos em três jogos), os sadinos seguem na segunda posição (seis pontos em duas jornadas), enquanto o Samouquense é terceiro com três pontos em dois jogos.

Entretanto, a contar para a 29.ª jornada do Campeonato PLACARD Andebol 1, os vitorianos deslocam-se sábado ao concelho de Vila Nova de Gaia para medir forças com o FC Gaia. No encontro frente ao 13.º classificado (46 pontos), que está agendado para as 18 horas, os sadinos vão procurar reencontrar-se com os triunfos depois de terem sofrido quatro desaires nas rondas anteriores.

Comentários

- PUB -

Mais populares

D. José Ornelas deixa de ser Bispo de Setúbal

O SETUBALENSE sabe que o Prelado vai substituir D. António Marto na Diocese de Leiria-Fátima

Autocarro consumido pelas chamas no centro de Setúbal [corrigida]

Viatura dos TST circulava perto do Comando da PSP. Passageiros e motorista saíram ilesos

Moradores do condomínio da Quinta da Trindade queixam-se de ruído vindo de estaleiro naval

A decapagem do casco de navios está a tirar o sossego a quem reside nas proximidades do estaleiro. Empresa diz que está a mitigar incómodo
- PUB -