12 Agosto 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioDesportoTriunfo sadino ao cair do pano alimenta sonho da subida

Triunfo sadino ao cair do pano alimenta sonho da subida

O Vitória Futebol Clube venceu este sábado, por 2-1, no Estádio do Bonfim, o União de Leiria, em partida da quinta jornada da fase de acesso (Zona Sul) à II Liga, e mantém aceso o objectivo de chegar ao primeiro lugar e subir de divisão. O golo que deu o triunfo aos sadinos foi apontado por André Sousa, aos 90+3, apenas um minuto depois de os leirienses terem chegado ao 1-1.

- PUB -

Depois de uma primeira parte em que os forasteiros acertaram duas vezes nos ferros da baliza de João Valido, aos sete e 35 minutos, o Vitória colocou-se em vantagem no marcador, aos 68, por intermédio de Mendy. A perderem por 1-0, os unionistas buscaram o empate e foram recompensados aos 90+2, momento em que João Paredes fez o 1-1.

Tal como já tinha acontecido na ronda anterior, em que os setubalenses venceram o Estrela da Amadora, por 3-2, no derradeiro lance do encontro, os vitorianos fizeram jus ao ditado “até ao lavar dos cestos é vindima” com o tento obtido por André Sousa no terceiro dos quatro minutos de compensação concedidos pela equipa de arbitragem.

Com o êxito alcançado e depois da igualdade (0-0) entre E. Amadora e Torreense, no outro embate do grupo, só na derradeira ronda, que opõe a U. Leiria ao Estrela e o Torreense ao Vitória se saberá que termina em primeiro e sobe de divisão. Para já, amadorenses e torrienses levam vantagem (ambos com oito pontos), mas, com sete, os sadinos podem, caso vençam em Torres Vedras e o Estrela perca ou empate em Leiria, alcançar o tão desejado primeiro lugar e a consequente subida.

Comentários

- PUB -

Mais populares

PSP de Setúbal sem meios para se deslocar a atropelamento em frente à esquadra

Acidente na Avenida Luísa Tody fez uma vítima de 88 anos

Hospital da Luz Setúbal confirma nova clínica no centro da cidade

Dr. José Ferreira Santos, director clínico do estabelecimento, confirma pólo adicional para aproximar clientes do centro hospitalar

João Martins: “Deixo uma casa com bom nome e reconhecida”

Criou, desenvolveu e consolidou a Escola Profissional do Montijo (EPM). Ao fim de 29 anos e uns pozinhos, o professor decidiu passar o testemunho
- PUB -