25 Janeiro 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioDesportoAmora e Oriental Dragon sobem à Liga 3

Amora e Oriental Dragon sobem à Liga 3

Equipas da região brilham no Campeonato de Portugal e como prémio foram promovidas à nova competição da FPF

 

- PUB -

 

Amora e Oriental Dragon, ao vencerem os seus adversários na penúltima jornada da competição, garantiram o acesso à nova competição que passará a ser a terceira mais importante do futebol português.

E se o feito conseguido pelo Amora já era esperado devido à vantagem que tinha em relação aos adversários já o mesmo não se poderá dizer do Oriental Dragon porque defrontava um adversário complicado que lutava pelos mesmos objectivos.

- PUB -

 

 

- PUB -

Empate com sabor a vitória

O Amora, que realizava o seu último jogo no Estádio da Medideira, não conseguiu a vitória, como era seu desejo, muito por culpa do adversário, mas conquistou um ponto que acabou por ser suficiente para alcançar o objectivo.

 

Na primeira parte o jogo foi equilibrado, teve algumas jogadas de perigo mas apenas um golo marcado por Hélio Cruz que finalizou da melhor maneira uma boa jogada colectiva em que também intervieram Joca e Gildo, que assistiu o seu companheiro para o remate certeiro, aos 33 minutos.

 

No início da segunda parte, a equipa comandada por Bruno Dias, aumentou a vantagem para 2-0 com um golo do seu melhor marcador, Matheus Souza, que correspondeu de forma exemplar a um cruzamento efectuado do lado esquerdo por Bruno Langa.

 

As coisas pareciam bem encaminhadas mas três minutos depois a equipa de Massamá, que não podia perder para poder continuar na luta pela promoção, reduziu para 2-1 por Rodrigo Moitas, que surgiu sem marcação na grande área a fazer o golo.

 

O encontro ficou em aberto com o Real à procura do empate e o Amora a querer segurar a vantagem até que, aos 68 minutos, na sequência de um pontapé de canto, a igualdade acabou mesmo por acontecer com o golo marcado por Dida.

 

A expectativa sobre o desfecho final era grande porque o Real insistia na procura do golo mas o Amora manteve sempre a sua boa organização de jogo e acabou por segurar o resultado que serviu perfeitamente os seus interesses.

 

Como curiosidade fica o registo de que se repetiu o resultado do jogo da primeira volta e o facto da equipa de Massamá ter sido a única que, nesta fase, não foi derrotada pelo Amora.

 

 

Proeza no ano de estreia

O Oriental Dragon cometeu uma verdadeira proeza no ano de estreia em competições nacionais.

O jogo com o Louletano apresentava-se muito complicado porque a equipa algarvia, que havia ganho na Moita, também se apresentava com aspirações no que respeita à promoção mas o Oriental Dragon com uma exibição muito convincente conseguiu impor-se vencendo por 2-0.

Nico, pequeno no tamanho mas gigante dentro do campo, foi o homem do jogo não só pelos golos que marcou mas também por aquilo que jogou e pelo perigo que foi para a equipa adversária que não conseguiu resistir à maior eficácia dos dragões da Moita que foram sem dúvida alguma uma das grandes sensações da prova.

A equipa algarvia entrou na partida a trocar a bola entre os seus jogadores na tentativa de impor o ritmo mas o Oriental Dragon na primeira vez que chegou à baliza contrária colocou-se em vantagem com o golo de Nico, aos 9 minutos.

A reacção da equipa algarvia não foi muito convincente e o Oriental Dragon, aos 17 minutos, voltou a estar muito perto de marcar. O tempo foi passando e quando o intervalo chegou o marcador assinalava 0-1.

Na segunda parte a equipa algarvia entrou mais dinâmica com o objectivo de dar a volta ao marcador mas o Oriental Dragon jogando de forma muito consistente não permitiu grandes atrevimentos e à passagem dos 70 minutos arrumou de vez a questão com o segundo golo de Nico, na sequência de uma jogada de ataque rápido.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Duas das crianças feridas em acidente rodoviário em Palmela em estado grave

O sinistro envolveu três veículos ligeiros e obrigou ao corte de trânsito na EN 5 por mais de três horas

Morreu uma das crianças feridas em colisão automóvel no concelho de Palmela 

Menino tinha cinco anos e havia sido transportado no helicóptero do INEM para o Hospital de Santa Maria. Ontem acabou por não resistir aos ferimentos

MP acusa médico do Centro Hospitalar de Setúbal de homicídio por negligência em caso de morte de bebé num parto

Os factos ocorreram no dia 06 de Fevereiro de 2018, nos serviços de urgência de obstetrícia e estão relacionados com o parto de um feto morto
- PUB -