16 Abril 2021, Sexta-feira
- PUB -
Início Desporto João Valido: “O objectivo é voltar a colocar o Vitória no lugar...

João Valido: “O objectivo é voltar a colocar o Vitória no lugar que merece”

“Jogamos todas as partidas o melhor possível para honrar o clube que representamos”, vinca

- PUB -

 

Com mais uma exibição de encher o olho, o guarda-redes João Valido voltou no passado domingo a ser determinante para o Vitória FC, que alcançou no Estádio do Bonfim um empate (1-1) com o Amora FC. A grande penalidade defendida perto do fim permitiu aos sadinos somar uma igualdade, resultado que deixa a equipa a um triunfo de garantir o primeiro lugar da série H do Campeonato de Portugal e a consequente presença no play-off de subida à II Liga.

Além de ter travado o pontapé de Matheus Souza da marca dos 11 metros, aos 85 minutos, o guardião, que celebrou no passado dia 3 de Março 21 anos de idade, rubricou uma exibição segura durante os 90 minutos. Num duelo em que os amorenses estiveram por cima do jogo a maior parte do tempo, João Valido foi várias vezes chamado a intervir para evitar que o adversário obtivesse um resultado favorável.

- PUB -

Em entrevista ao Canal 11, o guardião do Vitória assegura que no dia anterior ao do jogo o seu pensamento era apenas um. “O que sonhava e pensava um dia antes era que se tivéssemos ganho com o Amora já estávamos apurados. Esse era o meu objectivo e de toda a equipa”, frisa, descartando a ideia de ter pensado que poderia ser decisivo para um resultado positivo com a defesa de um penálti.

Para confirmar a sua firmação, João Valido confessa que trocaria de bom grado o que lhe aconteceu em termos exibicionais pela conquista dos três pontos. “Não penso muito em termos de desempenho individual. Penso mais no colectivo e preferia muito mais termos vencido o jogo e apurarmo-nos e não ter havido o penálti e o livre do Bruno Langa que defendi”.

Questionado sobre a forma como se prepara antes dos encontros para a possibilidade de tere de ser colocado à prova da marca dos 11 metros, o guardião foi peremptório. “Temos sempre a tendência de ver antes dos jogos os possíveis marcadores dos penáltis e de que forma os cobram. No entanto, além desse aspecto cada jogo é um jogo e no próprio momento decidimos o que vamos fazer”.

- PUB -

Apesar da ambição de ter festejado já o domingo a passagem à fase seguinte não ter sido conseguida, o guarda-redes dos vitorianos admite que o empate acabou por ser um desfecho positivo. “Como costumamos dizer, se não conseguirmos ganhar também não vamos perder. Para mim, foi bom ter conseguido evitar a derrota da maneira que foi. Agora é continuar e ganhar um jogo para conseguirmos cumprir o nosso objectivo”.

Com duas jornadas por realizar (na casa do Louletano e no Bonfim com o Aljustrelense), ao Vitória basta vencer um dos jogos que faltam para se apurar para o play-off que vai decidir a subida à II Liga. O objectivo é desde a primeiro hora esse, vinca João Valido. “Desde o início do campeonato, quando fizemos o primeiro jogo com o Moncarapachense (triunfo sadino por 1-0) que tínhamos traçado o objectivo de jogar todas as partidas o melhor possível para honrar o clube que representamos”.

Quanto à forma como o poderão fazer, João Valido não tem dúvidas. “Estamos nessa divisão, como toda a gente sabe, e o nosso objectivo é, claramente, voltar a colocar o Vitória o mais depressa possível no lugar que merece e de onde nunca devia ter saído. Cumprir esse objectivo está dependente da passagem à próxima fase e, se tudo correr bem, conseguir a subida de divisão. No entanto, para isso ainda temos de fazer três pontos nos próximos dois jogos”, sublinha.

Sendo um jogador que passou praticamente toda a sua vida no Vitória, o guarda-redes admitiu ao Canal 11 que o facto de a equipa ter caído no Campeonato de Portugal acabou por representar uma oportunidade para os atletas mais jovens. “Ao descermos de divisão, com uma queda abrupta de dois escalões, acabou por poder ser uma rampa de lançamento. Caso o Vitória estivesse na I Liga, provavelmente não seria assim tão fácil”.
Tal como sucede com os colegas de 17, 18, 19, 20 e 21 anos que trabalham no Bonfim sob o comando técnico de Alexandre Santana, João Valido salienta o desejo de se mostrar e, ao mesmo tempo, ajudar o seu clube do coração a regressar ao lugar de onde, no seu entendimento, nunca deveria ter saído. “Com esta oportunidade, fazemos tudo para tirar proveito desta situação e mostrar-nos também ao mundo, procurando que o Vitória suba de divisão o mais rápido possível”.

 

Ricardo Lopes
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Mercadona confirma supermercado no Montijo igual ao de Setúbal

Marca vai investir milhões de euros nos dois concelhos. Futuras superfícies comerciais vão ter 1 900 metros quadrados de área de venda   A expansão da...

Jovem setubalense morre em acidente de moto

Fábio Silva, conhecido por Pigóita, despistou-se junto ao cruzamento para Aldeia de Irmãos

Presidente da República em Azeitão para inauguração de Casa-Memória Joana Luísa e Sebastião da Gama

Este sábado, Marcelo Rebelo de Sousa marcará presença na inauguração da Casa-Memória Joana Luísa e Sebastião da Gama, espaço que homenageia a relação entre...
- PUB -