12 Abril 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Desporto Equipa de futebol distinguida nos 110 anos do Vitória FC

Equipa de futebol distinguida nos 110 anos do Vitória FC

A Praça de Bocage, defronte dos Paços do Concelho, foi hoje o cenário escolhido para as celebrações do 110.º aniversário do Vitória Futebol Clube, iniciativa que contou com a presença do plantel principal de futebol, que foi distinguida com prémio dedicação entregue aos capitães José Semedo, Nuno Pinto, Zequinha e Mano.

- PUB -

Os organizadores do evento – Andgerações (Associação de Antigos Praticantes, Dirigentes e Amigos do Andebol), as claques VIII Exército e Ultras Grupo 1910 e a associação Voluntários Vitória – atribuíram também prémios a atletas, técnicos e dirigentes do clube nas diferentes modalidades.

Ausência notada foi a do presidente da direcção Paulo Rodrigues, que não foi convidado pelos promotores da iniciativa, que optaram por ter nas celebrações o presidente da Mesa da Assembleia Geral (Nuno Soares) e o presidente do Conselho Vitoriano (Chumbita Nunes) em representação do clube.

Entre as cerca de 200 pessoas que estiveram junto ao edifício da Câmara Municipal de Setúbal estiveram, entre outros, a edil Maria das Dores Meira, o vereador do Desporto, Pedo Pina, o presidente da União de Freguesias de Setúbal, Rui Canas, o presidente da Junta de Freguesia de São Sebastião, Nuno Costa. Além dos representantes políticas, marcaram presença o antigo presidente do Vitória Fernando Pedrosa e as antigas glórias Carlos Cardoso e Fernando Tomé.

- PUB -

A presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, salientou que a autarquia está solidária com o clube neste período difícil. “Ao contrário do que alguém disse, o Vitória está apenas a passar um momento difícil. Está doente. O Vitória não morreu”, disse no seu discurso em clara alusão ao presidente da direcção dos vitorianos, Paulo Rodrigues, que durante o dia levou a cabo várias iniciativas no Bonfim para assinalar os 110 anos do clube.

Além da cerimónia do hastear da bandeira e de ter depositado uma coroa de flores junto da estátua de Jacinto João, o dirigente entregou aos sócios do clube no decorrer do dia os emblemas de prata, ouro e diamante aos associados com 25, 50 e 75 anos de filiação clubística, respectivamente.

Na Praça de Bocage, Maria das Mores Meira reiterou a disponibilidade do município em continuar a apoiar o clube. “Podem sempre contar com a Câmara Municipal de Setúbal para estar ao lado de todos vós, vós que são o Vitória Futebol Clube: os atletas, os funcionários”, vincou depois de receber o prémio Especial 110 anos atribuído à autarquia.

- PUB -

Antes de ser cortado e servido aos presentes um bolo de aniversário, acompanhado de moscatel, foram premiados Miguel Galhardas, com a distinção de “Treinador do Ano” nas Modalidades Amadoras (Judo) e Rui Praxedes (Ginástica) a quem é atribuído o “Prémio Dedicação”.

O momento actualmente vivido pelo futebol profissional e pelo clube também não foi esquecido, com atribuição de prémios a Atletas dos plantéis de futebol e andebol, ao director Desportivo do VFC-SAD Tiago Teixeira e ao treinador Alexandre Santana. Também a dedicação dos trabalhadores do clube, num contexto de dificuldades financeiras, foi destacado na cerimónia.

Na lista dos 15 galardões que foram atribuídos, merecem especial destaque a oferta do “Prémio Carreira” à equipa que há 50 anos venceu em Caracas a “Mini Copa do Mundo” (frente ao Santos do Brasil, Werder Bremem da Alemanha e Chelsea de Inglaterra). A distinção foi recebida pelos antigos jogadores Carlos Cardoso e Fernando Tomé.

 

Ricardo Lopes
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Mercadona confirma supermercado no Montijo igual ao de Setúbal

Marca vai investir milhões de euros nos dois concelhos. Futuras superfícies comerciais vão ter 1 900 metros quadrados de área de venda   A expansão da...

Jovem setubalense morre em acidente de moto

Fábio Silva, conhecido por Pigóita, despistou-se junto ao cruzamento para Aldeia de Irmãos

Bateria da Raposa vai passar para o município para vigiar praias e reforçar combate a incêndios

O entendimento entre a Câmara de Almada e o Estado está a ser traçado para a bateria de costa na Mata Nacional dos Medos passar para a gestão da autarquia. Esta antiga estrutura militar vai ter novo uso estratégico de defesa
- PUB -