12 Abril 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Desporto Polémica na estreia sadina a ganhar na 2.ª divisão distrital de futebol

Polémica na estreia sadina a ganhar na 2.ª divisão distrital de futebol

“Diversos factores a contribuir para a rápida e fácil subida de divisão (do Vitória)”, diz o clube da Baixa da Banheira

 

- PUB -

Depois de a equipa principal do Vitória Futebol Clube ter vencido na sexta-feira em Moura, por 3-1, em partida em atraso da primeira jornada da série H do Campeonato de Portugal, no domingo de manhã, no duelo que marcou a estreia dos sadinos na 2.ª divisão distrital da Associação de Futebol de Setúbal (AFS), os verde e brancos também conquistaram os três pontos, após o 2-0 aplicado ao União Desportiva e Cultural Banheirense.

No encontro realizado no Estádio do Bonfim, Rodrigo Cunha, aos 16 minutos, e Ruben Nicola, aos 38, foram os autores dos golos, que deram o primeiro êxito aos comandados de Paulo Martins. O jogo ficou marcado pelas críticas dos dirigentes do União Banheirense à forma como, em sua opinião, a equipa de arbitragem do Núcleo de Setúbal prejudicou o emblema da Baixa da Banheira.

“O departamento de futebol do União D.C. Banheirense vem por este meio parabenizar o Vitória FC pela sua vitória no jogo, assim como a provável subida à 1.ª divisão distrital. Não pondo em causa a qualidade individual do seu plantel, existem diversos factores a contribuir para a sua rápida e fácil subida de divisão”, escreveram os responsáveis do conjunto que viajou desde o concelho da Moita no Facebook.

- PUB -

E continuam: “um árbitro do núcleo de Setúbal (deduzimos que todos os árbitros de outros núcleos não tenham competência para dirigir um jogo desta dimensão); não terem sido assinalados dois penaltis por coincidência contra o Vitória; ou ainda a não expulsão de um jogador por coincidência do Vitória pelas várias agressões aos nossos atletas, culminando com uma entrada bárbara ao nosso guarda-redes (Alexandre Viola), que fracturou o nariz estando a aguardar uma consulta para definir a necessidade de operação”, referem, questionando se “estas incidências são aceitáveis por duas pizzas entregues no balneário dos árbitros, como se viu”.

Todos os nomes do plantel vitoriano

À margem da polémica, o Vitória FC deu a conhecer todos os nomes que compõem o grupo de trabalho que defende as cores sadinas na 2.ª divisão distrital da AFS. A equipa técnica é liderada por Paulo Martins. O treinador principal, de 43 anos, que teve antes passagens pelo U. Montemos, Alcacerense e Águas de Moura, tem como adjuntos André Vilanova, Pedro Messias e Jorge Batista (técnico de guarda-redes).

- PUB -

No plantel, que tem Henrique Coelho como director, figuram os nomes dos seguintes jogadores: Alexandre Serafim, Alisson Silva e Miguel Martins (guarda-redes); João Bombaça, Simão Fernandes, Joel Moreira, Diogo Gaspar, Diogo Quita, Gonçalo Madeira, João Espada, João Gil e Rodrigo Cunha (defesas); Daniel Tanganho, André Silva, Hélder Martins, António Pereira, Rafael Cabrita e Yoann Gonçalves (médios); Eric Prazeres, Alexandre Dâmaso, Gonçalo Serrano, Henrique Gino, Márcio Delgado, Rodrigo Almeida e Rúben Nicolau (avançados).

Jogo de andebol entre Vitória e Sporting é reatado hoje

O duelo entre o Vitória FC/ Restaurante O Novo 10 e o Sporting, a contar para a 10.ª jornada do Campeonato da 1.ª divisão de andebol, foi reagendado para hoje, a partir das 20 horas, no pavilhão Antoine Velge. Ambas as equipas voltam a estar juntos no recinto depois de na manhã do passado sábado terem actuado apenas durante quatro minutos, altura em que a equipa de arbitragem decidiu suspender o encontro devido ao piso escorregadio.

Com o marcador ainda sem golos, quando o cronómetro assinalava quatro minutos, a dupla de arbitragem encarregue de apitar a partida tomou essa decisão ao verificar que o piso do pavilhão do conjunto setubalense estava escorregadio, devido à elevada humidade que se verificava, facto que poderia colocar em perigo a integridade física dos intervenientes na partida.

O Vitória, actual sexto classificado da competição com 18 pontos, defronta a equipa leonina moralizado pelo triunfo (27-28) obtido na ronda anterior (quarta-feira passada) no reduto do SC Horta. Os lisboetas, que seguem na terceira posição em igualdade pontual com o FC Porto, ambos com 27 pontos, também ganharam (36-22 à Sanjoanense) antes do jogo que realizam agora em Setúbal.

Menos de 24 horas depois de o piso do pavilhão Antoine Velge ter sido considerado perigoso para a prática de andebol, o recinto, já sem os elevados níveis de humidade do dia anterior, pôde receber no domingo de manhã a partida da 4.ª jornada do Campeonato Distrital de seniores masculinos. No encontro diante do Amondim/ADN, o conjunto setubalense venceu por categóricos 10-2.

Ricardo Lopes
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Mercadona confirma supermercado no Montijo igual ao de Setúbal

Marca vai investir milhões de euros nos dois concelhos. Futuras superfícies comerciais vão ter 1 900 metros quadrados de área de venda   A expansão da...

Jovem setubalense morre em acidente de moto

Fábio Silva, conhecido por Pigóita, despistou-se junto ao cruzamento para Aldeia de Irmãos

Bateria da Raposa vai passar para o município para vigiar praias e reforçar combate a incêndios

O entendimento entre a Câmara de Almada e o Estado está a ser traçado para a bateria de costa na Mata Nacional dos Medos passar para a gestão da autarquia. Esta antiga estrutura militar vai ter novo uso estratégico de defesa
- PUB -