28 Novembro 2021, Domingo
- PUB -
InícioDesportoPinhalnovense joga esta tarde em Loulé na abertura da 4.ª jornada

Pinhalnovense joga esta tarde em Loulé na abertura da 4.ª jornada

Desportivo Fabril recebe Oriental Dragon no Estádio Alfredo da Silva, num confronto entre equipas da região. Olímpico do Montijo e Vitória FC jogam no sábado.

 

- PUB -

A 4.ª jornada do Campeonato de Portugal começa hoje às 17 horas com a realização do Louletano – Pinhalnovense, prossegue amanhã com o Olímpico do Montijo – Fontinhas (15 horas) e com o Vitória FC – Esperança de Lagos, às 21 horas, e só termina no domingo com o Amora – Lusitano de Évora e com o Desportivo Fabril – Oriental Dragon.

 

O Pinhalnovense joga no Estádio Algarve contra uma equipa que tem apenas dois jogos realizados, um para a Taça de Portugal contra o Ferreiras que ditou o seu afastamento da competição e o outro para o campeonato, no último domingo em Olhão, que também não correu nada bem. Este facto poderá funcionar como um pau de dois bicos para o Pinhalnovense que vai tentar manter a invencibilidade mas vai também encontrar um adversário ferido no seu orgulho, porque está a ter um início de época bastante atribulado muito por culpa da pandemia.

- PUB -

 

O Olímpico do Montijo está de volta ao Campo da Liberdade depois do brilharete conseguido na passada quarta-feira em Santo Tirso, onde eliminou o Tirsense da Taça de Portugal. Os montijenses, que tinham ganho no domingo anterior ao Belenenses SAD “B”, somaram a segunda vitória consecutiva no segundo jogo realizado esta época. Resta agora saber em que condição física se encontra que vai realizar o seu terceiro jogo no espaço de uma semana. A equipa açoriana treinada por Francisco Agatão conta com uma vitória, um empate e uma derrota, sendo a vitória alcançada no reduto do Belenenses SAD “B”. Quer isto dizer que a equipa montijense terá que ter muito cuidado para não ser surpreendida.

 

- PUB -

O Amora, que no passado domingo empatou no Pinhal Novo, joga no estádio da Medideira onde esta época já venceu o Olhanense para o campeonato e o Ferreiras para a Taça de Portugal. Neste jogo com o Lusitano, que perdeu no Pinhal Novo no único jogo oficial que realizou até agora, o objectivo da equipa amorense passa pela conquista dos três pontos para poder continuar no topo da classificação na sua série. Mas, para isso terá que mostrar em campo o seu real valor porque o adversário irá certamente fazer tudo para complicar a sua tarefa.

 

No Estádio Alfredo da Silva defrontam-se duas equipas da região, Desportivo Fabril e Oriental Dragon, que vêm ambos de um empate, conseguidos respectivamente na Praia da Vitória e no Juncal Desportos na partida que ali disputou com o Sporting “B”. Os últimos resultados obtidos pelo Desportivo Fabril são indicadores que a equipa se encontra bem, fruto do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido desde o início da temporada. Quanto ao Oriental Dragon, que tem menos um jogo, as coisas também não estão a correr mal mas podiam estar a correr melhor, se não tivesse perdido no último minuto com o Belenenses SAD “B” e não tivesse desperdiçado um penalti no jogo da última jornada. Resumindo, frente a frente vão estar duas boas equipas que irão jogar para ganhar e lutar pelo melhor resultado possível. Se houver vencedor, ganhará certamente a que for mais competente.

 

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
José Pina
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Área Metropolitana de Lisboa assegura transporte rodovidário sadino até chegada da Carris Metropolitana

É necessário "dar continuidade às Autorizações Provisórias até a entrada do novo operador, de forma a evitar a ruptura dos serviços públicos de transporte rodoviário de passageiros no concelho de Setúbal"

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -