29 Novembro 2021, Segunda-feira
- PUB -
InícioDesportoGrandolense não concorda com a decisão mas vai acatá-la

Grandolense não concorda com a decisão mas vai acatá-la

Clube alentejano explica em comunicado as razões por que está contra e adianta que se acontecer alguma coisa alguém tem que ser responsável.

 

- PUB -

Na semana passada a Associação de Futebol de Setúbal reuniu-se com os clubes para decidir a data para o início das competições. Por maioria, foi decidido que o início seria a 4 de Outubro. O consenso não foi geral e o Grandolense foi um dos clubes que manifestou o seu descontentamento porque “preservamos em primeiro lugar a saúde de todos”. De qualquer forma “discordamos desta decisão mas vamos acatá-la”, dizem os seus dirigentes.

 

Como forma de justificar a sua posição o clube resolveu lançar um comunicado onde esclarece a sua posição, para que não fiquem dúvidas.

- PUB -

 

“A direcção do Clube Recreativo O Grandolense vem por este meio comunicar a sua discordância com a decisão tomada pela maioria dos clubes inscritos na 1.ª divisão da AFS, época 2020/2021, ou seja, iniciar a competição no próximo dia 4 de Outubro de 2020. Contudo, e uma vez que prezamos a democracia, não vivêssemos nós na denominada “Terra da Fraternidade”, aceitamos a decisão tomada, afirmando desde já que não “jogaremos a toalha ao chão”, mas que tudo faremos para defender não só a nossa instituição, mas, acima de tudo, a saúde e integridade dos nossos atletas.

 

- PUB -

Através deste comunicado, gostaríamos de explicitar a todos a nossa posição, pois consideramos que as condicionantes ao início das competições seniores amadoras da AFS são várias, sendo muitas delas prejudiciais para os clubes, tais como:

 

Ausência de público que priva os clubes de uma receita de extrema importância para a sua sobrevivência, balneários sem condições na maioria dos campos, testes aleatórios de despiste pagos pelos clubes quando os jogos se realizam com equipas de zona de risco, jogos adiados só com 50% de atletas infectados quando em Évora os jogos são adiados pela própria associação se existirem três casos de infecção confirmados num plantel e as dúvidas existentes sobre o que acontece caso o campeonato seja suspenso.

 

A nossa proposta seria que não se determinasse neste momento qualquer data para início da competição. Durante o(s) próximo(s) mês(es) iriamos avaliando a evolução da pandemia em Portugal, para mais tarde poder decidir de consciência tranquila, protegendo assim a saúde de todos nós. Por tudo o referido anteriormente, o Clube Recreativo O Grandolense não pode assumir a responsabilidade por algum problema, relacionado com contágio por COVID-19, que possa vir a acontecer no futuro. Alguém terá que assumir essa responsabilidade, mas não nós! Assim, e apesar de contestarmos a decisão tomada, informamos que iremos acatar a mesma e participar no Campeonato Distrital da 1.ª divisão da AFS, de forma a não sermos derrotados na secretaria”.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
José Pina
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Área Metropolitana de Lisboa assegura transporte rodovidário sadino até chegada da Carris Metropolitana

É necessário "dar continuidade às Autorizações Provisórias até a entrada do novo operador, de forma a evitar a ruptura dos serviços públicos de transporte rodoviário de passageiros no concelho de Setúbal"
- PUB -