14 Abril 2024, Domingo
- PUB -
InícioDesportoSub-23 arrancam com equipa 100 por cento vitoriana

Sub-23 arrancam com equipa 100 por cento vitoriana

22 jogadores formados no emblema sadino são sinal claro do caminho a seguir.

 

- PUB -

Apenas um dia depois de a equipa principal do Vitória FC ter começado a trabalhar no relvado do Estádio do Bonfim, anteontem foi a vez do escalão de Sub-23 fazer o mesmo no relvado do Complexo Desportivo da Várzea. A crescente aposta da prata da casa é a característica que se destaca no primeiro dia da pré-época dos setubalenses. A prová-lo está o facto de todos os 22 jogadores presentes serem provenientes da formação.

Presentes na sessão de trabalho estiveram Miguel Martins, Alexandre Mendes, Marcos Raposo, Bruno Almeida, Serrão, Gonçalo Santos, Nito, Gui Ribeiro, Bruno Ventura, Marouca, João Mendes, Diogo Martins, Vinicius e Nascimento. A este lote, que transita da temporada transacta, juntaram-se Petterson, Galante, Pedro José, Vicente Durand, Lima, Ascenso, Varela, e Rodrigo Pereira, elementos que actuaram pelos juniores (sub-19) em 2019/20.

A direcção do emblema setubalense, presidida por Paulo Gomes, dirigente que assumiu o cargo em Janeiro de 2020, quer fazer da aposta no ADN vitoriano cada vez mais uma realidade no futuro. A presença de vários atletas oriundos da ‘cantera’ na equipa principal, que está neste momento a ser orientada pelo técnico interino Meyong, ilustra as pretensões vitorianas de passar das palavras às acções.

- PUB -

Josué Duverger, guarda-redes que foi esta semana convocado para representar a selecção do Haiti, Amâncio, Hugo Neves, Kamo-Kamo e João Tomaz estão a trabalhar com os seniores e acalentam o sonho de poder ganhar o seu espaço entre os mais experientes. O objectivo de todos eles é seguir os passos dos colegas João Valido e André Pedrosa, atletas que também vieram da formação e estão integrados no plantel principal.

Apesar de estarem a trabalhar 22 jogadores nos sub-23, o plantel ainda não está fechado. A fase actual pretende fazer uma primeira análise ao grupo que ainda não tem também a equipa técnica fechada. De qualquer modo, Alexandre Santana, treinador dos juniores, de 42 anos de idade, é, neste momento, um dos homens que prepara o Vitória para a temporada que se avizinha.

O técnico assumiu o comando dos juniores em Janeiro de 2019, na altura para substituir Bruno Ribeiro, que tinha rumado a Angola. Entre 2011 e 2016 exerceu funções na Associação de Futebol de Setúbal, as últimas das quais acumulando o cargo de coordenador técnico. Mestre em treino desportivo de alto rendimento, Alexandre Santana tem o curso UEFA PRO e teve passagens pelo futebol sénior em clubes do distrito de Setúbal, nomeadamente pela II Liga, como treinador adjunto no Cova da Piedade.

- PUB -

Na altura em que foi apresentado, o treinador, que por estes dias orienta os sub-23, falou das razões pelas quais aceitou o desfio de regressar ao Vitória. “Aceitei este desafio por se tratar de um regresso ao clube do coração. Estive oito anos no Vitória a trabalhar na área da formação e este, pode dizer-se, é um regresso às origens, disse na altura em declarações à página oficial do clube.

- PUB -

Mais populares

José Mourinho: “Dá-me prazer que as pessoas conheçam as minhas origens”

Técnico sadino em Setúbal para gravar com a Adidas e “mostrar ao mundo” a cidade onde nasceu e cresceu

Sobrevivente de naufrágio chamou por vítimas agarrado a boia

Buscas por desaparecidos em naufrágio em Troia alargadas amanhã

Passeio de barco termina em tragédia com duas mortes confirmadas e dois desaparecidos

Corpos de menino de 13 anos e de um adulto foram resgatados ontem. Dois outros adultos continuam desaparecidos
- PUB -