25 Fevereiro 2024, Domingo
- PUB -
InícioDesportoVitória só pensa bater Benfica para conquistar Torneio Internacional do Sado

Vitória só pensa bater Benfica para conquistar Torneio Internacional do Sado

O Vitória FC venceu anteontem os sérvios de Napredak, por 2-1, e vai discutir hoje (20:30), no Estádio do Bonfim, com o Benfica – que na terça-feira tinha também ganhado à equipa dos Balcãs (3-0) – a conquista do Torneio Internacional do Sado. Sadinos e águias têm três pontos e vão procurar, numa partida que serve de teste, arrecadar o primeiro troféu de 2018/19.
A equipa de Lito Vidigal, treinador que anteontem celebrou o seu 49.º aniversário, conseguiu levar a melhor sobre a equipa da Sérvia depois de operar, na segunda parte do encontro, a reviravolta no marcador. O defesa Nuno Pinto e o médio Rúben Micael, uma das caras novas da nova temporada, facturaram aos 52 e 86 minutos, respectivamente.
O golo do Napredak, que passou a actuar em inferioridade numérica devido à expulsão de Marinkovic, aos 50 minutos, foi apontado aos 38, por intermédio de Kostic Miroljub na única oportunidade de golo que a sua equipa teve em toda a primeira parte. Nesse período, os sadinos dominaram, mas foram ineficazes na finalização, como ilustram as oportunidades desperdiçadas por Alex Freitas, Éber Bessa, Nuno Pinto e Allef.
Aos 52’, os sadinos chegaram à igualdade num livre direto cobrado de forma irrepreensível por Nuno Pinto e, aos 86, foi a vez do reforço Rúben Micael, com um remate colocado, fazer o golo do triunfo dos anfitriões. Além dos autores dos golos, a outra figura da noite foi o guardião Milton Raphael, que travou três penáltis na série de cinco (4-2 para os sadinos), apontada para o caso de ter de se usar esse critério de desempate no final do torneio.
Além de os cerca de 300 adeptos presentes no Bonfim terem aplaudido e gritado pelo nome do guarda-redes Milton Raphael, mais uma das caras novas de 2018/19, celebraram as grandes penalidades convertidas por Nuno Valente, Rafinha, Gustavo Cascardo e Victor Veloso, marcadores de serviço da marca dos 11 metros. André Sousa foi o único a não conseguir bater o guardião sérvio.
Refira-se que o onze inicial dos sadinos, ainda sem os reforços Savio Roberto e Mendy, foi constituído por Miguel Lázaro (rendeu Cristiano que recupera de problemas físicos), Mano, Artur Jorge, Vasco Fernandes, Nuno Pinto; Costinha, José Semedo, Éber Bessa; Alex Freitas, Allef e Leandro Resida. Na segunda parte alinharam ainda: Milton Raphael, Nuno Reis, Rúben Micael, André Sousa, André Pedrosa, Nuno Valente, Valdu Té, Pedro Pinto, Victor Veloso, Gustavo Cascardo e Rafinha.

- PUB -

Nuno Pinto diz que duelo com o Benfica é de “50-50”
“Vamos fazer tudo para o troféu ficar na nossa casa”

Depois de ter marcado de livre directo o golo que deu início à reviravolta que o Vitória fez sobre o Napredak, o defesa Nuno Pinto manifestou a ambição de conquistar hoje o Torneio Internacional do Sado. Frente ao Benfica, jogo que considera haver 50 por cento de hipóteses de êxito para cada lado, o jogador promete aplicação máxima. “Vamos jogar em casa, diante do nosso público, e queremos dar-lhes uma alegria já na pré-época, fazendo tudo para o troféu ficar na nossa casa”.
Que análise faz ao jogo em que o Vitória venceu o Napredak (2-1) depois de estar a perder?
Fomos a única equipa que tentou ganhar o jogo, principalmente na primeira parte em que criámos muitas oportunidades mas faltou-nos concretizar. Pelo que fizemos nos 90 minutos, acho que fomos uns justos vencedores.
Segundo jogo da pré-época e segundo triunfo. Como está a ser este período?
Está a ser duro, mas vamos colher dividendos disso no futuro porque nos vamos apresentar bem fisicamente. Nestes dois jogos já demonstrámos qualidade, o importante é ganhar e manter esse espírito. Conseguimos fazê-los nos dois jogos que fizemos.
Sendo um dos mais antigos do plantel, como tem visto a integração dos novos jogadores?
Todos falam português, logo aí as coisas tornam-se mais fáceis. São bons meninos, gostam de aprender e sabem ouvir. Quando isso acontece é sempre tudo mais fácil.
Como têm sido as primeiras semanas de trabalho com Lito Vidigal?
Tem sido bom, nunca tinha trabalhado com o míster. Nota-se que é uma pessoa do futebol, percebe bastante e vive muito o futebol. Tenta transmitir-nos sempre uma mentalidade ganhadora.
Marcou um golo no jogo de estreia no Bonfim. Pode ser um bom prenúncio para a época que aí vem?
Sim, mas o futebol é um desporto colectivo e tenho de pensar primeiro na equipa. Marquei um golo, ajudei a equipa e isso foi bom. O importante foi o Vitória ganhar, não foi eu ter marcado um golo.
Com o triunfo sobre o Napredak, o Vitória discute com o Benfica o troféu no Torneio Internacional do Sado. Que hipóteses têm de vencer?
Sexta-feira (hoje) será a final do torneio. Penso que será um jogo de 50-50, apesar de o Benfica ser um clube grande. Vamos jogar em casa, diante do nosso público, e queremos dar-lhes uma alegria já na pré-época, fazendo tudo para o troféu ficar na nossa casa.
Não estiveram muitos adeptos nas bancadas [cerca de 300] mas sentiu-se um grande apoio à equipa. É isso que vocês querem ver durante a época?
Sabemos que só com vitórias é que conseguimos atrair mais público ao estádio. Não estiveram muitos adeptos no jogo, mas sentimos bem o seu apoio. Os adeptos do Vitória são assim, sendo muitos ou poucos fazem sentir o seu apoio à equipa.

- PUB -

Mais populares

Menino de sete anos morre após ser baleado em Setúbal

Neto e avó foram atingidos a tiro de caçadeira no Bairro da Bela Vista. Disparo veio de carro em andamento. Alvo seria o pai da criança

Imagens mostram momentos após menino e avó serem baleados no Bairro da Bela Vista (vídeo)

Homem é visto a empunhar uma caçadeira correndo em várias direcções até que entra numa viatura que sai depois do local

Suspeito de morte de menino em Setúbal será tio da criança

Homem está identificado pelas autoridades e colocou-se em fuga. Disparo de caçadeira terá sido feito para assustar rival
- PUB -