6 Outubro 2022, Quinta-feira
- PUB -
Início167º aniversárioUma resiliência pouco comum

Uma resiliência pouco comum

Fernando Caria

 

- PUB -

Na história de qualquer organização poder assinalar 167 anos de existência é uma meta que não é para todos. Fazê-lo numa área da sociedade, a comunicação social, onde os constantes avanços tecnológicos colocam à prova a capacidade de adaptação e de resiliência é, ainda, menos comum.

Vem isto, naturalmente, a propósito da celebração de mais um aniversário d’O SETUBALENSE. São quase dois séculos de existên- cia, de serviço à honrada missão de informar os cidadãos, com sentido de responsabilidade, rigor, independência, dando um contributo precioso para a visibilidade daqueles e daquilo que acontece na nossa região, concelho e freguesia.

Seguramente que têm sido muitos os obstáculos, as dificuldades, mas também as vitórias e os sucessos. Um passado longo e recheado de história, de um jornal que continua a ser um referencial no presente e que, acreditamos convictamente, está preparado para continuar a projectar o seu futuro.

- PUB -

Nunca será de mais enaltecer a importância de órgãos de comunicação social livres e independentes para a saúde da nossa democracia. Por ocasião do seu 167.o aniversário deixamos votos de sucesso para o futuro a toda a equipa d’O SETUBALENSE – Diário da Região.

Presidente da Junta da União das Freguesias de Montijo e Afonsoeiro

Comentários

- PUB -

Mais populares

Primeira pedra de construção de empreendimento à beira-rio lançada no município do Barreiro

Novo espaço habitacional pretende atrair famílias locais e jovens a um preço razoável   O lançamento da primeira pedra de construção do novo empreendimento que vai nascer...

Acidente de trabalho com um reboque faz um morto e um ferido

Vitimas estavam a trabalhar debaixo da estrutura que lhes caiu em cima

Polícia Judiciária detém homem em Setúbal suspeito de dezenas de crimes de pedofilia

Suspeito aproveitou-se do facto de coabitar com a jovem de 17 anos para a sujeitar a abusos sexuais, que terão tido início quando a vítima tinha 12 anos
- PUB -