9 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Publireportagem: “Terra Fértil e a Valorização Orgânica: O Futuro

Publireportagem: “Terra Fértil e a Valorização Orgânica: O Futuro

Publireportagem: “Terra Fértil e a Valorização Orgânica: O Futuro

Muito mudou mas alguns tabús ainda se mantém sobre o processo de tratamento de resíduos aponta a empresa sadina

“Presentemente, somos a empresa mais antiga, a trabalhar numa área controversa e de extremos, adorada por uns e questionada por outros, como é a valorização de resíduos biodegradáveis, em particular, as lamas das Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR)”. A afirmação é da

Engenheira Irina Domingos – Responsável do Departamento Comercial e de Compostagem. Estamos a falar de resíduos, acrescenta, que pela sua proveniência e odor característico, “criam tabus referentes à sua composição, e tem sido uma longa jornada desmistificá-los ao longo dos anos”.

A Terra Fértil iniciou a sua actividade nas primeiras grandes ETAR´s do País e muito tem mudado desde essa altura, passando por mais conhecimento do resíduo em questão e pelo aumento da consciência ambiental e da necessidade global de valorizar/reciclar os resíduos orgânicos em vez de os eliminar. “Finalmente começa a ser essa a grande estratégia para a sua gestão, ou seja, aquilo que já fazemos há 28 anos! Temos como parceiros as maiores casas agrícolas do País que, ano após ano, testemunham as vantagens agronómicas da nossa acção e a palavra espalha-se”, realça Irina Domingos.

Quais os principais factores que que mais contribuíram para este projecto de sucesso?

Dos principais factores que nos caracterizam, podemos nomear, entre outros, o conhecimento e “know-how” do sector, comprovados pelos nossos 28 anos de experiência na gestão de lamas de ETAR em Portugal sempre com o compromisso, perante os nossos clientes, fornecedores, parceiros e colaboradores, da protecção do ambiente e do mundo agrícola, através da prevenção da poluição, racionalização dos consumos, reciclagem dos recursos e valorização de resíduos orgânicos.

Temos na nossa equipa, técnicos qualificados e especializados na valorização de resíduos orgânicos que nos permite criar as mais amplas soluções técnicas e consultoria especializada, para dar resposta às especificações e exigências de cada cliente e serviço, que podem ir desde a gestão de resíduos e a sua compostagem ou valorização agrícola, a limpezas industriais com elevada especificidade e grau de exigência.

Assumimos como principal meta a melhoria contínua dos nossos serviços, sempre na salvaguarda da segurança de todos os envolvidos nos nossos processos.

 

Num sector tão específico o que distingue a Terra Fértil?

A nossa acção é assente na economia circular, tornando resíduos em recursos, com benefícios para a agricultura e para o ambiente. Os nossos clientes são, simultaneamente, os produtores de resíduos e os agricultores que utilizam os nossos produtos, sendo o nosso total compromisso, para com eles, na procura de soluções sustentáveis para as suas necessidades, em total equilíbrio agrícola e ambiental, possivelmente é isso que nos distingue. O reconhecimento do nosso trabalho, dá-nos a motivação para continuar a fazer a diferença na nossa área de actuação, com a persistência e busca pela melhoria contínua que nos caracterizam, como empresa e na nossa atuação no mercado.

Em termos operacionais, como está a correr este ano de 2023 e quais as perspetivas até ao final do mesmo?

Este tem sido um ano em que concretizámos alguns objectivos, com a implementação de melhorias processuais associadas à aquisição de um novo equipamento automotriz para revolteamento das pilhas de compostagem, na nossa unidade de gestão de resíduos. Actualizámos também a imagem da nossa empresa e lançámos recentemente um novo site, mais moderno e intuitivo, que reflete o nosso portfólio e a versatilidade da nossa equipa e dos nossos parceiros, comprovado pela diversidade dos serviços que oferecemos aos nossos clientes. Estamos também cada vez mais presentes nas redes sociais, onde pretendemos demonstrar os benefícios da nossa acção e dos nossos produtos, com o intuito de aumentar o conhecimento da nossa actividade à população com menos informação sobre esta realidade, o que é essencial para derrubar preconceitos e promover a valorização destes resíduos.

Para o curto e médio prazo qual é a vossa visão?

Pretendemos para o futuro manter uma atitude de crescimento, continuando a fazer parte da solução, tanto para os nossos clientes, como para o meio ambiente e agrícola.

A Terra Fértil, empresa sediada em Setúbal, iniciou a sua actividade em 1995 e é actualmente parte da solução na resolução de um problema ambiental, apresentando diferentes opções de escoamento e tratamento de lamas de depuração (biossólidos) e resíduos orgânicos de várias origens.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -