10 Maio 2024, Sexta-feira

- PUB -
Projecto de recolha seletiva no Barreiro permitiu encaminhar 270 toneladas de biorresíduos

Projecto de recolha seletiva no Barreiro permitiu encaminhar 270 toneladas de biorresíduos

Projecto de recolha seletiva no Barreiro permitiu encaminhar 270 toneladas de biorresíduos

Operação foi co-financiada pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos

 

O projecto de recolha selectiva de bio resíduos no concelho do Barreiro permitiu encaminhar 270 toneladas e uma poupança de cerca de 20 mil euros, segundo a autarquia.

De acordo com a Câmara Municipal do Barreiro, a poupança foi possível uma vez que estes resíduos, recolhidos entre Novembro de 2022 e Setembro de 2023, não foram depositados e pagos em aterro.

A recolha selectiva de bio resíduos iniciada em 2 de Novembro de 2022 permite, através da separação dos restos de comida, produzir composto orgânico.

A operação, com um custo total de cerca de 630 mil euros, co-financiada pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (PO SEUR), Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo de Coesão, permitiu a implementação de um sistema de recolha porta-a-porta em zonas piloto das Uniões de Freguesia do Barreiro e Lavradio, do Alto do Seixalinho, Santo André e Verderena, de Palhais e Coina e da Junta de Freguesia de Santo António da Charneca, dando um novo destino de valorização a restos alimentares e de jardim.

“Separar para Ganhar!” foi o mote da campanha que acompanhou e sensibilizou para a implementação deste novo circuito de valorização.

Segundo a autarquia, os bio resíduos representam cerca de 40% de todos os resíduos urbanos recolhidos, pelo que aproveitando o potencial de valorização destes resíduos o projecto pretende dar cumprimento à obrigatoriedade nacional de implementação da recolha selectiva de bio resíduos até ao final de 2023.

Os bio resíduos recolhidos foram depositados nas instalações da AMARSUL, sendo sujeitos a um processo de compostagem, cujo resultado é o composto, que poderá ser aplicado como fertilizante agrícola.

Em resultado deste projecto, a autarquia esperava na altura do seu lançamento atingir um acréscimo anual de encaminhamento para a reciclagem de 221,9 toneladas de bio resíduos provenientes da recolha selectiva.

A Câmara Municipal entregou a cada habitação/área de comércio, serviços e equipamento aderente um contentor de 120 litros (com tampa castanha) para depositar os bio resíduos e um balde de bancada de sete litros para transporte dos resíduos até ao contentor.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -