12 Junho 2024, Quarta-feira

- PUB -
Polícia Marítima deteve cinco pessoas e apreendeu 12 toneladas de amêijoa em Palmela

Polícia Marítima deteve cinco pessoas e apreendeu 12 toneladas de amêijoa em Palmela

Polícia Marítima deteve cinco pessoas e apreendeu 12 toneladas de amêijoa em Palmela

Investigação a rede de captura, comércio e tráfico internacional de bivalves já durava há cerca de quatro anos. Detidos são de nacionalidade moldava e ucraniana

A Polícia Marítima deteve cinco pessoas e constituiu quatro arguidos numa operação efectuada na quarta-feira, no âmbito da qual apreendeu 12,3 toneladas de amêijoa japónica, em Palmela, anunciou hoje a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

- PUB -

Segundo um comunicado da AMN, além da apreensão das 12 toneladas de amêijoa japónica, alegadamente pertencentes a um dos maiores receptadores nacionais deste bivalve, foram ainda apreendidas quatro viaturas de carga, cerca de 3.500 euros em dinheiro e vários documentos e apetrechos relacionados com a operação de transporte dos bivalves por via terreste.

A AMN salienta ainda que os quatro arguidos são de nacionalidade moldava e ucraniana. 

De acordo com a AMN, a operação foi desencadeada na sequência de uma investigação da Unidade Central de Investigação Criminal (UCIC) da Polícia Marítima iniciada há cerca de quatro anos e teve o apoio da Autoridade Tributária (AT) e da Polícia Nacional Espanhola.

- PUB -

Na megaoperação de combate às redes criminosas associadas à captura ilícita, comércio e tráfico internacional de amêijoa japónica, realizada na zona de Palmela, foram executados diversos mandados judiciais de busca e apreensão não domiciliária.

A AMN diz ainda que, após parecer da Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), as amêijoas apreendidas vão ser destruídas, por estarem “impróprias para consumo humano”.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -