23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
PJ detém jovem de 22 pelo homicídio da irmã de 17 anos na Moita

PJ detém jovem de 22 pelo homicídio da irmã de 17 anos na Moita

PJ detém jovem de 22 pelo homicídio da irmã de 17 anos na Moita

Suspeito foi presente ao tribunal esta sexta-feira e ficou em prisão preventiva

 

A Polícia Judiciária de Setúbal deteve um jovem de 22 anos pelo homicídio da própria irmã, Lara Gonçalves, de 17 anos, na Moita, em Outubro passado. A detenção ocorreu esta sexta-feira e o suspeito ficou em prisão preventiva, após ser presente ao Tribunal do Barreiro.

- PUB -

O corpo da jovem foi encontrado em casa, na Urbanização Fonte da Prata, em Alhos Vedros, Moita, pela avó na manhã de 02 de Outubro de 2023 após alerta da escola por ter faltado às aulas. Lara Gonçalves, de 17 anos, estava na sala de estar, prostrada de face para baixo, com a face e membros arroxeados. Nas suas mãos tinha cabelos.

A jovem frequentava a Escola Básica 2 e 3 D. Pedro II na Moita. Foi a escola que deu o alerta ao pai da jovem sobre esta ter faltado às aulas. O homem telefonou à avó de Lara para ir a casa ver se esta se encontrava lá e pelas 11h30, a mulher deparou-se com o corpo da neta sem vida no chão da sala de estar de face para baixo.

O último contacto de Lara foi com o pai, às 7h30 dessa segunda-feira. Dava conta de que ouvia barulho nas escadas do prédio e que tinha receio de que algo lhe podia acontecer. Os bombeiros da Moita e a GNR acorreram ao local e perante o cenário, chamaram a Polícia Judiciária de Setúbal.

- PUB -

O corpo foi transportado para o Instituto de Medicina Legal para ser submetido a autópsia. Logo foi afastada a hipótese de suicídio, mas não era afastada a hipótese de morte acidental. Após meses de investigação, a Polícia Judiciária de Setúbal partiu para a detenção do irmão de Lara Gonçalves pela autoria do seu homicídio.

No dia seguinte à descoberta do corpo de Lara, um homem de 50 anos foi encontrado morto em casa num prédio ao lado. A Polícia Judiciária de Setúbal descartou a relação entre os dois casos, com semelhanças.

Tal como a rapariga de 17 anos, o homem encontrado nessa noite de terça-feira encontrava-se prostrado no chão, de cabeça para baixo. A GNR foi chamada ao local e passou o caso para a PJ.

- PUB -

O homem vivia sozinho no Bairro Fonte da Prata, na Moita, e foi visto pela última vez dois dias antes, no domingo. Terá sofrido um ataque cardíaco.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -